Death March Web Novel Online Capítulo 5-9

Posted
Publicidade



Death March Web Novel Online 5-9

[O Mago e as Sombras]


Web Novel Death March Kara Hajimaru Isekai Kyousoukyoku / Death March To The Parallel World Rhapsody Ilustração Arco 5

Satou, aquele que nunca se deu bem com filmes de horror, aqui. Fantasmas e aparições não são problemas para mim, agora eu me cago de medo daquelas faces de gente sofrendo de grande pavor.

 

◇◇◇

 

Do nada, um inimigo apareceu de onde a coruja estava antes. Ele veio de dentro das sombras da coruja, usando um robe com capaz e longas mangas, cobrindo o seu rosto e mãos.

— Eu vim para te buscar, Mia.

Mia tremeu ao meu lado.

— Não...

Sem sombra de dúvidas, aquele homem era o mago que a estava perseguindo.

A coruja então, desceu e pousou no ombro dele.

Essa coruja é uma mascote ou familiar do mago?

Tomei um passo adiante para proteger a Mia e dei uma olhada nos status dele.

Nome: Zen

Level: 41

Habilidades: [Desconhecida]

Uma sensação incômoda tomou conta de mim.  Seria ele um japonês igual aos heróis e a Arisa? Enquanto pensava nisso, continuei lendo as informações dele no [AR]... Espera, também [Desconhecido]?

A Mia continuava tremendo atrás de mim.

Eu mais ou menos entendia o porquê do terror dela. Exceto por mim, esse cara era um risco a vida de todo mundo presente, por isso seria necessário cautela ao lidar com ele. Se possível, eu gostaria de resolver a situação apenas com diálogo, mas provavelmente não tinha a menor chance.

— Muito prazer, mago-dono. Eu me chamo Satou, um comerciante.

— Não tenho qualquer negócio a tratar com vendedores.

Ele parecia sequer disposto em se apresentar também. Seria algum tipo de desprezo pela classe empresarial ou apenas lhe faltava habilidade de comunicação?

— Mesmo que seja o caso, é meu dever como guardião proteger esta menina e por isso não poderei confiá-la a um homem suspeito como você.

— Fumu, vejo que você está se sentindo confiante, protegido por de mercenárias com certa habilidade, mas não pense que elas escaparão de um banho de sangue caso se oponham a mim, fui bem claro?

O mago apontou a varinha ainda mantendo a mesmo postura com a coluna envergada.

— Mestre, toma cuidado! Esse esquisitão parece perigoso!

Arisa gritou para mim.

— Eu sou o grande rei da noite. É bom que saiba o seu lugar, criança, mas não pense que tolerarei qualquer falta de respeito à minha pessoa.

Droga, a atenção dele se voltou para a Arisa.

■■■■ ■...

O mago começou a conjurar um feitiço na direção dela. Eu não queria deixar a Mia desprotegida, mas se não fizesse nada agora seria tarde.

Eu corri na direção do mago e o atingi com um soco na boca do estômago, mas aparentemente o golpe não foi o suficiente para interromper o feitiço. O mais surpreendente foi que o meu punho atravessou as roupas sem resistência algum.

O que foi isso? É a habilidade única dele?

— [Chicote das Sombras.]

Quando terminou o feitiço, uma sombra se estendeu do seus pés e assumiu uma forma parecida com uma lança e disparou em direção a Arisa.

Não era para ser um chicote?

Eu corri o mais rápido que pude e me coloquei entre a Arisa e a magia, mas ao me acertar, o feitiço mudou para uma espécie de corda que se agarrou ao meu redor, deixando uma estranha sensação, lembrando um formigamento ou coisa parecida.

> [Habilidade: Magia das Sombras foi adquirida]

> [Habilidade: Resistência a Sombras foi adquirida]

Como é que alguém resiste a sombras? Ah, já faz um bom tempo desde a última vez que meu lado racional se negou a aceitar esse mundo de fantasia.

Mas graças a esses absurdos eu sai ganhando de alguma forma. Mesmo que a habilidade de resistência não fosse fazer tanta diferença, só em ter uma forma de proteger melhor a Mia, mesmo que fosse um pouco, já ajudaria e muito.

Então, coloquei alguns pontos na habilidade e a ativei imediatamente.

 

 

◇◇◇

 

 

—   Fumu, essa foi uma bela demonstração física. Tem certeza de que realmente é um comerciante?

— Bem, uma amiga costuma me chamar de Senhor Ágil com frequência.

Enquanto conversava com o mago, percebi que a Arisa sussurrou algo para si mesma.

— Sabia que não ia dar...

Ela tentou fazer alguma coisa quando ele começou a entoar o encantamento? A barra de magia dela diminuiu, mas não vi nenhuma mudança nos status dele. Talvez tenha resistido a qualquer que tenha sido o feitiço dela.

— Usar o próprio corpo para proteger uma donzela em perigo. Você tem a minha admiração.

— O suficiente para nos deixar em paz?

— Infelizmente, não. Mia é necessária para alcançar meu objetivo.

Eu finalmente me livrei das restrições do chicote das sombras. Essa espécie de corda mágica me causou algum dano, mas foi basicamente insignificante já que o feitiço em si não tinha uma forma física, mas ainda assim era capaz de agarrar coisas e restringir seu movimento. Verdadeiramente uma existência mágica de um mundo de fantasia.

— E qual seria esse objetivo?

— Não tenho razão alguma para te dizer, mas se quiser realmente salvar a Mia, traga um herói até a mim.

— Você quer um herói? Por que, algum tipo de rancor pessoal ou coisa do tipo?

Mas ao contrário do que pensei, o mago riu em voz alta enquanto olhava para cima. Simultaneamente, incontáveis chicotes de sombras se manifestaram sob seus pés.

Como ele invocou tantos? Isso é ainda parte do feitiço de antes?

Pelo visto ele iria levar a Mia agora de uma vez por todas e, já que ataque físicos não funcionavam, era a vez de um ataque mágico.

Eu tirei duas [Pistolas Mágicas] do bolso e configurei as bala com carga MÁXIMA. Para um inimigo com level tão alto, esse tanto provavelmente não iria o matar.

— Muito tarde.

Ao seu sinal, os chicotes avançaram em direção a mim e a Mia.

Eu os interceptei disparando continuamente, o que me fazia parecer um garoto com alguns problemas de Chuunibyou, mas apesar do meu desconforto não era hora para isso.

Rudy:  Todo mundo aqui já deve saber do que se trata, mas Chuunibyou é a mania de querer imitar os heróis de jogos/anime/filmes e afins, de qualquer forma.

Está funcionando.

Consegui destruir com sucesso todos os feitiços que se aproximaram da Mia, mas como não dava para segurar também os que vieram para mim, deixei que me atingissem. Não dava para fazer nada mesmo.

— Belo conjunto de armas.

— Você acha? Então porque você não deixa a Mia e a gente ir, que eu te dou uma. Que tal?

Fiz a minha oferta ao mesmo tempo que esmagava o chicote em volta do meu corpo com o cabo da arma. Foi quando ouvi o grito da Mia atrás de mim.

Ao me virar, percebi uma sombra se erguendo sob os pés dela, com mais dos chicotes das sombras tentando restringir os meus movimentos.

Em seguida, o mago começou a recitar outro feitiço.

Como deixar ele concluir o que quer estivesse fazendo não seria uma boa ideia, atirei contra ele usando as pistolas. A barra de vida do mago diminuiu um pouco, mas antes que a segunda leva o atingisse, já havia subido novamente.

Esse cara tem uma habilidade de ser invencível?

Tentei mudar o meu alvo para a varinha e disparei mais algumas balas.

— S-soccoro, nodesu!

— Socorro~?

Pochi e Tama tentaram agarrar os chicotes de sombras, acabaram ficando presas também. Mesmo com o feitiço causando algum dano, elas conseguiram se soltar e pedir ajuda.

Liza e Arisa olharam para mim como se estivessem pedindo ajuda, mas não se moveram um centímetro, aguardando uma abertura para atacar e se livrarem dos chicotes.

Todas as balas mágicas que disparei foram bloqueadas pelos chicotes que apareciam sob os pés do mago, até que então finalmente o feitiço [Portal das Sombras] que ele estava conjurando foi ativado.

O corpo de Mia começou a afundar nas sombras.

Eu imediatamente desisti de continuar atirando e me joguei sobre ela para impedir que afundasse mais na força bruta.

— Eu preciso lhe dizer que a melhor decisão será deixa-la retornar comigo. Se continuar com essa tentativa pífia de resgate, saiba que a vida dela estará em risco.

O mago começou a afundar nas sombras também, ainda cobrindo o rosto com seu manto.

— Sua força sozinha não é capaz de parear com um ser transcendente como eu, então desista de dessa resistência fútil. Se o que deseja é dar um fim a sua existência patética, sinta-se livre para visitar o meu labirinto e me mostrar a coragem e sabedoria necessárias para atravessá-lo.

Seja por causa de seu excesso de confiança ou simples descuido, ele continuou a afundar enquanto ria despreocupadamente, sem nem ao menos aguardar até que as sombras tivessem carregado a Mia para longe.

O meu corpo tinha começado a afundar nas sombras também, mas talvez por causa da habilidade de resistência, depois de apenas um centímetro a sombra ficou parada. Em se tratando de força física, os meus braços tinham mais poder que as sombras, mas a barra de vida da Mia tinha começado a descer e se eu usasse mais força que aquilo, ela provavelmente não resistiria.

Preciso tomar uma decisão.

— Arisa! Quando amanhecer, vá até a Guilda de Serviços pedir ajuda do Gerente!

Depois de dizer isso, eu me deixei afundar na sombra junto com a Mia.

A Arisa e as meninas podiam dar um jeito nas Sombras Perseguidoras sozinhas e, se possível, sem qualquer ferimento, eu espero.

O Gerente não me inspirava qualquer confiança, mas como se trata de uma crise envolvendo alguém da mesma raça, talvez a Nadi-san pudesse fazer alguma coisa.

 

 

◇◇◇

 

 

Quando afundei, tudo a minha volta se transformou numa imensidão escura. Não havia luz, como esperado de uma sombra e, obviamente sem oxigênio disponível também.

Uma sensação de dor atingiu o meu peito e a minha barra de vida começou a diminuir mais rápido do que quando fui atingido pelo chicote das sombras. Felizmente, de tempos em tempos os meus pontos de vida se enxiam novamente, talvez por causada da habilidade [Auto Cura]. O que significa que tem perigo de eu morrer por asfixia?

Mas mesmo se aqui tivesse ar, qualquer pessoal normal acabaria enlouquecendo num lugar assim após passar um longo período de tempo. Para piorar, por causa da sensação sufocamento, eu não conseguia me concentrar direito.

Ah, é mesmo, e quanto a Mia?

Como não dava para ver nem meu próprio corpo, eu não conseguia ver ela, obviamente. Foi então que tirei uma [Gota de Luz] do [Armazém] e coloquei um pouco de poder mágico nela.

Pensei que assim ao menos conseguiria ver minha mão, mas pelo visto não funcionou. Até o radar só conseguia localizar a mim nessa escuridão.

Talvez fosse a hora de usar o [Exploração Total de Mapa] depois de um bom tempo, mas mesmo ele me deixou na mão, indicando apenas a minha presença por aqui.

Ou será que eu fui o único a vir parar nesse lugar?

No mapa, tinha alguma coisa diferente escrita... [Área Sem Mapa].

— MAS QUE MERDA DE JOGO É ESSE!

Na minha raiva, o som ecoou por todo espaço, causando uma onda sonora que quebrou as paredes daquela dimensão escura, estilhaçando como vidro e desaparecendo os fragmentos.

Rudy: Foi mais ou menos assim que o Majin Buu e o Gotenks escaparam da sala do templo kkkk

 

 

◇◇◇

 


Eu vim parar numa sala parecida com aquelas onde os nobres realizavam audiências para receber o povo. Era uma sala vertical, com metade do tamanho de um ginásio escolar, só que com calçamento de pedra e grços pilares rochosos enfileirados até a parede, onde candelabros emitiam uma luz mágica que mais lembrava a lâmpadas de LED. Mais ao fundo, um trono se projetava na frente de uma enorme esfera de dois metros de diâmetro, irradiando uma luz arco-íris, enquanto flutuava a uma altura de um joelho do chão.

A Mia estava sentada naquele trono, parecendo estar dormindo. Do seu lado, uma linda mulher que eu não conhecia parecia estar cuidando dela. Curiosamente, as duas tinham rostos similares, porém a mulher tinha um tamanho de busto incomparável, enormes, macios, redondos e... não, isso não interessa agora.

O mago também estava presente no salão, balançando ritmicamente seu dedo de cima de um pedestal, parecendo um maestro em meio a um concerto. Ele então percebeu a minha presença antes que eu pudesse tomar alguma ação contra ele.

— Não pode ser!

Apesar de surpreso, ele continuou movendo as mãos, tocando sua música.

— Isso é um absurdo! Como saiu da minha [Prisão das Sombras!] Não é um feitiço que poderia ser quebrado por vermes insignificantes como você!

Olha, decida logo se você está surpreso, se vangloriando ou fazendo pouco de mim.

Meus pés ainda estavam um pouco instáveis, talvez por causa do espaço escuro de antes?

— Eu tenho um amuleto de luz comigo. Seus truques com sombras não vão funcionar em mim.

Ué? Eu não queria contar a verdade, mas de onde veio essa resposta tão convincente? Será que foi efeito da habilidade [Enganar]?

— Hmm, entendo, mas para alcançar meu objetivo, não posso permitir trapaças, posso? Este salão só é permitido para aqueles que tenham superado as adversidades do labirinto, essa é a regra.

O mago parou por um instante e começou a conversar consigo mesmo.

— Apenas um herói que tenha passado por todo o labirinto pode ser qualificado o bastante para matar a mim, o Rei Imortal.

O que é que esse cara está falando? O objetivo dele é cometer suicídio? E da onde veio essa história de “Rei Imortal”? Ele não disse que era o “Rei da Noite”, antes? Não dá para decidir um só nome não?

Mas deixando as baboseiras de lado, esse cara exalava um cheiro de insanidade absurdo. Ele envolveu a Mia e as meninas em perigo só para satisfazer a sua própria loucura?

— Se você quer morrer, morra sozinho. Não coloque gente inocente envolvida.

— Fuahaha, eu recebi a benção de um Deus e agora sou imortal!

Era irritante, mas pelo menos enquanto ele continuava com esse teatro estúpido, eu conseguia tempo para recuperar os meus movimentos. Infelizmente, o inimigo parecia ter outros planos.

— Bem, chegou a hora de você deixar a Sala do Mestre.

Quando ele deu seu aviso, as portas atrás de mim se abrirem e então...






Se gostou deste capítulo, considere acompanhar as atualizações apenas aqui na Anime X Novel! Assim, você estará apoiando a continuação do projeto!

Venha fazer parte também do nosso Canal no Discord e fique sabendo na hora
sempre que houver uma nova atualização! 


Death March 05-8 | Death March Índice | Death March 05-10 >



Faça uma busca aqui por mais Novels e Mangás em nossos Sites Parceiros!

You Might Also Like

Comment Now

0 comentários