Death March Web Novel Online 17-35

Posted



Death March Web Novel Online 17-35 

[Batalha nas Torres Púrpuras — Parte 2]


Death March Kara Hajimaru isekai Kyousoukyoku / Death March to the Parallel World Rhapsody Ilulstração Web Novel Online Capítulo 17-35 Tama apontando o dedo para a tela.

Satou aqui. Você não acha que situações onde aliados são colocados para lutar entre si devido a informações falsas algo relativamente comum em dramas e mangás? Em ficções, isso geralmente se resolve antes que as coisas evoluam para o pior cenário possível, mas sinto que no mundo real isso poderia acabar virando um completo desastre.

◇◇◇

— Meu nome é Brum Julberg, antiga seguidora da geração passada de heróis. Eu desafio o Herói Nanashi para um duelo. — Lady Brum apontou sua espada para mim e fez sua declaração.
Nós encontramos o grupo de heróis na frente da maior torre púrpura do mundo, assim que eles terminaram de lidar com a horda de monstros na antiga capital do Império Saga. Aparentemente, eles receberam um oráculo da Deusa Parion lhes dizendo para “Eliminar aquele que tem ameaçado a paz no mundo. Isto é, você, Avatar do Deus Demônio”.
Tentei perguntar a Hikaru se ela tinha recebido algum oráculo, mas ela balançou a cabeça que não.
Nós não tínhamos tempo para isso agora, então talvez fosse melhor colocar eles para dormir e deixar para resolver o mal-entendido mais tarde?
Enquanto ponderava sobre isso, uma certa dupla se colocou entre mim e Lady Brum, como se me protegendo.
— Ei, jovenzinhas. O que acham que estão fazendo?
— Meu instinto selvagem me diz que o Nanashi está do lado certo.
— Além disso, a gente já foi salva um monte de vezes pelo Nanashi e as meninas de armaduras brilhantes.
Elas eram as seguidoras de Hayato, Rusus da triba das orelhas-de-tigre e Fifi da tribo das Orelhas-de-Lobo.
Rudy: Apenas lembrando, a tribo das Orelhas-de-qualquercoisa possuem apenas cauda e orelhas daquele animal correspondente. Enquanto que os qualquercoisakins possuem o aspecto de um animal em pé.
— Não há senso de justiça em brigar entre amigos durante uma crise mundial.
— Loreiya… Até mesmo você que deveria ser uma serva fiel a Deusa Parion…
— Posso não ter a habilidade [Oráculo], mas gostaria de acreditar nos meus próprios olhos para discernir se uma pessoa tem uma boa ou má índole.
Loreiya se juntou então a Rusus e Fifi para formar uma linha defensiva.
— E-ei, espere!
— Deixando essas duas de lado, por que até mesmo você, Loreiya-ane!
Quando viram aquilo, os heróis Seigi e Yuuki começaram a entrar em pânico.
— O que vocês querem dizer com “deixando essas duas de lado”, heim?
— É assim que vão nos pagar depois de todo o treino que lhes demo antes de virem aqui?
Elas encararam fixamente para os dois heróis.
— M-mas, vocês sabem! Não é só a questão do oráculo!
Seigi deu um passo à frente.
—  Tanto o [Olho da Verdade (Há somente uma verdade)] como o [Procurar Malícia (Onde o mal se esconde)] que recebi da Deusa Parion estão me dizendo… Que o Herói Nanashi é maligno, ou seja, que ele definitivamente é um vilão!
Seigi fez um apelo com seu rosto quase a ponto de chorar, o que fez com que elas ficassem um pouco conflitantes.
Então, quer dizer que eu sou uma entidade maligna…
De repente, Arisa deu um tapinha em meu ombro. Pelo visto, acabei deixando o meu pensamento vazar através para ela com nosso [Link Familiar].
 [É claro que você não é.]
Senti como se quase pudesse ouvir a voz dela,
— Herói Seigi, em que se baseia a detecção do que é “Mau” pela sua habilidade?
— Eh? No que se baseia?
Aparentemente ele achou que a pergunta de Arisa não fazia o menor sentido.
— Ela apenas me diz “isso é mau”.
— Então, você está dizendo que é “Mau” dentro da perspectiva da Deusa Parion?
Antecipando que esta seria a resposta de Seigi, Arisa assentiu uma vez com a cabeça de apontar que a habilidade única dele não estava fundada em um julgamento imparcial, mas sim, na opinião pessoal de Parion.
— Viram? É assim que funciona.
— Você conseguiu entender, Rusus?
— Mas é claro que sim! É algo do tipo “Você é ruim porque Deus está dizendo”!
— Ah, agora saquei!
Rusus e Fifi estavam tendo uma importante discussão (Para elas), mas todo mundo decidiu educadamente ignorá-las. Não, espere, Pochi, Tama e lady Karina estavam balançando a cabeça firme para as duas.
— [Ótimo, agora só falta o Mestre contar para eles como a Deusa Parion se envolveu no roubo do Cristal Divino para o Deus Demônio.]
— [Não, Arisa. Até o momento isso não passa apenas de uma hipótese.]
Isso é praticamente certo, mas não podemos negar que estamos lidando com uma situação indefinida aqui. Afinal, evidências circunstanciais não servem de prova em um julgamento.
Rudy: Satou-san assiste muito C.S.I.
 — Obrigada por esperar! Okay, parece que nós temos uma situação bem séria aqui!
— Loreiya, pode nos o que está havendo?
A bordo de um [Cavalo de Madeira Voador], mais duas ex-seguidoras de Hayato, Lady Ringrande e Princesa Maryest chegaram.
— Recebemos um oráculo da Deusa Parion informando que o Herói Nanashi é na verdade um dos lacaios do Deus Demônio.
— Entendo… — As duas responderam ao mesmo tempo quando Loreiya lhes explicou.
— Brum-basan, me desculpa, mas você poderia baixar a sua espada, por favor?
— Ringrande e mesmo a princesa, vocês vão ficar do lado dele também?
— Isso mesmo. Não só porque o hayato me pediu, mas, sabe, comprar uma briga com ele é totalmente sem sentido.
— Sem sentido?
O rosto de Lady Brum ficou ainda mais fechado depois de ouvir o que Lady Ringrade disse.
— Escuta, se o herói Nanashi quisesse, já teriam três corpos deitados bem aqui.
— Mesmo que isso seja verdade, eu ao menos teria certeza de fazê-lo pagar um bom preço por isso.
— Sem chance, não há a menor possibilidade que isso aconteça. Mesmo que tivéssemos 100 Brum-basan aqui, ainda seria impossível. É claro, isso também se aplicaria para 1000 de nós.
— Não importa que seja impossível ou sem sentido, existem coisas neste mundo que você deve fazer não importa as consequências.
Pelo visto ela não tinha a menor intenção de recuar. Esse lado dela com músculos no lugar de cérebro me lembra realmente o filho dela, Zeff Julberg, líder das Oito Espadas de Shiga.
— Compreendo. Nesse caso, irei aceitar este duelo.
Afinal, não temos tempo a perder.
— Espera um pouco, Nanashi!
— [Não se preocupe, eu não planejo matar ela.]
Respondi à Lady Ringrande usando a Magia Espacial [Telefone] a fim de tranquilizá-la.
— Então, estarei enfrentando Brum-san e esses dois heróis?
— Sim, exatamente.
Depois de retirar do [Armazém] umas das Espadas Sagradas criadas por mim, assumi a minha posição de batalha.
— E-EI! EU NÃO CONSIGO LUTAR EM UM ALCANCE TÃO CURTO!
— ES-CUTA, ESCUTA! ACABEI DE USAR A MINHA [Espada da Condenação (A Justiça Sempre Vence)] AINDA AGORINHA! PRECISO ESPERAR MAIS UM POUCO ATÉ CONSEGUIR USAR DE NOVO!
Lady Brum olhou para os dois e estalou a língua.
— MUITO BEM, QUE SEJA EU SOZINHA! [LÂMINA MÁGICA!]
Ela lançou uma investida com sua espada ao mesmo tempo em que disparou para frente com um [Encurtar Terreno], mas depois de tantas batalhas simuladas em alta velocidade com as meninas beastkin, eu provavelmente poderia desviar disso até com meus olhos fechados.
Recebi o ataque dela com a minha mão envolvida em uma [Armadura de Mana], despedaçando sua espada.
— MAS COMO!?
Descartando sua espada e imediatamente sacar uma Espada Mágica de sua [Caixa de Itens], Lady Brum tentou recuar usando um [Movimento Oscilante], mas eu não lhe dei tempo o suficiente para isso. Após fechar a distância entre nós com o meu [Encurtar Terreno] e atingi o queixo dela com um soco leve, nocauteando-a na mesma hora.
Inclusive fiz com que dormisse com um feitiço de sono e paralisia simultaneamente.
Terminada a batalha, segurei o corpo inconsciente de Lady Brum usando as [Mãos Mágicas] e a entreguei aos dois heróis.
— Nanashi, você irá destruir esta torre também.
Eu dei a minha confirmação para a pergunta da Princesa Maryest.
— Ah, é mesmo. Vocês duas ajudaram a conseguir a aprovação do Imperador, não é? Valeu mesmo~
Só para garantir que as meninas não me ouvissem usando o padrão de fala de Nanashi, usei a habilidade de [Ventriloquismo] para que fosse audível apenas para a Princesa e as companheiras dela.
> Título: [Mago do Som] foi adquirido.
Nossa, fazia tanto tempo que eu  não ganhava um novo título.
Por alguma razão, Ringrande e a Princesa estavam tentando segurar o riso.
Ah, é verdade. Essas duas provavelmente já sabiam a verdadeira identidade do Herói Nanashi e das meninas.

◇◇◇

— UWAAAAAAA!
— EEEEEEEIIIIIII!
Enquanto eu ainda me sentia constrangido, os dois heróis começaram a gritar e a fazer movimentos estranhos. Luzes azuladas vazavam de dentro deles, com chamas vermelhas dançando ao redor do braço de Yuuki.
Ele acabou lançando uma chuva de bolas de fogo, mas que atingiram em um ponto muito distante de nós, causando enormes explosões. Já Seigi veio para cima de mim com uma luz azul recobrindo a sua espada, quase como se tivesse ativado sua habilidade única [Espada da Condenação], no entanto além dele estar completamente inclinado para trás, era bastante evidente que estava tentando afastar a lâmina para longe de mim.
— E-eu não consigo parar! Desvie!
De repente, a espada dele mudou de direção e veio direto para mim, mas como foi um ataque muito mais lento que o de Lady Brum, esquivar daquilo foi uma questão bem simples.
— S-seigi, o teu corpo está sendo controlado!?
— É bem provável!
— O meu também está se mexendo sozinho!
Assim que ouvi a resposta dos dois, os coloquei para dormir ao lado de Lady Brum.
— [Hikaru, como está do seu lado?]
— [Hmm, não sinto como se estivesse sendo manipulada ou coisa assim. Talvez seja por causa do efeito da armadura?]
Por um segundo fiquei preocupado que a mesma coisa acontecesse a ela, já que Hikaru também é uma [Heroína de Parion], mas para o meu alívio não foi o caso.
Apenas por garantia, equipei os dois com a versão mais nova das armaduras de ouro, equipadas com proteção anti-controle mental. Eu poderia simplesmente deixá-los aqui se quisesse, mas seria ruim se eles acabassem engolidos pelos monstros de vanguarda que vinha da torre. Portanto, os teleportei a força para frente do portão da antiga capital.
— Me pergunto o que Parion-sama planeja conseguir fazendo isso…
A Sacerdotisa Loreiya murmurou para si melancolicamente.
— Vamos apenas perguntar a ela diretamente, então. Além disso, não há qualquer garantia que tudo isso seja feito de Parion-sama.
Lady Ringrande colocou a mão no ombro de Loreiya antes de vir até a mim.
— E então, vai destruir a torre agora?
— Não, primeiro vai ser preciso fechar o portal conectado ao Submundo no alto da torre.
Ou para ser mais preciso, eu iria selar os caminhos que conectam este mundo a ele… e, se possível, o Submundo inteiro. Tenho certeza que nem o Deus Demônio conseguiria despachar facilmente o seu exército uma vez que a rota de baixo custo for fechada.
— Nós iremos com você!
— Isso é desnecessário.
— Qual é, não diga isso. Deixa a gente ajudar a diminuir o número de inimigos como pedido de desculpas pelos problemas que causamos a vocês.
Bem, para ser sincero eu não me importo.
A maioria delas trabalhava bem tanto na linha de frente como na retaguarda, então elas iriam se adaptar bem ao time de prata.
Uma vez decidida a nossa formação, entramos na torre e coloquei um selo na entrada para que ninguém de fora pudesse interferir.
— Aquilo ali é um selo? Não vai ser ruim se acabarmos em uma situação onde não pudermos escapar?
— Vai ficar tudo bem, este selo permite que as pessoas de dentro consigam ir para fora.
Apesar de que já não deveria ter mais ninguém a esta altura, este selo seria o suficiente para lidar com qualquer aventureiro que ainda estivesse no interior da torre.

◇◇◇

— Aqui vamos nós, Asa Direita!
— Pode deixar, Asa Esquerda!
Shiro (Asa Direita) e Crow (Asa Esquerda) voaram para cima, deixando um rastro de luzes cintilantes saindo de suas armaduras de prata, quando correram em direção a horda de monstros de vanguarda.
Elas tinham sido fortalecidas pela Habilidade Única de Zena-san combinada com sal Magia do Vento [Exército Santo], além do feitiço avançado de Magia da Natureza [Ato Heroico], lançado por Hikaru e eu.
— < ASAS, VOEM! > [Dança das Plumas Gêmeas!] — Gritaram as duas ao mesmo tempo.
Inumeráveis pequenas pontos cercaram elas e então avançaram contra os monstros de vanguarda, os deixando cheios de ferimentos.
Esta era uma nova técnica que desenvolvi graças ao feedback positivo que tive durante a elaboração do [Estilete do Vento] de Zena-san.
— Droga, essas crianças Wingkin são incríveis.
— A gente não pode perder para elas!
— Vamos lá, Fifi!
— Ou!
Rusus e Fifi cuidaram dos monstros que escaparam de Shiro e Crow, sem qualquer movimento desnecessário.
— Golens Escudeiros, mantenham aberta a passagem para essas quatro!
A Princesa Sistina seguiu logo atrás delas com seu exército de golens.
— [Ei, Mestre. Não seria mais rápido ir até o topo com a sua habilidade única?]
— [A estrutura da torre está diferente de antes, então os dados do mapa que eu tinha foram todos resetados.]
Para ser mais preciso, o mapa havia sido substituído por um novo. As coisas seriam mais rápidas se eu avançasse com [Passo instantâneo] e então teletransportasse todo mundo quando chegasse no topo. Entretanto, agora nós não só estávamos conquistando a torre ao modo antigo como essa também era uma boa oportunidade para os membros do time de prata aumentaram de level.
A este passo, estaríamos no último andar antes do fim do dia.

◇◇◇

— Ufaa~?
— Não consigo me mexer mais.
— Bom trabalho, nanodesu. Vocês duas foram incríveis, nanodesu!
Pochi trouxe um pouco de suco e algumas rosquinhas como recompensa para Shiro e Crow assim que elas terminaram de limpar os andares inferiores da torre. Atualmente, a nossa linha de frente era composta por Rusus, Fifi, o exército de golens e Lady Karina.
— KUNGFU, RANBUUUUUUUUUUUUUU!
Rudy: Geralmente os ataques da Karina são referência a algum golpe de artes marciais, mas não sei o que significa  クンフー・ランブゥウウー!
Com a ajuda de Raka, ela devastou os inimigos localizados nos andares intermediários.
— Eu fico impressionada de como dela consegue fazer esses movimentos assustadores além de ter esses peitões enormes balançando.
— Já eu estou mais surpresa é que aquelas coisas não se rasguem com quão intenso são os movimentos que ela faz.
Rusus de lado, o comentário de Fifi estava um pouco equivocado quanto a isso. A armadura de prata de Lady Karina foi um ambicioso projeto meu que combinou perfeitamente poder defensivo com uma sustentação flexível para apoiar os seios. Pode-se dizer que não existe um equipamento mais apropriado para ela do que este.
— Você deixou alguns deles passarem. ■■ [Explosão Imediata!]
Lady Ringrande usou um feitiço de ativação rápida contra um monstro de vanguarda de grande porte antes de decepar sua perna com uma espada mágica envolvida em [Lâmina Mágica].
— MARY!
■■■■■ [Relâmpago Penetrante!]
A Princesa Maryest disparou um feitiço avançado de Magia Elétrica com uma conjuração impressionantemente curta. O relâmpago que ela lançou atravessou a barreira de monstro de vanguarda antes de perfurar o seu olho.
— P S Y C L O O O O O O O O O O O Z P!
Logo em seguida, o monstro caiu no chão, espalhando uma nuvem de poeira acumulada nos espaços entre o pavimento e causando um tremor.
— Tanto a dona Mary como a dona Rin são incríveis, nodesu!
Lady Ringrande escovou os cabelos para trás, parecendo não se importar muito com o elogio de Pochi. Atrás dela, o punho do monstro de vanguarda de grande porte estava vindo em sua direção.
— < RECITEM! > Servos Sagrados! ■■■ [Javelin Sagrado!]
Os [Servos Sagrados] que Sera lançou, ressoaram com a feitiço intermediário que ela estava recitando, pulverizando o punho gigante que se aproximava de Lady Ringrande.
— Ane-sama, sua maior inimiga é você mesma.
— Impressionante, Sera. [Mina Explosiva].
Ringrande finalizou o inimigo recitando o reverso de ativação da magia que ela tinha colocado em modo de espera.
Apesar de que Sera literalmente revelou sua identidade como Cavaleiro de Prata Sagrado, não tinha problema já que todas já haviam percebido a identidade das garotas.
— Suponho então que tenha sido uma intromissão da minha parte?
— Não, que é isso. Fico mais do que feliz em receber o amor da minha irmãzinha.
— I-isso não teve nada a ver com amor! Eu só tentei ajudar porque seria um problema para nós caso você se machucasse, Ane-sama!
— Hou? Tudo bem, vou deixar por isso mesmo, por enquanto.
Um sorriso de orelha-a-orelha surgiu sob o capacete de Lady Ringrande quando ela viu Sera virando o rosto para esconder o seu embaraço.
— Bem, bem, agora que eu já me abasteci o suficiente de amor, ainda resta algum azarado de pé para brincar comigo?
Ela se virou pulando de alegria na direção dos monstros e começou um genocídio indiscriminado de monstros de vanguarda, combinando suas técnicas de espada e magias explosivas.
— Uau… tenho até pena desses monstros.
— Céus, essa garota é sempre tão…
— Logo, logo o gás dela acaba e ela vai retornar para nós.
Em resposta ao comentário atônito de Arisa, a Princesa Maryest e Loreiya deram uma réplica soando acostumadas com isso.
— Zena-tan, Mary-tan, tem hordas de monstros vindo por ambos os lados.
Percebendo a aproximação de novos inimigos, Arisa deu um alerta para a retaguarda.
— Obrigada pelo aviso, Vermelho. [Tempestade!]
— …■■■■ [Inferno de Raios (Keraunos)!]
Com a ativação do feitiço em espera de Zena-san e o fim da magia conjurada pela Princesa Maryest, as hordas que se aproximavam foram aniquiladas de uma só vez.
— …■■ [Explosão Heroica!]
Com o feitiço de Loreiya, todos aqueles que possuíam o título de [Herói] tiveram o seu poder ofensivo aumentado. Aparentemente, aquele era um feitiço sagrado transmitido apenas para a Facção do Herói no Templo de Parion da antiga capital.
A magia não teve qualquer efeito em mim, mas fortaleceu e muito a princesa Maryest e suas companheiras, aumentando inclusive a recuperação de mana delas.
Que magia mais conveniente.
Apesar de que ela acabou consumindo uma enorme quantidade de poder mágico de Loreiya, portanto ela não poderia usar com muita frequência.
— [Caminho encontrado~?]
— [Bom trabalho, Tama]
— [Nihehe~?]
Após receber o relatório de Tama que estava responsável por investigar os arredores, chamei de volta todos os membros do time de ouro que estavam sendo liderados por Liza na missão de exterminar os monstros do andar. Tama e Pochi bateram as palmas assim que ela retornou.
Assim, nós deixamos os andares intermediários para trás e seguimos para os superiores.
— Parece que a partir de agora vai começar a surgir os [Dragões Malignos de Vanguarda].
Rudy: Tenho quase certeza que deveriam ser Semi-Dragões de Vanguarda.
Na frente dos olhos de Arisa estava ocorrendo uma batalha feroz entre a equipe combinada do time de prata e as seguidoras de Hayato.
— Continue assim~?
— Ali! Acerte ali, nanodesu!
— Aah, cuidado!
As garotas estavam quase pulando de cima dos seus assentos enquanto assistiam a batalha.
— Masuta, requisitando permissão para ajudar.
— Negado.
 Exceto por magia de suporte, nós só iríamos ajudá-las quando a situação ficasse realmente ruim ou caso pedissem por ajuda. Nesse momento, Lady Karina já havia soprada para longe do campo de batalha, mas acredito que ele iria voltar sem nenhum ferimento.
— Só mais uma!
— Bem ali, nodesu!
— Continuem.
Após quase uma hora de duro combate, o Dragão Maligno de Vanguarda finalmente deu seu último suspiro.
— Essa foi quase, não é?
Os membros da linha de frente e do meio estavam com seus equipamentos em frangalhos e quase metade dos golens foram perdidos. Quanto aos da retaguarda, estavam intocados, mas sem qualquer mana restando.
— Esses Semi-Dragões de Vanguarda estão mesmo em outro nível.
Rudy: Ué? Começaram a chamar de Semi-Dragões do nada?
Lady Ringrande tirou seu elmo e limpou o suor.
— Sinto como se até pudéssemos derrubar um dragão de verdade agora.
— Ahahaha, por que não tentamos isso mais tarde?
Rusus e Fifi bateram seus punhos alegremente enquanto caídas, completamente sem forças no chão. Essa era uma amostra e tanto de espírito de batalha.
— Os próximos estão vindo~?
— “próximos”!?
—  Você fala de Mantícoras?
Recebendo o aviso de Tama, as duas perguntaram de volta hesitantes.
— Nuh uh, nodesuyo. É uma horda de Dragões Malígnos, nanodesu.
— Horda!?
— De Dragões Malígnos!?
— Isso mesmo, nanodesu. Dá para dizer isso pela vibração que vem do chão, nodesuyo.
Assim como instruídas, Rusus e Fifi pressionaram as orelhas contra o chão.
— Geh, é sério!?
— Isso não é nada bom! Vamos fugir!
Diante das duas que estavam com o rosto pálido, Tama e Pochi balançaram o indicador enquanto dizendo “Chichichichi”.
Parece que elas tinham aprendido isso depois de imitar a reação de Arisa daquela vez.
Arisa, por favor, pare de ensinar essas para as crianças.
— Deixe tudo para Pochi (Amarelo) e suas amigas, nodesuyo.
— É a vez de Tama (Rosa)~?
Muito bem, parece que chegou a hora dos membros de ouro brilharem.


Death March Kara Hajimaru Isekai Kyousoukyoku / Death March to the Parallel World Rhapsody


Se gostou deste capítulo, Solucione o nosso CAPTCHA DE DOAÇÃO e aguarde

por 5 segundos, assim estará apoiando a Anime X Novel!



Share on Google+

Faça uma busca aqui por mais Novels e Mangás em nossos Sites Parceiros!

You Might Also Like

Comment Now

0 comentários