Death March Webnovel 2-12

Posted




Death March 2-12
[O Labirinto do Demônio – Parte 5]

Death March To The Parallel World Rhapsody Capa Capítulo 2-12

Satou aqui. É difícil fazer com que as pessoas acreditem em algo que nem mesmo você acredita.
Só mais um pouco até chegarmos à saída. Quero voltar para a vida cotidiana o mais depressa possível.


◇◇◇


— A saída deve estar logo adiante. Eu tenho duas razões para acreditar nisso: a primeira, até agora não tínhamos encontrado um único demônio, mas agora tem um de guarda naquela sala. A segunda, o número de inimigos é claramente maior do que antes.
Essas duas razões são bem fraquinhas, não é...?
— ...Não consigo entender como isso prova que a saída fica nessa direção.
— Por que não tomamos um desvio como aquela Semi-humana sugeriu?
Vocês têm toda razão... No entanto! É a minha vez de argumentar agora!
— Viconde-sama, por acaso o senhor esqueceu que este labirinto criado por um Demônio? Não tenho a menor dúvida de que ele só colocaria outros demônios num lugar que não quisesse que as pessoas passassem.
Duh! Eu devia ter usado essa logo no começo!
— Mas eles são muito mais numerosos do que nós. Não acho que conseguiremos passar por tantos assim sozinhos.
Eu sei disso...
— É claro que temos uma chance... com a magia do Visconde-sama.
Não cheguei a vê-lo usar uma única vez até agora, mas a [Tempestade de Fogo] que conjuraram na praça contra o Demônio tinha sido bastante chamativa. Isso serviria pelo menos de cobertura.
Opa, acho que não era para eu saber sobre isso.
— Como o senhor deve saber, mortos-vivos são fracos contra o fogo. Mais do que isso, ouvi dizer que o Visconde-sama era o melhor usuário de Magia do Fogo em todo o Condado.
— Umu, é por esta razão que sou o vice-capitão das tropas de soldados mágicos.
Ele já não parecia mais contra a ideia. Além disso, quem diria que é o superior de Zena-san, heim?
— Visconde-sama, tenho uma pergunta a fazer pelo bem do sucesso da nossa estratégia. Quantas vezes o senhor pode conjurar a [Tempestade de Fogo]?
— Apenas uma, mas posso usar um [Pilar de Fogo] logo em seguida para bloquear a passagem.
Fumu, então esse é um feitiço com um consumo bem alto de magia?
Foi conveniente que o tópico de discussão agora era sobre como iríamos lutar. No instante em que a visão fosse obstruída pela magia, tudo o que eu precisava fazer era exterminar os inimigos com algumas moedas.
> [Habilidade: Estratégia] foi adquirida.


◇◇◇


A [Tempestade de Fogo] do Visconde Belton inundou furiosamente a sala. Ao longe, o demônio que parecia um grande olho com asas resmungou alguma coisa, mas que não pode ser ouvida com o começo da súbita batalha.
Um ataque surpresa é a mais básica das estratégias.
— Pochi, Tama! Atirem as pedras nos inimigos que se aproximarem! Liza, ataque qualquer um que conseguir passar pela chuva de pedras!
Agora que dei as instruções para as meninas, vou esmagá-los com as moedas antes que o fogo se apague.
Acertei o olho alado com a última pedra sagrada que tinha comigo. Eu não sabia nem o que dizer com aquele enorme ponto fraco bem na vista. De qualquer forma, a pedra sagrada atravessou o olho e jogou o demônio contra a parede, quebrando seus ossos. Felizmente o som da pancada foi mascarado pelo barulho da [Tempestade de Fogo].
Quanto aos três monstros do tipo esqueleto de maior nível foi necessário apenas uma rodada de moedas para exterminá-los. Uma espingarda de moedas para ser mais preciso.
Rudy: Quando o Satou diz “Espingarda de Moedas”, significa que jogou várias de uma vez, como um projetil fragmentado de uma espingarda.
No momento em que a magia se dissipou, restavam apenas 7 dos esqueletos mais fracos, com apenas metade do seus pontos de vida sobrando.
Por hora, vamos dar um pequeno elogio aqui.
— Isso foi incrível, Visconde-sam! Tendo sido enfraquecidos pela sua magia, os monstros se tornaram fáceis de derrotar até mesmo com as pedras!
— Fumu, esses mortos-vivos profanos foram purificados pela minha chama mágica!
— Impressionante. Foi a primeira vez que vi um feitiço deste tamanho e com tanto poder de fogo!
O Visconde fez um olhar triunfante enquanto ouvia os elogios de Nidoren-shi. Deixei com ele a tarefa de afagar o ego do Visconde e fui ajudar as garotas a limpar o resto dos peixes pequenos.
Liza atacou o pé de um esqueleto quebrando assim o seu balanço, então Tama e Pochi atacaram juntas, destruindo-o. Aproveitando o pouco de cobertura que ainda restava pelo fogo na área, destruiu o restante deles usando moedas de cobre.
Acredito que seja por causa da habilidade [Atirar] que a barra de vida deles foram reduzidas tão fácil apenas disparando moedas com o meu polegar...
É uma pena que não tenha surgido nenhuma habilidade [Ejeção]. Isso ia ser tão legal.
Rudy: Shidan (Peteleco) no original.]
> [Título: Matador de Mortos-Vivos] foi adquirido.
> [Matador de Demônios] foi adquirido.


◇◇◇


Assim que terminamos de liquidar o último esqueleto, fomos na direção da saída, mas como seria problemático se mais monstros aparecessem, deixamos os núcleos mágicos para trás.
A passagem desta vez foi diferente de tudo que tínhamos visto até agora, sendo feita de pedras pavimentadas, como as encontradas dentro das salas que passamos. O corredor tinha quatro metros de largura, com três de alta e, graças a isso, era bastante claro, sendo uma linha reta até que então faria uma curva antes de chegar na última sala.
— É o cheiro de ar fresco, nanodesu!
Pochi nos contou o que descobriu enquanto corria alegre em círculos ao meu redor. Eu já tinha me tornado consideravelmente acostumado desde a primeira vez que ela fez isso.
— Quando chegarmos lá fora, vamos comer alguma coisa deliciosa.
— Carne~?
— Carne, carne, carne~!
Como Liza estava protegendo a retaguarda, ela não participou da comemoração feliz de Tama e Pochi.
De repente, o meu radar captou o aparecimento de várias marcas na sala final. No entanto, se tratavam de pontos brancos, indicando inimigos neutros. Era provável que se trata-se do exército territorial.
Curiosamente, o sacerdote de colarinho azul chegou ao salão de antes que eu percebesse. Que tipo de truque será que ele usou?
Bem, tanto fazia, na verdade. Tudo o que eu queria era tomar um bom banho e uma caneca de cerveja bem gelada. Embora isso provavelmente fosse impossível.
— A voz de pessoas~
Pochi me alertou enquanto apontava adiante. A passagem à frente se tornou visível e mais três voltas depois disso, chegaríamos a saída.
— A parede~estranha?
Tama me informou e eu confirmei no mapa que havia uma passagem atrás da parede. Talvez fosse algo como aqueles atalhos que frequentemente se encontra nos labirintos dos jogos.
— Tem uma porta secreta ali também. Não se aproximem de lá.
— Aye!
— Sim, nanodesu!
Quando nos passamos em frente à passagem secreta... As patas de uma fera atravessaram pela porta!
Eu rapidamente chutei para longe os fragmentos da porta e atirei Tama e Pochi para o canto da passagem, enquanto o corpo enorme do monstro ainda se revelava.
Se possível, também queria ter saído da frente, mas caso cometesse algum erro, os outros três poderiam acabar se machucando.
Pegando a besta com as mãos, parei o seu avançado, mas ela rapidamente chutou forte o chão e nós dois voamos por cima do restante do grupo.
Foi então que eles finalmente perceberam a presença do inimigo e começaram a gritar, sendo facilmente suprimidos pelo rugido da besta.
Essa é a volta da besta zumbi de antes! Não, espera. Tem dois chifres agora, então não é a mesma.
Deixando isso de lado, o que deveria fazer agora?
Como essa coisa tinha subido todo o caminho pelo precipício na passagem secreta, significava que eu não poderia lidar com ela da mesma forma que a outra e como a diferença de level era muito grande, caso pedisse a ajuda das meninas, elas poderiam acabar morrendo. Seria ótimo se o Visconde pudesse usar um feitiço como antes, mas o poder mágico remanescente dele era insuficiente...
O meu processo de pensamento estava correndo solto enquanto desviava do ataque das mandíbulas da Besta Morta-Viva.
■■■■ ■■ ■■■ ■■■■ [Martelo de Ar]!
Uma massa invisível de ar comprimido veio da direção da saído, empurrando a besta zumbi para longe, inclusive eu.
Parecendo tentar reduzir a força do vento, ela saltou de volta para a entrada da sala anterior. De repente, a porta do outro lado se abriu e o sacerdote de colarinho azul saiu dela.
Que hora ruim para aparecer!
— FECHE A PORTA! É UMA BESTA ZUMBI!
Graças à habilidade [Amplificação Vocal] e o eco da passagem, o aviso foi mais alto do que o esperado.
Sem entrar em pânico, o sacerdote começou a conjurar um feitiço.
Não seja ridículo! Você vai morrer antes que consiga terminar!
Ouvindo o som do encantamento, a besta se voltou para ele.
Não tenho escolha. Vou fazê-la se concentrar em mim e ficar brincando de desviar até que ele termine a conjuração.
■■ [Purificação (Banir Mortos-Vivos)]!
QUE RÁPIDO!
A besta parou de se mover e se transformou em um animal empalhado, sem poder nem ao menos ficar em pé por si. Com isso, a ameaça se foi.
Bom trabalho, sacerdote-de-colarinho-azul-san!
— ZATOU-ZAAAAAAAAAAANNNNNNNN!!!
Antes que pudesse me virar para a origem da voz, fui rapidamente agarrado pela Zena-san vestindo uma armadura de couro.
— UAAA, que bom que vocês está beeeemmmm! Que boooommm!!!
Ela esfregou o rosto freneticamente contra o meu peito.
Então, o feitiço de antes foi da Zena-san, heim?
Do outro lado da sala, os soldados começaram a aparecer e rapidamente trataram de resgatar o Visconde.
As meninas também vieram para o meu lado, mas elas ficaram apenas olhando a uma curta distância. Liza foi quem tratou de deixar Pochi e Tama em cheque para não virem aqui.
— Sim, eu estou de volta (tadaima), Zena-san.
Ela então enxugou as lágrimas e levantou o rosto para mim.
— Bem-vindo de volta (Okaeri), Satou-san.

O seu sorriso coberto de lágrimas era absolutamente adorável.


Se você gostou deste capítulo, CLIQUE AQUI, solucione o Captcha e aguarde

por 5 segundos, assim estará apoiando a Anime X Novel!





Share on Google+

You Might Also Like

Comment Now

0 comentários