Death March Webnovel 16-55

Posted



16-55. Torre dos Sábios (4)
  A próxima atualização do autor será no dia 15 de Julho.

Satou aqui. Diferente de ficções como dramas e mangás de detetive, eu adoraria se incidentes parassem de ocorrer cada vez que eu chegasse a um luar novo. O cotidiano de uma vida pacífica é sempre o melhor.


◇◇◇


“ Qual a emergência?”
“ Karina, ela~.”
“ Vamos juntos, nanodesu! ”
Guiado por Tama e Pochi, fui levado para algum lugar através das sombras. Após sairmos em um beco escuro, chegamos a um espaço aberto próximo a muralha externa da cidade de Kariswolk.
Algo parece errado, pois há muitas pessoas caídas no espaço aberto, parecendo estar sofrendo de alguma doença.
— Poderia ser, intoxicação alimentar?
“ Rápido~”
“ Mestre, por aqui, nanodesu!”
Tama e Pochi me puxaram pelas mãos até onde a marca azul no meu Mapa que indicava Karina estava.
“ Goshujin-sama, por aqui!”
Liza me chamou da direção onde a marca azul estava.
Lady Karina está sentada próxima a um bebedouro no centro da praça.
“ Karina-sama, você está bem?”
“ ...Satou.”
Ela virou-se para mim com uma expressão de dor quando a chamei. Sua condição atual está evidente acima dela na tela do [AR].
— Estado [Maldição: Em Progresso].
Nunca imaginei que haveria um mau estado o qual Raka não pudesse anular. Parece que Lady Karina foi amaldiçoada por alguém.
Não acho que haja alguém que alvejaria uma pessoa que acabou de chegar no país, então verifiquei a condição das pessoas que estão caídas ao redor.
Como esperado, todos eles também foram amaldiçoados.
“ Goshujin-sama~?”
“ Karina vai ficar bem, naodesu?”
Tama e Pochi olharam preocupadamente para mim.
“ Claro, não se preocupem, ela vai ficar bem.”
Eu sorri de volta para aliviar as duas e então selecionei a Magia da Alma [Retornar Maldição] na minha coluna de magias.
Existe uma magia capaz de devolver uma maldição a quem lançou várias vezes mais poderosa, [Karma], mas eu poderia acabar matando o alvo.
—[Traçar Maldição: Caminho para casa].
Selecionou uma magia conveniente capaz de traçar o caminho que a maldição fez até retornar ao seu usuário.
Assim que usei a magia, uma nuvem negra de miasma deixou o corpo de Karina, foi em direção a multidão e foi para o céu—
“ Nyu?”
“ Ela se foi, nodesu.”
Por alguma razão, ela foi repelida e desapareceu quando estava a ponto de voar sobre a água.
Normalmente isso iria voar até o conjurador da magia, mas aparentemente há algum tipo de mecanismo Anti-[Retornar Maldição] em uso então minha magia foi interrompida.
Mas, já que o estado de Karina retornou a ser [Normal], está tudo bem.
Quanto as demais pessoas, ao invés de usar [Retornar Maldição] um por um, apenas usei uma Magia de Luz Avançada, [Purificação da Luz Divina] e curei todos ao mesmo tempo.
“ Nyu!”
No exato momento em que eu iria ativar o feitiço em minha coluna mágica, Tama usou suas garras para atacar no meio do ár. Com minha capacidade visual fortalecida por skills, pude perceber caindo um mosquito partido em dois.
Ah, é apenas um mosqui— Espera, um mosquito em plena  estação de inverno?
Por quê?
No instante em que pensei isso, recordei a conversa que tive com Arisa.
[Eles foram picados por insetos, não é? Talvez eles fossem o vetor para a infecção vampírica?].
Enquanto pensando “Sem chances”, localizei uma quantidade deles a qual não poderia ser ignorada nos arredores.
Não tenho qualquer razão para ignorar isso, por tanto, operei a coluna mágica mais uma vez e coletei a todos usando a Magia de Vento [Controle de Ár] e os armazenei em um sub-espaço que criei usando a Magia Espacial [Garagem].
A neve recém caída acabou sendo sugada também, mas já que ninguém iria se importar por algum assim, vamos deixar por isso mesmo.
Após capturar e armazenar um rato que havia ficado na mesma condição que a Lady Karina, eu uso a magia [Purificação da Luz Divina] no restante das pessoas no espaço aberto.
Uma luz bastante chamativa emana pelos arredores, mas como no momento somos os únicos capazes de prestar atenção ao evento, não há problemas.


◇◇◇


“ Então, o que exatamente aconteceu aqui?”
“ Uma criança quebrou um pote, nanodesu.”
“ Um adulto iam bater nela com uma vara~”
“ Ele queria bater nela com a vara, nanodesu!”
Eu começo a organizar a informação que estou recebendo, conforme Pochi e Tama continuam com sua narração.
A meu pedido, Liza foi patrulhar um pouco a região. Acho que posso ter cometido um engano na seleção dos membros desse grupo.
As meninas contaram que havia um homem próximo ao bebedouro com um grande pote ao seu lado. Dentro dele, estava armazenado água quente, a qual ainda está derramada no chão. Uma criança brincando de esconde-esconde, acabou esbarrando no homem, fazendo o pote cair e quebrar.
Em seguida, Lady Karina e as meninas, seguraram o homem que estava enfurecido e havia pego uma vara no chão para bater na criança.
Enquanto ouvindo a história, eu furtivamente armazeno o pote quebrado e os seus estilhaços em meu [Armazém]. De acordo com a leitura do [AR], o pote foi criado na antiga capital do Império Saga.
... Império Saga, huh.
“ Reembolso.”
“ Ele nos disse para reembolsar o pote-san que a criança quebrou, nodesu.”
“ E vocês pagaram?”
“ Economias secretas~?”
“ Pochi e Tama pagaram com suas mesadas, nanodesu!”
Checando as bolsas mágicas das duas, todas as moedas de ouro que as dei, desapareceram.
[Mesmo assim, o homem insistiu que não era o suficiente e tentou tomar a joia que atua como meu núcleo de Karina-dono, mas graças a um largo diamante que Tama-dono guardava como economias secretas, ele cessou suas demandas].
O [Item Inteligente], Raka, o qual Lady Karina possui, adicionou mais alguns detalhes. Aparentemente, foi ele quem tomou conta do resto.
 O diamante que Tama possuía foi um experimento meu usando magia, então terei certeza de criar outro mais tarde e lhe dar como compensação.
“ Então, para onde o homem foi?”
“ Fugiu enquanto dançava~?”
Tama apontou para o portão leste.
[Assim que o homem partiu, as crianças começaram a desmaiar na praça].
Elas caíram uma após a outra e eventualmente foi a vez da Lady Karina.
“ Medicinas sem efeito~?”
“ Nem antídoto, nem panaceia, nodesu!”
“ Deve ter sido assustador.”
Acaricio a cabeça das duas conforme elas vão fazendo gestões para explicar o que aconteceu. Devido ao que aconteceu a Cavaleira Templária do Império Weasel, Lady Liedill, quem acabou se tornando meu familiar, tenho restringido o uso do [Elixir de Sangue] apenas para casos de vida ou morte.
Vou deixa-las carregarem algumas garrafas de [Elixir] comum na próxima vez.
“ ...Satou.”
“ Como está se sentindo?”
“ Estou bem, desuwa.”
Lady Karina lentamente se levantou.
Parece que ela já está recuperada graças a sua skill [Auto Recuperação].
“ Cadete Pochi, Cadete Tama! Irei agora apontar as suas missões!”
“ Aye!”
“ Sim senhor, nanodesu!”
As duas entraram em posição de sentido mantendo a postura ereta. Eu as peço para tomar de conta das pessoas doentes ao redor.
“ Irei ajudar também, desuwa!”
“ Sim, caso já esteja completamente bem. Raka, sinto muito, estarei contando com seu suporte as garotas.”
[Umu, deixe por minha conta].
Os guardas provavelmente estarão aqui em breve. Vou deixar para Raka-dono cuidar deles.
Dou as costas para elas e disparo em direção à onde o homem foi junto a Liza, quem acabou de retornar de sua patrulha.


◇◇◇


“—UWAAAAAAAA!”
O homem, o qual estava cavalgando um [Rato Negro das Neves], foi jogado de sua montaria em direção a uma pilha de neve, quando a besta subitamente parou.
Deixo a besta sob os cuidados de Liza, pois seria problemático se ela entrasse em frenesi.
“ Você parece bastante apressado. Por acaso tem negócios urgentes em algum lugar?”
Levanto o homem e começo a falar com ele.
“ D-Deixe-me ir!”
Quando ele tentou se livrar de minha mão, o empurro contra o chão e saco minha [Espada das Fadas] diante de seu rosto.
“ O que estava fazendo próximo ao bebedouro? Pouparei a sua vida se você começar a falar.”
Ameaço o homem enquanto confio nas skills [Enganar] e [Interrogatório]. A razão pela qual tenho certeza de que esse homem possui envolvimento direto nesse incidente, seu deu pelo fato de ele ser a única pessoa a fugir da cidade a toda velocidade.
Só por segurança, vou usar a Magia Psíquica [Detectar Mentiras] para confirmar a informação. Esta magia não é totalmente precisa, mas é bem melhor que nada.
“ Eu apenas fui pago! [Vigie o pote], foi o que disseram!”
E o resultado foi... Verdadeiro.
Fiz uma expressão cruel e sinalizei com o queixo para que continuasse.
“ Eu não sei quem eram, pois estavam escondendo o rosto com um capuz, que infernos! Não faço idéia de quem eram!”
Ele não sabe quem eram... Mentira.
“ Não minta. Você deve saber quem eles eram.”
O rosto do homem começou a pulsar nervosamente quando fiz essa declaração.
“ C-como—.”
“ Fale.”
Aproximei a espada para coagi-lo.
Se eu tivesse usado a skill [Coerção] é provável que o homem tivesse desmaiado.
“ E-eles eram Estudiosos-sensei, que nem você.”
“ Que estudiosos?”
“ Não faço idéia. Eles tinham o [Círculo da Sabedoria] exatamente como você.”
Aparentemente foi assim que ele descobriu que eles eram Estudiosos.
Coloquei marcas em todos que possuíam o [Círculo da Sabedoria] dentro do país.
Nenhum parece estar agindo de forma suspeita.
“ Ei, já lhe disse tudo que sabia. Me deixe ir. Eu serei morto por aquele Estudioso-sensei se continuar aqui.”
“—Morto?”
Isso seria brutal.
“ Foi por que quebrei uma importante ferramenta experimental. Aquele Estudioso-sensei que chegou até mesmo matar seus companheiros, não pensaria duas vezes antes de se livrar de mim.”
Bem, eles são um bando que está deliberadamente espalhando uma infecção vampírica, afinal. Então que muito não seria estranho.
“ E-eu, acabei ouvindo eles...”
Este homem possui a habilidade [Ouvidos Atentos] e aparentemente com isso, ouviu o estudioso em questão instruindo homens de branco para se encarregarem de assassinatos, no beco escuro.
“  Quem é o alvo deles?”
Não posso ignorar uma questão de vida ou morte.
“ Eles mencionaram três nomes.”
E os nomes que saíram de sua boca, soaram familiares para mim.
Bruxa, O Aprendiz e a Miko do Oráculo.
Milagrosamente, os três são conhecidos meus.
“ ...São os guardas.”
Olhando na direção na qual o homem murmurou, vi guardas vindo até aqui enquanto quebrando a neve.
Bem na hora. Entreguei o homem para os guardas e o disse que ele estava relacionado ao incidente na praça.
O homem gritou “Não foi isso que combinamos!” ou algo assim, mas não é como se eu houvesse prometido deixa-lo ír caso falasse. Então lindamente o ignoro e começo a tomar providencias para proteger as três pessoas.

Céus, quando finalmente encontrei um julgamento de meu agrado, por acaso iria matar não haver qualquer incidente desnecessário? 

Se você gostou deste capítulo, CLIQUE AQUI, solucione o Captcha e aguarde

por 5 segundos, assim estará apoiando a Anime X Novel!





Share on Google+

Faça uma busca aqui por mais Novels e Mangás em nossos Sites Parceiros!

You Might Also Like

Comment Now

0 comentários