Botsuraku Yotei Webnovel 28

Posted




Capítulo 28



A primeira aula de Ciência Mágica aconteceria no parque, então, Vaine e eu até o local logo após acordar. Ainda faltava um bom tempo antes que a aula começasse, então decidimos fazer um pouco de exercício enquanto esperávamos.
O Crossy não costumava aparecer durante as manhãs nos dias de semana, então estávamos sozinhos ajudando um ao outro a se alongar, primeiro ficando de costas, depois conectando nossos braços e finalmente nos inclinando em turnos.
— Uuu~
Era muito bom ter um parceiro durante os alongamentos, pois ajudava a dissipar completamente a sonolência, além disso, a sensação de esticar o corpo era muito boa.
— Uuu~ Ugh!
Quando chegou a minha vez de ajudá-lo, acabei percebendo o quanto aquele corpo enorme era pesado.
Acho que quebrei a minha bacia… — Ontem, mesmo passando a noite inteira lendo, não consegui entender o livro de magia que trouxe comigo de casa. — Eu disse ao Vaine enquanto o ajudava a se alongar.
— Entendo, então mesmo o Kururi precisa estudar.
— E quanto a ti, Vaine? O que você fez ontem?
— Hmph! — Vaine se alongou com uma grande exalada antes de me responder. — Ontem eu pratiquei esgrima o dia inteiro.
— Esgrima, hein? Quão diligente é você.
Depois de minha resposta, por algum motivo, Vaine parou de se mover, ficando totalmente imóvel. Já que era a minha vez de ser alongado, me virei para ele, insatisfeito.
— Ah.
Foi quando vi “aquilo”. À minha esquerda, à direita de Vaine, um gato com a altura de um ser humano. O que era isso, um leão? Não, era um gato. Vaine com certeza havia parado de se mover por causa daquilo.

Os olhos do gato não demonstravam malícia, na verdade, parecia até um pouco meigo. De certa forma lembrava um pequeno gatinho, mas, mesmo se fosse um filhote, ainda era grande, mesmo que fosse um gato, ainda tinha o tamanho de um ser humano. Em outras palavras, uma enorme bola de pêlos.

— Bom dia, nyaa~ — Aquilo falou com a gente.
— Ei, Vaine, Quer ir a algum lugar comigo e o Crossy esse final de semana? Apenas nós três.
— EI, NÃO ME IGNORE, NYA!
— Ah, parece bom.
— VOCÊ NYAMBÉM, GRANDALHÃO?
Grandalhão? Já viu o seu tamanho (para um gato)?! … Por favor, não responda. Será que é um sonho? — Ei, Vaine, pode me beliscar?
— Isso não é um sonho, nyaa!
Vaine e eu soltamos nossos braços e encaramos a cruel realidade à nossa frente.
— Quem é você?
Não quem, mas o que, Vaine.
— O instrutor de Ciência Mágica, nyaa.
— Sério? ... E por que um gato?
Ei, Vaine! Não vá direto ao ponto assim!
— Qual o problema em ser um gato? Obrigatoriamente os professores precisam ser humanos, nyaa?
Para essa resposta, Vaine sussurrou para mim:
— Parece perigoso.
— Definitivamente perigoso. — sussurrei de volta.
— Não tenham medo, nyaa. Sou apenas o sensei, nyaa.
Assim você diz com essa cara meiga e inocente, mas qual a sua verdadeira intenção? Não consigo evitar de ficar receoso.
— Então, qual é o seu nome, sensei? — Perguntei com um sorriso.
— E desde quando gatos de rua têm nome, nyaa~? Isso é, nyaa, senso comum. Tem nyaa, algo errado com sua cabeça?
Ehhhh... Foi mal por isso, eu acho.
— Então, sensei. — Vaine tomou coragem e levantou a mão.
— O que foi, nyaa?
— Você é macho ou fêmea?
— SOU UMA DONZELA, NYAA! MAS QUE RUDE, NYAA!
Ah, hmm... Me desculpe, eu estava me perguntando a mesma coisa.
— De qualquer forma, você, nyaa! O grandalhão, isso não é bom, nyaa! Seu corpo é forte, mas sua magia é tão fraca que mal consigo enxergá-la, nyaa.
Fuu~ ainda bem que ela não estava falando de mim. — Mas, assim que suspirei, a Neko-sensei colocou sua mão em meu ombro. — Não, pata! Ela colocou a pata em mim!
— Você deveria aprender com este aqui, nyaa! Seu corpo pode ser magro em comparação, mas... nyaa, que incrível quantidade de magia está fluindo para fora, é quase como doppyu doppyu [1], nya.
Fico feliz em ser elogiado, mas pare de me olhar assim!
— Você parece um aluno promissor, nyaa. Qual seu nyome?
— É Kururi, Sensei.
— Kururi-chan? Vou me lembrar disso, nyaa.
Vaine olhou diretamente para mim e também colocou a mão em meu ombro.
O que?! No que está pensando?! Não, não precisa responder, eu já sei! Mas que saco!
— Errr... Neko-sensei?
— O que foi, nyaa? Precisa de alguma coisa, Kururi-chan?
— Você é a instrutora de magia, certo? Isso quer dizer que pode usar um feitiço?
— Mas é nyaro!
No instante em que respondeu, ela usou seu poder mágico para criar uma imagem de si no chão. Tive a impressão de que a imagem tinha as pernas mais compridas e o olhar mais destemido, mas eu não iria criar uma discussão por causa daquilo.
— O que acha, nyaa?
Chegando perto de Vaine, sussurrei para ele:
— Acha que ela realmente é o instrutor?
— Ah.
— O que vocês estão cochichando, nyaa~?
 — Eu tenho uma pergunta! Neko-sensei, quantas horas de sono a senhora tem por dia?
— Algo em torno de 14h por dia, nyaa
Oh, exatamente como um gato normal!
— Hmm... você é um gato — disse Vaine.
— E um bem grande. — Eu completei.
— O que foi isso, nyaa? Ainda assim, posso ensinar magia, nyaa. Já que é um pouco cedo para começarmos a aula, que tal um pequeno prelúdio, nyaa?
Dizendo — Nyamos, não sejam tímidos —, ela pediu para o Vaine usar um feitiço. Com seu poder mágico, produziu uma pequena chama na palma de sua mão.
Depois de olhar para a chama durante um tempo, Neko-sensei sacudiu a cabeça.
— Isso não é bom, nyaa. Por que nyão tenta, Kururi-chan?
Sentindo-se deprimido, Vaine sentou ao lado da Neko-sensei, de cabeça baixa.
Tanto faz, vou apenas obedecer.
Era a minha vez, então tentei algo que ninguém mais podia fazer. Pensei na figura da Neko-sensei, criei os materiais usando minha magia e mudei o seu formato para aquilo que havia imaginado. Isso era algo que aprendi já fazia algum tempo.
— Nyaa, seu senso artístico é horrível! Isso não faz juz à minha beleza, nya! Embora seja um feitiço de principiante... bem, nyacho que você passou.
— Obrigado, Sensei.
— Vamos continyar então.
Com isso, o meu treinamento artístico para criar a imagem ideal da Neko-sensei, teve início.
— Os pés estão muito curtos, nyaa! Dê uma boa olhada em mim, nyaa! REALMENTE ACHA QUE SOU PARECIDA COM ISSO, NYAA! MAS QUE ESCÂNDALO! NYAAA!

◇◇◇

— Neko-sensei, o que a magia é, afinal?
— Isso é segredo, nyaa. Você e Vaine-chan não podem saber ainda, nyaa.
Embora Vaine não estivesse interessado, esta não era uma chance rara? Mesmo no livro de Chris Helan, não havia uma descrição sobre o que magia era.
Magia era algo especial, existindo inclusive magias únicas capazes de virar o mundo, se assim seus usuários quisessem.
— Apenas dê duro nos estudos e, quem sabe, talvez você possa descobrir por si só, nyaa. — Neko-sensei me respondeu como se estivesse lendo a minha mente.

◇◇◇

— Mas que sessão irregular de estudos, nyaa! Que caprichoso-nyaa!
Ela é um gato!
— Colocar mais carne nisso é bom-nyaa, mas nada de pôr sal-nyaa.
Ela é um gato!
— O lugar onde você estava me coçando é impróprio, nyaa. Fazendo isso assim parece mais assédio sexual, nyaa. Mas pode coçar o meu queixo se quiser, nyaa.
Ela é uma garota! Digo, um gato!

◇◇◇

Nós continuamos a praticar até ficarmos sem fôlego. Eventualmente os outros estudantes começaram a chegar e cada um deles gritou “Um gato! Que grande!”. Depois que finalmente se acalmaram, a Neko-sensei começou sua aula.
— Primeiramente, deixem-me verificar a sua saída de poder mágico, nyaa. Vamos começar praticando a mudança de forma e depois a mudança de natureza, nyaa.
Eu acendi uma caixa usando as chamas que produzi em minha mão. Isso era muito fácil.
Hmm... vamos ver por quanto tempo posso manter essa magia.
Sem dificuldades, cerca de um terço da classe conseguia usar esse feitiço, afinal, essa era a Classe A, a elite da Academia. Fiquei imaginando como as demais classes iriam se sair.
Olhando à volta, o Príncipe e Rail foram capazes de fazer isso sem problemas, enquanto Vaine foi capaz de produzir apenas uma pequena chama, resultando em um sermão da Neko-sensei.
— Você ainda só consegue isso, nyaa? Deveria trabalhar mais no controle de sua magia, nyaa. Já você aí tem potencial, nyaa. Oh, o mesmo para você, nyaa.
Então, a Neko-sensei parou na frente de Iris e Eliza. Desde aquele dia, durante a atividade do meu clube, nunca mais tivemos uma oportunidade para conversar.
Eu não sabia se ela ainda estava zangada comigo, mas, no instante em que nossos olhos se encontraram, o solo ao redor de Eliza congelou, formando afiadas lâminas de gelo.
… Bem, acho que isso responde minha pergunta.
Felizmente a mudança de natureza era uma das especialidades de Iris, assim ela derreteu o gelo facilmente, transformando-o de volta em água pura.
Embora alguns rumores sobre o relacionamento dela com o Príncipe tivessem chegado até mim, parecia que isso ainda estava em desenvolvimento. Para que ambos se apaixonassem, seria necessário que Eliza começasse a judiar de Iris e, felizmente ou não, parecia que o único alvo que ela tinha em mente era eu.
Eliza, estou diligentemente fazendo meu trabalho aqui, sabia? Então você já pode parar de ficar me encarando. Não há necessidade disso! Sério! Qual é!? Por que eu!?
— Ei, Kururi Helan. — Desavergonhadamente, o Príncipe Arc se aproximou enquanto me chamava.
Você estava vindo aqui por que eu arruinei o seu encontro antes?! Eu sou apenas um cara comum! Então, de novo, por que eu?!
— Parece que você é habilidoso com magia, não é? Então, por que não temos um pequeno duelo? E aí? O que acha?
— Pare com isso, Arc. Você não está perturbando o Kururi-kun? Me desculpe pelo que o Príncipe disse tão de repente. — O Príncipe foi capturado por Rail, retornando ao seu lugar de origem.
Hugh! De alguma forma eu fui salvo.
A Neko-sensei estava caminhando ao redor, dando conselhos individuais. Surpreendentemente, ela era uma professora dedicada, apesar de sua aparência.
— Nada bem, nyaa. Você precisa focar mais nos quadris. Já você está muito excitado, nyaa, não saia por aí tocando na cauda dos outros, nyaa! QUAL A MINHA IDADE, NYAA!? COM QUE CORAGEM VOCÊ ME PERGUNTA ISSO, NYAA!?
Ela é uma professora... Provavelmente.

Se você gostou deste capítulo, CLIQUE AQUI, solucione o Captcha e aguarde

por 5 segundos, assim estará apoiando a Anime X Novel!






Share on Google+

Faça uma busca aqui por mais Novels e Mangás em nossos Sites Parceiros!

You Might Also Like

Comment Now

0 comentários