Death March Kara Hajimaru Isekai Kyousoukyoku Web Novel Online 17-43

Posted



Death March Web Novel Online 17-43 

[Invadindo o Submundo – Parte 3]


Death March Kara Hajimaru isekai Kyousoukyoku / Death March to the Parallel World Rhapsody Ilulstração Web Novel Online Capítulo 17-43 Satou Pendragon, Liza, Pochi, Tama e Arisa

Satou aqui. Eu geralmente trabalhava em equipe no meu emprego, mas os membros sempre tinham diferentes graus de habilidade, por isso era bastante comum ter um ou dois que preferiam trabalhar sozinhos. No entanto, se você perseverar bastante, essas mesmas pessoas acabarão se tornando os pilares que irão suportar o time.

◇◇◇

— [Adeus.]
— [Aguardaremos pelas boas novas no Reino dos Deuses.]
— [E vê se não se esquece da Parion!]
Os Deuses Heraruon, Garleon e Zaikuon se transformaram em partículas de luz antes de desaparecerem em um flash ofuscante. 
Tudo o que restou no local onde eles estavam foi três montanhas de sal. Esse provavelmente era o material que usaram para construir os seus corpos e, como seria muito chato ter de limpar isso, resolvi guardá-los no meu [Armazém]. Sendo um tipo de relíquia sagrada, talvez fosse bom deixar com templo que esteja a fim de guardar.
Muito bem.
Para me livrar das distorções espaciais era preciso exterminar a causa do problema, ou seja, limpar as impurezas do Deus Demônios. Para isso, eu planejava fazer uma visita ao Submundo, mas caso se mostrasse impossível, eu teria de abrigar a todas as pessoas e animais do mundo em um subespaço antes de transportá-los para um novo planeta, ou quem sabe um universo diferente.
Apesar de que, honestamente, a ideia de tirá-los à força de seu mundo natal não me agradava, por isso essa opção seria deixada por último.
Justamente na hora em que decidi começar a agir, a Núcleo-02 entrou em contato comigo.
— [Mestre Satou, a Núcleo acabou de mandar uma mensagem! Os Orbes que o senhor solicitou estão prontos, ela disse.]
— [Isso foi rápido. Sendo assim, devo ir ao labirinto?]
Eu havia solicitado ao Núcleo do [Labirinto Fantasmagórico] para criar orbes de [Auto-Status] para todas as garotas e ela terminou o trabalho mesmo fazendo pouquíssimo tempo desde o meu pedido.
— [Eles já foram entregues e estão comigo neste exato momento.]
Dito isso, transportei a Núcleo-02 para nós estávamos com o [Alocar Unidades].
— Mestre Satou, aqui está!
— Muito obrigado, Núcleo-02.
Peguei os orbes e sai distribuindo para as garotas e, como tinha um extra, entreguei para a Núcleo-02, já que ela parecia interessada.
— Eeh... nenhum para mim?
A menina de cabelo rosa, de quem eu já tinha me esquecido, protestou para mim com um olhar triste por ter sido deixada de lado. Pelo visto, ela ficou cabisbaixa depois de assistir a alegria de Pochi e Tama com os orbes nas mãos.
Bem, acho que não tenho escolha.
— Aqui, esse é para você.
— Uaaai~!
O Orbe que a entreguei foi um dos que estavam sobrando no meu [Armazém]. Como não passava de um para a habilidade [Coletar], então não tinha problema.
— Como é que usa isso?
— Você faz assim, segura ele bem alto para cima e então grita “EU ABDICO DE MINHA HUMANIDADE!” e então coloca o seu poder mágico nele.
Arisa instigou a menina a repetir a célebre frase de uma obra prima de ficção.
Rudy: É uma referência a Jojo, quando o Dio Brandon deixa de ser humano.
— Mas eu não sou humana. Sou uma familiar do Deus Demônio.
— Infelizmente essas são as regras.
— Ufa, essa foi por pouco, nodesu. Pochi quase quebrou as regras, nodesuyo.
— Tama também~?
Ouvindo a conversa, Pochi e Tama recitaram a referência que Arisa usou como piada e até a outras garotas imitaram as duas, embora de maneira mais reservada. Inesperadamente, a princesa Sistina participou, sendo seguida pelas tímidas Zena-san e Lady Karina. Quanto a Hikaru, ela pegou a referência e incentivou Lulu e Liza para se juntarem também.
— Arisa, você se importa em explicar para garotas os usos da habilidade e seus truques?
— Ok, pode deixar.
Agora, todas poderia usar magia sem precisar recitar os feitiços assim como Arisa e eu. Já que as meninas Beastkin e Lady Karina não possuíam habilidades voltadas para magia, passei para elas um conjuntos de Orbes de [Encantamento], [Magia da Água] e [Magia da Luz], com feitiços simples de cura. Embora eu não tinha certeza se  conseguiriam decorar os encantamentos, ainda assim, escrevi alguns de cura que fossem de fácil aprendizagem para elas.

◇◇◇

— Ótimo, agora preciso sair.
Como as garotas terminaram de se fortalecer, decidi partir para o Submundo e começar a minha investigação.
— Calminha aí, Mestre!
A sempre excessivamente preocupada Arisa se teleportou para bloquear o meu caminho.
— Eu sinto muito Arisa, mas preciso ir. O Submundo e o Mundo Humano podem acabar se fundindo a qualquer momento.
— Não, eu sei disso. Não vou mais tentar te impedir nem nada.
Que bom. Eu não queria fazer ela chorar de novo.
— Mas antes disso, vamos sentar e comer!
Como é?
— Quero dizer, não sabemos quando será a próxima vez que teremos a oportunidade para sentar com todo mundo junto e ter uma boa refeição.
— Acho que… talvez você tenha razão.
Mesmo olhando da maneira mais pessimista, não era como se os dois mundos fossem se fundir em um dia ou dois. Nós tínhamos tempo o suficiente para uma celebração.
E essa poderia ser muito bem a última vez que teríamos uma festa, mas eu tive delicadeza o suficiente para não dizer isso em voz alta. Além do mais, essa nave espacial estava equipada com os mais modernos equipamentos mágicos de cozinha,  podendo reproduzir qualquer prato praticamente na mesma hora.
— Combinação de espetinhos~?
— Tantos hambúrguer-senseis de uma só vez, nanodesu!
Como sempre, Tama e Pochi foram as primeiras a chegar na porção das carnes. A sala de jantar da nave era equipada com um sistema artificial de gravidade, portanto nós podíamos comer de maneira normal.
— Espetinhos de cogumelo e curry vegano.
— Masuta, “Sera e eu trabalhamos juntas para preparar o curry”, assim informo.
— Ah, mas não sou muito boa na cozinha, por isso apenas ajudei a cortar os ingredientes.
Mia, Nana e Sera trouxeram um curry vegano para a mesa. Pelo visto, mesmo a nave podendo preparar qualquer refeição de maneira automática, elas decidiram cozinhar manualmente.
— Nós temos camarão e caranguejos.
— E é claro, atum de todos os tipos para o Mestre!
Liza e Lulu vieram com uma variedade de pratos também.
— Hikaru, Karina-sama e eu fizemos este soba juntas para dar boa sorte.
— Ehehehe~ Nós deixamos o macarrão longo e fino.
— Eu retorci a massa o mais forte que consegui, desuwa!
Quanto a Princesa Sistina, Hikaru e Lady Karina, trouxeram três tipos de soba com diferentes colorações.
Fiquei na dúvida se a comida preparada pela nave não fosse do agrado delas, mas aparentemente este banquete feito a mão era para trazer boa sorte.
— Satou-san, tentei reproduzir o prato de careiro que normalmente servimos antes de sair numa missão no exército.
Já Zena-san trouxe algo diferente do normal. Ao que tudo indica, ela aprendeu a cozinhar este prato de carneiro, ou de sua família, ou na hospedaria Monzen, em sua última passagem por Seryuu. Já que como não era algo que estava no menu da cozinha automática, ela devia ter cozinhado manualmente junto de Liza e Lulu.
Lentamente comi de todos os pratos queas garotas prepararam com tanto carinho e, para a minha surpresa, acabei ingerindo um volume enorme de comida. 
Talvez eu estivesse com mais fome do que imaginava.
— Agora preciso ir.
Depois de apreciar um chá para ajudar com a digestão, levantei-me sem qualquer arrependimento.
— Do que você está falando, Mestre? “NÓS” precisamos ir, é óbvio!
Assim que Arisa fez sua declaração, as meninas deram seu consentimento, inclusive a Núcleo-02 e a garotinha de cabelo rosa.
Tentei convencer a elas de que seria muito arriscado, mas no final, quem acabou sendo convencido foi eu, quando apontaram sobre a [Barreira Contra Miasma] instalada na nave.
Bem, talvez seja necessário ter alguém vigiando os arredores no Submundo.

◇◇◇

— “Para todos os membros, tomem imediatamente os seus assentos e não se esqueçam de colocar os cintos”, assim anuncio.
Nana, que estava sentada na cabine em formato de concha do piloto, apareceu na tela dando os avisos de segurança para todo mundo. Por sinal, o cinto de segurança da nave não era igual àqueles que normalmente se vê em automóveis, mas sim, um cinto com 6 trancas usado em jatos de guerra.
— Afivelamento dos cintos confirmado. Liberando controle de gravidade.
Assim que Nana terminou de falar, uma sensação de flutuação nos atingiu. Normalmente, essa seria a hora os cabelos das garotas iriam começar a flutuar caso isso aqui fosse um mangá ou anime, mas por causa dos capacetes recobrindo toda a cabeça, apenas o seu própria cabelo podia ser visto flutuando por dentro do visor.
— “Ativando [Barreira Contra Miasma]”, assim anuncio.
— Barreira Contra Miasma ativada.
Apesar da barreira eu ainda estou preocupado... talvez seja melhor ativar mais algumas camadas ou...
— Zena-san, você poderia envolver a barreira com a sua [Presa Divina]?
— S-sim! Darei o meu melhor!
Uma luz alaranjada começou a pulsar ao redor do corpo de Zena-san, até que então a [Presa Divina], uma habilidade única concedida pelo Deus Heraruon, começou a fortificar a [Barreira Contra Miasma] da espaçonave.
Como imaginei, esse método é muito melhor do que colocar diversas barreiras juntas.
— “Ativando [Escudo Anti-Detecção]”, assim anuncio.
— Sistema anti-detecção e [Eremita Escondido] ativados.
Uma luz esmeralda envolveu o corpo de Sera e assim, a habilidade única concedida pela Deusa Tenion, [Eremita Escondido], ocultou a nave espacial da vista dos seres humanos e dos Deuses.
— Masuta, “todos os sistemas estão prontos”, assim reporto.
Nana me avisou sobre a conclusão dos preparativos usando uma frase que me soava familiar.
— Muito bem, chegou a hora de partirmos.
Para evitar que a nossa entrada acabasse danificando ainda mais a fenda dimensional, usei o [Alocar Unidades] para teletransportar a nave inteira até os caminhos que levavam para o Submundo.
— Perigo~?
— Níveis perigosos de Miasma, nanodesu!
— Mestre, o alarme chegou no ponto crítico!
Nossa, está mais denso do que eu imaginava.
Abrindo a minha aba de magias, selecionei a [Barreira Contra Miasma] e a condensei até cobrir somente a ponte, além de implementar inúmeras camadas apenas por garantia.
A habilidade única de Zerna-san estava ativa também, então ao menos a ponte estaria segura. Agora, era a vez de reforçar a barreira cobrindo a parte externa da nave.
— Satou-san, deveríamos adicionar mais camadas a barreira?
— Sim, essa é a melhor escolha. Mas não se esqueçam de ajustar à saída de poder mágico da Fornalha de Pedras Filosofais.
Eu dei a minha autorização para Zena-san amplificar a barreira cobrindo a nave.
— Entendido, desuwa! Raka-san, se você puder, por favor.
— [Umu. Afirmativo.]
— Eu irei ajudar também!
Lady Karina instruiu ao seu parceiro, o [Item Senciente: Raka] para ajustar as fornalhas mágicas. Inesperadamente, Núcleo-02 se voluntariou em ajudar com os ajustes mais precisos.
Enfim, depois de confirmar o aumento na produção de mana, Zena-san adicionou mais camadas da [Barreira Contra Miasma].
— Parece que temos problemas dentro da nave.
— Já enviei uma equipe de golens mecânicos. Permita-me cuidar disso.
Recebendo o relatório de Hikaru, a Princesa Sistina imediatamente suas unidades golem que ajudassem no controle de danos. Agora, os danos internos da nave seriam reparados em pouco tempo.
Com tudo sob controle, abri o [Mapa] para verificar os arredores...
— “Ativando sistema de detecção”, assim anuncio.
— Nn, [Guardião do Santuário].
Uma luz azul-índigo fluiu do corpo de Mia, permeando sobre o radar da nave. O [Guardião do Santuário] concedido pela Deusa Urion, reforçou as capacidades do nosso radar.
A tela esférica que exibia os arredores, subitamente ganhou um número explosivo de marcações. Esses eram os inimigos que estavam escondidos e, como ele mostrava a mesma leitura que o meu [Mapa], não tive nada o que acrescentar.
— É impressionantemente cheio de inimigos hostis.
— A superioridade deles é meramente em números. Não há nada além de Demônios inferiores e medianos.
— Aye!
— Yupie, yuppie, nanodesuyo!
Uma flamejante chama azul foi emitida do corpo de Liza e aqueceu os corações das meninas com espírito de batalha. Pelo visto, ela ativou mesmo que inconscientemente a habilidade única que foi concedida pelo Deus Garleon, o [Coração Heróico].
— Vamos atrás deles?
Eu balancei a cabeça negativamente para a pergunta de Hikaru.
— Graças ao poder de Sera-san, não parece que eles perceberam a nossa chegada ainda. Vamos usar essa oportunidade para cruzar a passagem sem sermos percebidos.
O fato de não haver um único demônio superior aqui, mostrava que estes demônios eram apenas vigias e não um time de ataque.
— Entendido, Masuta. “Iniciando modo stealth (furtivo)”, assim reporto.
Não, não, a nave não tem nada assim instalado, ouviu?
Nós prendemos a respiração enquanto passávamos cuidadosamente por entre os caminhos para o submundo até chegar ao nosso destino.


Death March Kara Hajimaru Isekai Kyousoukyoku / Death March to the Parallel World Rhapsody


Se gostou deste capítulo, Solucione o nosso CAPTCHA DE DOAÇÃO e aguarde

por 5 segundos, assim estará apoiando a Anime X Novel!



Share on Google+

Faça uma busca aqui por mais Novels e Mangás em nossos Sites Parceiros!

You Might Also Like

Comment Now

0 comentários