Death March Web Novel Online 3-08

Posted



Death March Web Novel Online 3-08

[Herói Mascarado]



Death March Kara Hajimaru Isekai Kyousoukyoku / Death March To The Parallel World Rhapsody Ilustração Web Novel Capáitulo 3-08

Satou aqui. Desde criança, sempre gostei de brincar imitando as transformações dos heróis, mas nunca sonhei que um dia estaria fazendo uma transformação real.

◇◇◇

Retornei ao labirinto, disfarçado com uma peruca loira e uma máscara prateada. Como as meninas beastkin ficaram na hospedaria, tratei de ativar a habilidade [Desativar Armadilhas] já que eu agora estava sozinho e, abrindo o [Mapa], tracei um caminho direto para a sala do Demônio.
Agora não vou mais precisar abrir o [Menu] em cada esquina.
Continuei prosseguindo enquanto desviava das armadilhas com que ia me deparando. Graças ao efeito da habilidade, de alguma forma eu sabia onde elas estavam antes mesmo de aparecerem no meu radar, então simplesmente coloquei força nas pernas para saltar por cima de cada uma.
Na sala à minha frente havia 5 soldados esqueletos, mas como seria muito chato ter de sacar uma espada só por causa deles, resolvi o problema apenas chutando eles. Os esqueletos foram jogados para longe, colidindo contra a parede, mas logo se levantaram outra vez.
— Ah, é verdade. Eu tinha desligado aquela habilidade.
Abrindo a tela do [Menu] cliquei no ícone da habilidade [Combate Lv. 10] , que imediatamente mudou sua coloração de cinza para branco. Eu tinha desabilitado ela para evitar de acabar matando alguma pessoa por acidente na cidade. Por sinal, a habilidade [Rapto] que ganhei na mesma época, não tinha o efeito de letalidade atrelado, o que era muito conveniente.
Quando mais um esqueleto chegou perto de mim, chutei ele no torso, fazendo o monstro voar até o outro lado do salão, afundando contra a parede. A metade inferior que ficou na minha frente, parou por um instante antes de desabar no chão.
Por causa da violência do meu golpe, diversos outros acabaram sendo arrastados pelo torso do primeiro, destruindo a maioria deles no processo. Quanto ao último que restou, decidi usar um golpe mais fraco, por isso ele não disparou como uma bazuca igual ao outro, mas ainda foi o suficiente para despedaçá-lo contra a parede.
— Não posso esquecer de desligar isso de novo antes de voltar para a cidade...
Como ficar parando em cada inimigo iria me atrasar muito, decidi derrubar apenas os que estivessem bloqueando o caminho.
Eu sai galopando pelo labirinto enquanto pulava por cima de armadilhas e chutava inimigos. No caminho, acabei caindo em uma armadilha de [Dreno], mas ela só conseguiu sugar uma pequena porção do meu [Vigor (Stamina)] e nada mais.
Entretanto, teve um lugar em que fui obrigado a parar os meus pés.

◇◇◇
[Para prosseguir, é necessário responder corretamente a uma pergunta.]
Era o que estava escrito na porta.
Um enigma, hein? Tá aí uma coisa que sempre se via nos labirintos clássicos.
[Shonimu está endireitando a árvore, Dareson está a comer os frutos enquanto Yurato planta a semente. Coloque as ações na sequência correta.]
É, não faço a menor ideia. — Assim, decidi resolver o problema na base da força bruta.
Tirando uma marreta de dentro do meu [Armazém], comecei a bater, bater e bater.
— Não é o bastante? Ah, espera. Ainda não ativei a habilidade com marreta.
Dediquei alguns pontos na habilidade [Martelo de Duas-Mãos], ativando-a logo em seguida.
Hmm… de alguma forma tenho a impressão de que vai ser inútil continuar com isso. Será que é por causa do efeito da habilidade também?
Parando de pensar em coisas desnecessárias, brandi a marreta com toda a minha força! O resultado foi que o cabo da marreta quebrou e a ponta voou até a parede do outro lado, e tudo que aconteceu com a porta foi que agora ela tinha um pequeno amassado.
— Uma porta dessas faria muito sucesso no meu mundo.
Até considerei em ignorá-la e apenas cavar um buraco na parede, mas se levarmos em conta a leitura do [Mapa], levaria um bom tempo até chegar do outro lado.
— Hmm, talvez fosse melhor experimentar alguns itens mágicos de efeito desconhecido?
  A frequência com que passei a conversar sozinho tinha aumentado de maneira considerável.
Infelizmente, não havia outras opções viáveis. Tentei até mesmo checar se indo pelo fosso daria certo, mas nenhum caminho se conectava com a sala seguinte. Também era possível responder ao enigma, mas geralmente nesses casos seria preciso recolher algum tipo de dica por dentro do labirinto.
— Árvore, fruto e semente… Tem uns quadros suspeitos de animais bem alí, mas nada que se pareça com uma árvore...
Fiquei sem nenhuma opção.
Se ao menos fosse algo do tipo “Qual criatura anda de quatro patas de manhã, duas de tarde e três à noite?”, eu saberia responder... Ah, já sei!
Pegando algumas ferramentas no [Armazém], fiz uma inscrição na parede:
[Qual criatura anda de quatro patas de manhã, duas de tarde e três à noite?]
[O homem.]
> Habilidade [Decifrar] foi adquirida.
MUITO OBRIGADO, ESFINGE-SENSEI! Não sei quem foi o cara que respondeu essa, mas você tem meus agradecimentos também!
Rudy: Foi o Hércules-kun em um de seus doze trabalhos. Diferente do Satou, ele não tinha só músculos e nenhum cérebro.
Em seguida, coloquei a pontuação máxima na habilidade [Decifrar].
Shonimu, Dareson e Yurato, ainda não descobri quem eles eram, mas de alguma forma entendi que cada nome correspondia a um dos animais nos quadros suspeitos e também que a árvore, o fruto e a semente não estavam nesta sala.
— “Habilidade ganha, vitória fácil”, foi o que pensei, mas...
Apesar de me sentir desapontado, entendi que faltava apenas um pouco até descobrir o segredo por trás do enigma. Embora não fazia ideia exatamente do que…
Normalmente em jogos, os itens-chaves costumam ficar em salas separadas, por isso investiguei no mapa os locais onde estavam os monstros mais fortes. No total, havia três salas bastante suspeitas, com inimigos claramente mais fortes que o geral.
— Igualzinho a um jogo~♪
Na sala mais próxima, o chão declinava até o centro com criaturas que lembravam um emaranhado de raízes se agitando no caminho, e também um pedestal com uma estátua colocada acima dele. Aquele provavelmente era o item-chave necessário para responder ao enigma.
A distância até o pedestal era muito longe para pular, mas eu também não queria ter de lidar com aquelas coisas se agitando. O [AR] indicava que se tratava de um monstro chamado [Raiz Errante] e como parecia se tratar de uma colônia inteira deles, mesmo se atirasse com a [Pistola Mágica], quebrando os membros externos, a coisa não morreria.
Foi por isso que decidi acender os [Molotovs] que preparei antes usando o acendedor mágico que consegui no labirinto. Depois de casualmente atirar cinco garrafas e ver que tudo estava queimando bem, me atirei no meio do fogo!
— COMO SE EU FOSSE REALMENTE FAZER ISSO!
Não, não, não! Impossível! Mesmo sabendo que não vou me queimar com uma chama desse nível, ainda assim é impossível!
Por outro lado, aquelas plantas vivas estavam queimando muito bem e, estranhamente a fumaça não vinham na minha direção. Será porque tem algum tipo de ventilação na sala?
Como era tedioso ficar apenas esperando, saí para checar as outras salas.
A segunda foi uma área quadrada. No centro levemente rebaixado, um enorme monstro com mais de três metros estava aguardando. A leitura dele indicava [Golem de Pedra, level 40], com as habilidades raciais [Dano Físico Reduzido Pela Metade] e [Dano Espiritual Inválido].
— O clichê normal para se lidar com Golens é destruir o E no EMETH para que se torne METH, não é? Mas não tem nada assim escrito nele, fora que até o sistema de alfabeto desse mundo é diferente também~
Dano físico pela metade, hein... Isso significa que a outra metade ainda funciona.
Maximizando a [Habilidade Com Lança], retirei uma lança de aço do [Armazém] e, depois de mirar cuidadosamente, a atirei! A lança atingiu o Golem pela diagonal, atravessando o corpo dele, indo afundar até a base na parede de pedra que estava do outro lado. Instantes depois, o Golem rachou a partir do buraco que a lança deixou, ruindo em um único golpe.  
— Foi um completo Overkill.
Rudy: Overkill é um termo em jogos onde você usa um ataque muito mais forte que o necessário para derrotar um inimigo.
Na boca do Golem estava uma gema azul que parecia ser o [Fruto].
A terceira sala tinha um baú no centro rodeado por inúmeras armadilhas, havendo apenas um caminho seguro para se chegar até ele. Mas já que tinha um caminho seguro, então seria bem fácil.
Eu saquei o florete que estava em minha cintura e atravessei de maneira segura por entre as armadilhas até chegar ao baú.
 — Nossa, o baú era um [Mimic]!
Sim, o monstro presente nessa sala era um [Mimic], presente em qualquer labirinto. Com o florete na mão, perfurei consecutivamente o baú que estava prestes a me abocanhar. A sensação passada por ele foi mais  a de quebrar uma mobília do que atacar um ser vivo.
> Habilidade [Ataque Contínuo] foi adquirida.
O [Mimic] evaporou em uma névoa púrpura, o que me fez dar um passo para trás em surpresa, quase ativando uma das armadilhas.
Ui, que perigo, que perigo.
No lugar onde o corpo desapareceu, uma pedra escura ficou repousada. Essa parecia ser a [Semente].
Voltando à primeira sala, o fogo tinha se extinguido, com uma fina camada de fumaça branca saindo das cinzas. A [Raiz Errante] fugiu para algum lugar, não estando mais a vista, o que era uma boa notícia.
Como não parecia que o teto iria cair se eu levasse a estátua fui até o centro da sala e a peguei de cima do pedestal.
Deixando a solução para o enigma nas mãos da habilidade [Decifrar], coloquei os itens na ordem correta e porta silenciosamente se abriu. Por garantia, finquei uma espada larga no pé da porta para não correr o risco dela se fechar quando eu estiver voltando.
Daquele ponto em diante, não tinha nada que merecesse ser mencionado até chegar na sala do chefão, então apenas corri na direção dela.

◇◇◇

— Era aqui que o braço demoníaco deveria estar…
Se ele ainda não tiver revivido, então vou apenas voltar e ficar por aí vadiando~
Uma coisa parecida com um altar estava colocada no ponto mais distante da sala e assim que me aproximei dele…
As velas ao redor subitamente se acenderam com uma chama azul.
— FUAHAHA! EU (WAGAHAI), SURJO!
Rudy: Por causa disso, o Satou batizou esse capiroto de Wagahai-kun.
Um círculo mágico envolvido por luzes púrpuras se manifesta no altar junto da voz do braço demoníaco. No centro dele, um braço emerge, não, um corpo inteiro emergiu.
— Muhha~! Em perfeição, eu, revivo!
— Essa sua maneira de falar continua idiota como sempre.
— Mumumu! Bastardo da máscara prateada! Eu, desafio!
O Demônio rugiu, liberando uma aura negra de seu corpo. Pelo visto se tratava de algum tipo de magia de suporte, visto que a leitura do [AR] acusava [ Dano Físico Reduzido Em 99%].
— A pressa é inimiga da perfeição! Eu, exclamo!
Com mais um rugido, uma luz púrpura foi emitido pelas garras, chifres e cauda dele. Segundo o [AR] aquilo se tratava de um [Ganho de Ataque em 300%].
— Podemos começar agora?
Enquanto o Demônio estava discursando, coloquei a bainha (Koiguchi) da Espada Sagrada na minha cintura.
Agora que penso nisso, pergunto-me se o guardador de espadas ocidentais também se chama assim.
— Em resposta a sua pergunta, permita-me começar! Eu, avanço!
O Demônio me ataca em um disparo! Deixando pós-imagens com um brilho púrpura, ele lança um ataque com a garra venenosa de sua mão direita, mas eu revido usando um corte de baixo para cima com a espada sagrada.
Luzes azuladas tracejam a rota da lâmina como sempre, cortando a carne do Demônio sem nenhuma resistência, despedaçando até os ossos.
— Gununuun! Eu, inabalável! — Tendo o seu braço cortado, o Demônio fez um giro para atacar com a calda.
Pensando bem, fui soprado para longe por ela na última vez. Se eu não baixar a guarda, então não seria um problema lidar com ela. Assim, cortei a calda que vinha com um simples movimento de espada.
— IMPOSSÍVEL! SEU DESGRAÇADO! ENTÃO VOCÊ REALMENTE ERA UM HERÓI! EU, ATÔNITO!
Com suas costas exposta para mim depois de fazer um movimento com a calda, uso essa chance para despedaçá-lo em três partes…
Sim, eu estou bem. Depois de cortar tantos monstros do tipo inseto no caminho, já estou acostumado com isso.


Death March Kara Hajimaru Isekai Kyousoukyoku / Death March To The Parallel World Rhapsody Light Novel Online Ilustração Volume 01 Satou Pendragon
                                                                                                             
— N-não… pode ser… Rei Demônio-sama, Eu… arrependido…
Depois de conferir que o HP dessa vez estava em zero, peguei a calda que cortei e a joguei em cima do corpo principal.
Seria problemático se ele revivesse de novo, então vamos cremar tudo junto agora.
Com o restante dos [Molotovs] que ainda me restavam, ateei fogo nos restos do Demônio e monitorei a cremação até que o corpo desaparecesse por completo. Talvez porque a própria existência dele fosse algo etéreo, restou apenas as cinzas depois de apenas cinco minutos.
Tendo terminado o meu trabalho, deixei o labirinto para trás.
> Título [Conquistador de Labirintos] foi adquirido.           
  

Death March Kara Hajimaru Isekai Kyousoukyoku / Death March to the Parallel World Rhapsody


Se você gostou deste capítulo, Solucione o Captcha de Doação e aguarde

por 5 segundos, assim estará apoiando a Anime X Novel!



Share on Google+

Faça uma busca aqui por mais Novels e Mangás em nossos Sites Parceiros!

You Might Also Like

Comment Now

0 comentários