Death March Webnovel 15-30

Posted




Death March 15-30
[Punição Divina (4), Evidências]

Satou aqui. Existem dois tipos de pessoas, as que “Sabem o pior de si” e as que “Sabem o melhor de si”. Mas a maioria das pessoas não alternam entre os dois, quando melhor lhes convém?


◇◇◇


— O que está errado? Não me diga que você jamais imaginou que sua verdadeira identidade seria descoberta.
O estrategista Touya apontou para mim, fazendo uma expressão triunfante.
— Eu não sou um Deus! Esqueça, você não acreditaria mesmo se eu dissesse, não é mesmo?
— Obviamente.
Ele estava cheio de confiança.
— Será que poderia me dizer quais evidências possui disso?
Depois que eu pedi isso, Touya deu um grande sorriso e começou a falar.
— Há muitos mistérios envolvendo você.
Ele calmamente disse, como se fosse um ator no palco.
Mas sinceramente, eu não gosto de sua maneira narcisista de falar em uma estranha pose. Prefiro mil vezes alguém direto como o Cabeça de Cão.
— A primeira menção a você nas inscrições, fala de sua batalha contra um Demônio Superior na cidade de Seryuu.
Certamente.
Embora eu seja referido como [Herói de Máscara Prateada].
— Alguém com nível de apenas um único dígito, jamais seria capaz de derrotar um demônio superior.
Hmm, eu esqueci de mudar o meu nível na Coluna Social daquela vez.
—  Você provavelmente utilizou algum artefato para ocultar sua força. Ou assim imaginei, então decidimos investigar a sua identidade.
Após isso, ele olhou para mim, possivelmente para verificar a minha reação.
— No entanto, nem mesmo as pessoas mais habilidosas de nosso Império, conseguiram encontrar qualquer traço sobre você, antes de sua chegada a Seryuu. Sim, tão perfeito que eu poderia jurar que a sua chegada veio junto com a [Chuva de Estrelas].
Não não, eu fui mesmo transportado naquela época, então a parte da aparição súbita é verdade.
— Passamos a buscar informações suas, afim de evitarmos entrar em conflito. E a cada relatório, não podíamos deixar de duvidar da sanidade de nossos informantes.
O estrategista começou a baçançar sua cabeça com seus dedos sobre ela, enquanto estalava sua língua. Por alguma razão, essa cena me deixou um pouco aborrecido.
— Aniquilar demônios superiores um após o outro e mesmo o Rei Javali Dourado, cujo força é contada em inúmeras lendas, e um pelotão de grandes peixes monstruosos, Tovkezeera.
O único a eliminar os Tovkeezeras foi o Herói Nanashi, não há qualquer linha que diga que eu e o Herói sejamos a mesma pessoa.
— Vamos ignorar tudo até aqui. Você ainda derrotou o [Antigo Rei cabeça de Cão]-dono, chamado de Deus Maligno e até mesmo a Ramificação do Rei Demônio.
Nn? O que é isso?
Notei uma coisa estranha agora.
O que exatamente, não consigo dizer, mas outra questão se formou em mim.
— Não foi dito que ninguém além do Deus Dragão e do Deus Demônio, conseguiu derrotar o Cabeça de Cão?
Quando eu apontei isso, o estrategista fez uma pequena careta. Parece que ele também percebeu isso só agora.
— Hmph, provavelmente ele o [Antigo Rei cabeça de Cão]-dono estava enfraquecido após ressuscitar.
 A derrota do Cabeça de Cão também foi descrita nas tábuas. Ela foi narrada de forma cômica e alegre, mas os detalhes sobre como eu eliminei, não foram descritos. Misteriosamente, a criança que se intrometeu em nossa luta, também não.
— E, embora possua força para derrotar o cabeça de Cão-dono, não importa o quão fraco ele estivesse, você abafou o caso e continuou sua jornada como um homem comum. Se tivesse tornado público sua façanha, poderia estar agora se regozijando em absoluta glória. Ainda assim, você apenas prosseguiu em sua jornada prazerosa e realizando atos de filantropia.
Porque meu objetivo final é fazer turismo em outro mundo.
— Nós quebramos nossa cabeça com suas ações misteriosas. Mas enfim, tudo veio à luz devido a um certo fenômeno.
A realização do estrategista parece bastante familiar para mim.
Estou tendo agora um sentimento de Deja vu quando eu me enganei em minhas conjecturas.
— E? Qual fenômeno?
Tenho certeza de que ele está errado, mas tirar sarro dele agora seria um pouco triste, então decidi instiga-lo a prosseguir.
Não é que eu esteja com pena dele, como um companheiro que sofreu o peso de seus erros. Absolutamente.
— Você pode teleportar sem canto inúmeras coisas a uma distância impossível. Mas pensamos que você estivesse apenas escondendo sua habilidade única.
Ele está falando do [Alocar Unidades]?
Já que eu consigo me teleportar a uma distância considerável com Magia Espacial, me pergunto a qual se refere?
— Entretanto, você não parece pagar qualquer compensação por isso. Seja poder mágico ou sua alma, nada!
Acredito que não há como mensurar o meu consumo de magia. Será que está se referindo ao fato de que eu me transporto para locais além do limite, sem usar qualquer poção?
— Tal coisa é impossível para alguém com um fragmento divino, isso concede apenas uma pequena porção de autoridade. O único capaz de comandar livremente tal absurdo é alguém que não esteja preso aos princípios existenciais deste mundo. Ou seja, um Deus.
Eu vejo, então Alocar Unidades é esse tipo de habilidade absurda.
Pensando bem nisso, certa vez eu tentei experimentar os seus limites e percebi que eu podia fazer isso infinitamente, foi bem divertido. E eu fui capaz de escapar da força gravitacional do planeta diversas vezes.
— Inclusive temos outras bases para isso.
— E quais são?
Eu deveria as ouvir também.
— 30 anos.
Que?
Por acaso eu não prestei atenção de novo?
— Você continua fingindo desentendimento? Tem sido apenas 30 anos desde que você foi morto pelo Deus Dragão!
Touya gritou comigo de forma irritadiça.
Suas presas estão chegando a um tamanho perigoso, então se acalme.
Ele parece se referir a ressurreição do Deus Zaikuon em um período de apenas 30 anos.
— Isso é certamente estranho. Você sabe qual foi o motivo disso?
— Hmph, você não pretende admitir isso até o final hein?
Bem, está errado de todo jeito.
— Existe uma razão pela qual você continua empilhando conquistas como um falso herói e inclusive ocultando suas ações filantrópicas.
Com um *Zubi* som de efeito, o estrategista apontou o dedo para mim e inclinou suas costas para trás.
Eu quase gritei para ele “O que você disse!?”, mas me contive. Tenho a impressão de que se eu fizer isso, ele vai virar um Demônio Lorde.
— Eu tenho o título de herói propriamente, sabia?
— Sim, o verdadeiro significado!
Ele me ignorou completamente e continuou.
Parece que é melhor continuar ouvindo até o fim sem fazer interrupções desnecessárias.
— Qual?
— Eu ainda estava fazendo a introdução, mas bem, vamos lá.
Por hora, o fiz se apressar com isso.
— O período para a ressurreição de um Deus possui tempo fixo.
O Imperador está calmamente me observando, para não perder a menor de minhas reações. Diferentemente do estrategista, que já está totalmente convencido.
— No entanto, há uma forma de encurtar isso.
Julgando pelo oráculo que ouvi, isso seria através de fiéis?
— Para encurtar o tempo, a forma mais efetiva é obter fieis devotos e orações de coração. Cânticos e reverências são capazes de reduzir o período estimado para a ressurreição, mas são ineficientes.
 Tal detalhada informação, não está detalhada nas tábuas.
Parece que o estrategista possui outra fonte de informações.
— Pare com essa atuação! Fingir ignorância não o levará a nada!
Finos cabelos de cor púrpura começam a crescer de sua cabeça careca. Aparentemente, ele apenas raspa sua cabeça.
— Em resumo, o que você quer dizer é— Eu reuni fieis devotos agindo filantropicamente como Satou e o Herói Nanashi, para ressuscitar o Deus Zaikuon?
— EXATO!
Uwah, o cabelo de Touya se espichou e agora ele possui uma grande cabeleira púrpura que vai até a cintura.
— Você é o avatar do Deus Zaikuon. Um fragmento de sua alma!
Eu mesmo começo a suspeitar que sou o Deus Zaikuon, depois dessa grande apresentação.
Obviamente isso tudo está errado.
Para início de conversa, isso significaria que um fragmento de alma, que nem era o verdadeiro corpo, foi capaz de derrotar o Cabeça de Cão, o Deus Dragão e a Ramificação do Deus Demônio.
Não parece que irei conseguir qualquer outra informação útil com essa farsa. Será que eu deveria parar com essa maluquice e ir embora?


◇◇◇


 — Por acaso você está com amnésia?
O estrategista falou isso com um diferente tom quando eu estava esperando o momento certo para ir embora.
Ele deve ter notado que eu não acreditei em nada que ele disse.
Suas palavras parecem ter mudado para um tom de persuasão.
— Por acaso você jamais percebeu a inconsistência em suas memórias? De que algo estava faltando?
—Mu.
Eu não tenho como negar isso.
Minhas memórias foram interrompidas em algum momento desde que cai no sono e quando acordei com este corpo jovem no [Vale do Dragão].
A razão de meu rejuvenescimento é desconhecido, assim como que me transportou até este mundo.
— Por acaso você não jamais sentiu que os seus pensamentos têm sido manipulados por outra pessoa?
Mumumu.
... Nunca.
Apesar de não poder dizer isso com confidência, eu não lembro nem mesmo do tempo em que a Hikaru desapareceu.
Porque eu pensei que o seu desaparecimento não importava e nem como eu não me preocupei com isso, até o momento de nossa reunião. Tudo isso é bem estranho.
— Jamais esqueceu de algo importante que você queria fazer?
Após me reencontrar com a Hikaru, eu esqueci completamente de investigar como ela havia desaparecido.
— Parece que eu atingi bem na marca.
Touya fazia um olhar triunfante.
Embora quanto mais eu me nego a aceitar tamanho absurdo, mais fico em dúvidas se realmente há uma força sobrenatural interferindo com os meus pensamentos.
Enquanto eu vacilava, Touya continuava me pressionando.
— Admita isso! Fragmento do Deus Zaikuon!
Impossível.
Mas, meu coração está oscilando, incapaz de apontar razões racionais para negar o que foi dito agora. A ideia de que as minhas memórias estão sendo manipuladas e os meus pensamentos controlados, me causa uma ânsia e estresse que nunca havia surgido antes.
Talvez.
Apenas, talvez.
Este é— realmente o caso?
[Não há a menor possibilidade disso, não é?]
Uma voz familiar chega as minhas orelhas.
Esta voz obviamente desagradada veio e eliminou todas as minhas preocupações no mesmo instante.
[Fique calmo, Meu Herói]
— Você é...
Duas mãos vieram em volta do meu pescoço e me abraçaram, com uma sensação de blocos de neves caindo em meus ombros.
Esta era a criança da pintura.


◇◇◇


A criança da pintura.
Um ser misterioso que apareceu em uma pintura dentro do Palácio do Duque Oyugock e também durante meu confronto contra o Demônio Lorde cabeça de Cão.
Este último a chamou de [Deusa Parion].
A leitura dela no meu [AR] é mostrada como [DESCONHECIDO], similarmente ao que ocorreu com a [Ramificação do Deus Demônio].
Nota: Para quem não sabe, o [AR] é o diminutivo de Augmented Reality, algo como realidade aumentada, similarmente ao anime Accel World.
— Quem é você?
[Eu? Sou sua princesa! E você é o meu herói. Nós somos pássaros que compartilham o corpo e combinamos nossas asas, voando juntos pela eternidade—]
Nota: Uma metáfora para marido e mulher, para quem assiste Darling in the Fraxx, já deve ter ouvido ela.
A sua voz clara e confortável, como a de Lulu, quase roubou-me de minha consciência.
Quase esqueço como ela se evadiu de minha questão me imergindo em suas palavras.
— Com quem você está falando?
— Eh?
O estrategista está olhando os arredores.
Ao que parece, outras pessoas são incapazes de perceber a sua existência. Já que o Cabeça de Cão pode, acredito que ela possa escolher quem pode vê-la.
— Por acaso você manipu...
Ela colocou seus dedos em meus lábios.
[Eu apenas fiz o que você desejava. Estarei sempre aqui quando assim quiser. Se você é incapaz de lembrar disso, então significa que ainda não precisa saber. Tudo será esclarecido no momento certo]
Normalmente essas palavras seriam extremamente duvidosas, mas, por alguma razão, sinto que posso confiar nela sem nenhum remorso.
[Está convencido?]
— Sim.
O corpo da menina sorridente começa a desaparecer.
Provavelmente ela sabe de toda a verdade.
— Você sabe a razão pela qual o Deus Zaikuon foi revivido tão cedo?
Eu precisava tirar esse sentimento de ânsia dentro de mim.
[Razão? Talvez os pirralhos que não desejam o avanço da civilização se uniram? Provavelmente porque a Punição Divina não pode acontecer a menos que todos os sete Deuses, que participaram da assembleia nas árvores divinas, estejam reunidos]
Huh? Sinto que há algo estranho novamente.
[Veja, meu herói]
Uma luz dourada se espalhou no chão, do ponto em que a criança apontou. Este era o lugar onde um Demônio Lorde está lutando contra um apóstolo.
[Um grande idiota amante de brigas aparece]
A luz dourada se tornou um gigante colossal.
Acho que deve ter ao menos 100m de altura.
A informação no meu [AR] é o mesmo [DESCONHECIDO].
O mesmo quanto ao apóstolo, mas há claramente uma diferença.
Minha [Percepção de Crise] está disparando loucamente, mesmo que estejamos tão distantes.
— Não me diga que...
[Exatamente, meu herói. Você é capaz de dizer que os outros grandes idiotas estão lá]
A criança apontando para o gigante amarelo voltou-se para mim.
[Diga a eles, que aquele é o Zaikuon quem estão procurando]
— Aquilo é o Deus Zaikuon?
— O- O QUE VOCÊ DISSE!!?
O estrategista Touya ouviu o meu murmúrio.
— O que você quer que eu faça?
[Nada]
A criança gentilmente sorri.
Sua expressão é como a de uma mãe, totalmente em desacordo com sua idade.
[Faça como desejar, meu herói. Faça tudo, a qualquer hora, que o seu coração quiser]
Após dizer isso, ela desapareceu no ar.
Suas últimas palavras soaram como um convite de um demônio ou Deus obscuro, mas sinto que há uma grande afeição por mim misturado a elas.
Acredito que provavelmente foi ela quem me convocou no [Vale do Dragão].


◇◇◇


— VAMOS FALE! QUEM ESTAVA AQUI! NÃO, O QUE ESTAVA AQUI!!
O Estrategista Touya agarrou meus ombros e forçadamente me sacudiu. E justamente quando eu estava mergulhando em uma sensação tão reconfortante, que cara mais cruel.
— Uma criança desconhecida.
— Criança? – Deusa Parion!
Como eu disse, desconhecida.
— Touya. Se ele é ou não um fragmento do Deus Zaikuon, isso é apenas trivial agora.
O Imperador apontou com seus olhos para o gigante dourado — Deus Zaikuon.
— Meus fragmentos divinos estão me dizendo. Não há dúvidas de que aquele Deus.
É impressão minha ou o Imperador está inchando cada vez mais?
— Nosso inimigo.
A luz dourada que compõe o Deus Zaikuon, começa a pulsar.
<<  PUNIÇÃO DIVINA >>
Uma sensação pesada veio atingindo diretamente a minha mente. A Capital Imperial e os tanques de guerra subitamente foram transformados em sal, engolidos por uma tsunami branca e desapareceram.
— A Capital Imperial tornou-se branca?
— Esta é a punição divina.
A cidade inteira se tornou branca, a partir dos subúrbios.
Vários pilares de luz púrpura surgiram nas favelas.
Parece que diversas pessoas reencarnadas se transformaram em Demônios Lordes.
Mesmo que eu tenha resgatado todas as pessoas reencarnadas mais cedo, exatamente onde elas estavam se escondendo...
— Aparentemente Demônios Lordes não são transformados em sal.
—  Mas é claro. Isso funciona apenas em [Seres com vida predestinada (Mortais)]. Este tipo de coisa não se aplica aos seguidores do Deus Demônio, Demônios Lordes que são [Seres Imortais].
O imperador olhou para mim.
—  Herói Nanashi, tudo indica que o poder dos Deuses é maior do que o esperado. Provavelmente as pessoas nos abrigos subterrâneos, não estarão a salvo da punição divina. Por favor, ajude-as se você tiver qualquer simpatia por nosso povo.
—  Eu deixei de lado as pessoas no Palácio Imperial, mas já tenho salvo toda a sua população.
—  Isso é... Você tem minha gratidão, Herói Nanashi.
O Imperador parece aliviado ao me ouvir.
— O que vocês dois farão?
Talvez por ter visto isso, decidi perguntar-lhes o que pretendem fazer.
—  Está tudo bem contanto que o meu povo esteja a salvo. No entanto, eu quero proteger a câmara subterrânea. Para que não caia nas mãos dos Deuses.
— Muito bem. Eu irei sela-la com uma poderosa barreira.
Não é que eu sinta pena de seu sacrifício.
Mas sim porque planejo proteger uma importante instalação para mim.
— Nós iremos derrotar os Deuses.
O Imperador, quem foi envolvido em uma aura púrpura se levantou do trono.
— Como o grande Demônio Lorde desta geração, eu irei desafia-los e sair vitorioso.
O Imperador colocou ambas as mãos no chão e se transformou em uma besta de cor púrpura.
— Se por acaso eu me transformar em uma besta sem consciência após destruir os Deuses, lhe peço que me destrua com esse seu poder anormal.
Parece que o Imperador já está determinado.
— Eu prometo.
— Muito obrigado, Herói Nanashi.
O Imperador, transformado em uma besta gigante, atravessou o teto da sala do trono.
— Iremos exterminar os Deuses.
— Entendo.
Sem instiga-lo ou impedi-lo, o vejo sair para a batalha.
— Você não irá com ele?
— O meu turno será o último. A função deste corpo, será a de erguer os fogos de artifício finais, chamados de Palácio Imperial.
O Estrategista Touya me respondeu sem usar qualquer palavra antiquada ou encenação espalhafatosa. Ele provavelmente deseja desenhar a linha clara que irá erguer a sua revolta contra os Deuses.
— Há romantismo nas explosões. Você pode sentir o mesmo sobre uma grande explosão que irá engolir todos os Deuses juntos, não concorda?
Agora me lembro que ele é esse tipo de pessoa.
— Você está certo.
— Sim, droga, como eu estou.
Enquanto olhando a batalha entre os Demônios Lordes e o Gigante Dourado, o estrategista ri, como se estivesse bocejando.
Eu posso sentir a sombra da insanidade em sua expressão, me dando um frio na espinha.
Eu poderia apenas retornar quando tudo tivesse acabado.
Os oficiais e burocratas do palácio, parecem ter fugido em uma aeronave.
Os Cavaleiros Templários e Soldados, ainda estão lutando contra os apóstolos.
— Adeus.
Eu murmuro a minha última despedida e sigo até o selo da instalação subterrânea.

Eu, quem concluiu todas minhas obrigações, deixo a embranquecida Capital Imperial para trás.


Se você gostou deste capítulo, CLIQUE AQUI, solucione o Captcha e aguarde

por 5 segundos, assim estará apoiando a Anime X Novel!





Share on Google+

Faça uma busca aqui por mais Novels e Mangás em nossos Sites Parceiros!

You Might Also Like

Comment Now

0 comentários