Isekai Maou Lightnovel 4-1-1

Posted



Tentando Eliminar um Rato
Parte 1



Diablo estava se espreguiçando na cama e deu um profundo suspiro.
— Esse foi um dia desastroso.
Toda vez que acontece algo, ele acaba se sentindo assim, mas desta vez tinha sido a pior de todas. Sempre que lembrava dos acontecimentos, esforçava-se para esquece-los, mas...
No presente momento, ele havia consumido quase todo seu poder mágico (MP) e tinha recebido a maior carga de danos desde que havia chegado a este mundo.
Diablo vestia alguns dos mais poderosos equipamentos de Cross Reverie e, mais do que isso, estes haviam sido fortalecidos ao máximo. Mesmo se recebesse um golpe que fatal para qualquer pessoa comum, no máximo perceberia que fora atingido por alguma coisa e, ainda assim agora estava consideravelmente ferido.
O Rei Demônio Krebskrum o atingiu com um golpe extremamente infantil, mas teve força o suficiente para romper a redução de dano físico do mais forte equipamento.
Diablo começou a pensar.
“Acho que foi apenas o esperado de um Rei Demônio. Caso as memórias de Krum tivessem voltado, com toda certeza eu não a teria vencido usando meu equipamento atual.”
— ...
— Diablo, por que você parece tão preocupado?
O lado esquerdo da cama estalou e ali, uma jovem elfa estava deitada ao seu lado. Seus macios cabelos dourados fluíam como um rio e encostavam no braço de Diablo, fazendo cócegas.
Esta era Shera L. Greenwood.
Ela pertencia à raça dos Elfos, conhecidos como os mais próximos dos Seres Divinos, e mais ainda, uma princesa.
Shera havia fugido de sua terra natal em busca de liberdade e Diablo havia se tornado consideravelmente íntimo dela. Mesmo assim, quando se aproximava dele dessa forma, o deixava bastante inquieto.
Seu “eu” atual, se auto proclamava um “Rei Demônio de Outro Mundo” e de fato poderia se vangloriar de um incomparável poder mágico em relação aos habitantes deste mundo.
Mas a verdade é um pouco diferente.
Diablo  era originalmente um jovem recluso, viciado em jogos e com um distúrbio comunicativo. Sua capacidade de comunicação era tão fraco que a única forma de conseguir conversar com os outros foi através de uma atuação que ele tinha criado para si no jogo, assim nasceu o Rei Demônio Diablo.
Entretanto, ainda continuava difícil falar, especialmente com mulheres. O jogador solo com zero de resistência a mulheres, estava deitado na cama com uma elfa loira, de proporções que mais pareciam uma obra de CG, a menos de 15 cm de distância.
Internamente, seu coração estava a mil.
Mas revelar tal constrangimento não era algo digno de um rei Demônio.
Diablo, exibindo sua melhor atuação, fazendo uma declaração em tom orgulhoso.
— Preocupado, você diz? Hmph, naturalmente... Meus pensamentos estão em um abismo ao qual nenhuma pessoa comum pode chegar.
— Waa~, isso parece incrível! Mas... o que é um abismo?
Talvez por ela ser uma garota pura, ou simples, Shera olhava infantilmente para ele.
Enquanto pensava em como explicar o significado de “Abismo”, Diablo inconscientemente desceu os olhos para o abundante “abismo” entre os seios de Shera, que eram generosos para alguém da raça dos Elfos...
— O abismo no caso é uma metáfora para algo profundo, que não conhece qualquer limite.
No lado direito da cama, oposta à Shera, outra jovem estava sentada próxima a eles — Rem Galeu.
A uma distância onde sua mão poderia facilmente alcançar, estavam as belas nádegas dessa jovem. Um pouco acima, uma calda que mais se assemelhava a de um gato preto se estendia.
Rem possuía calda e orelhas de gato negras, uma característica bastante rara entre os Pantherians. Inclusive seu cabelo era negro.
Em contraste a Shera, talvez devido aos seus meros 14 anos, seu peito era bem pequeno. Com costelas levemente aparentes, braços e pernas fortes e definidos, seu corpo de belas proporções ainda foi bastante atraente. Além disso, seu longo cabelo macio, ondulava ao redor do corpo, com uma tonalidade brilhante escura, dando-lhe um charme especial.
Rem sempre falava após pensar por um breve momento.
— ...Diablo, faz apenas um dia desde que coisas tão horríveis aconteceram, que tal se tirarmos hoje para descansar?
— Umu, suponho que sim.
— ...Obrigada.
Enquanto cantando uma estranha canção inventada por Shera, uma criança subiu na cama onde eles estavam.
— Vamos dormir —♪ Vamos dormir♪—A hora de dormir chegou—♪ Quando a noite acabar, será café da manhã—♪ Em nossos sonhos, terá rosquinhas, marshmallows e pão doce♪
Essa criança possui cabelos com uma coloração creme e grossos chifres crescendo em cada lado da cabeça. Ela possuía orelhas largas, como as dos elfos, e olhos de cor violeta que não eram comuns às pessoas das raças. De fato, ela era o Rei Demônio Krebskrum em sua forma infantil — Krum.
Apesar de cantar feliz, em sua face, um pouco de medo podia ser percebido.
— Está realmente tudo bem? Para Maou permanecer aqui...
— Por quê? Você não quer dormir com a gente? Será que a cama é realmente muito pequena?
Shera inclinou sua cabeça.
Krum piscou seus olhos.
— Maou não eliminou pessoas das raças, nanodayo!? E até mesmo tentou matar Diablo. Vocês não consideram Maou perigosa?
— Ahahaha, a única preocupada com isso é a Sylvie-san
Enquanto rindo, Shera acariciava a cabeça de Krum.
A pessoa chamada Sylvie era a Mestra da Guilda dos Aventureiros da cidade de Faltra. Em tal posição, ela disse — Não é possível permitir que o Rei Demônio Krebskrum viva nesta cidade, mesmo se tiver a aparência de uma criança.
De fato, Krum transformou-se no Rei Demônio e entrou em fúria na cidade e se Diablo não tivesse lutado contra ela, tudo poderia estar em ruínas agora.
No entanto, há uma situação atenuante nisso. A pessoa das raças a qual ela matou, era um cara anormal, um viu assassino que possuía o título de Paladino, Sadraa. Rem e Krum quase foram mortas por ele.
Diablo pensou sobre isso.
“Está tudo bem para um cara perigoso e suspeito como ele viver nesta cidade, mas Krum não. Isso não é estranho? A atual Krum é apenas uma criança. Para ser desprezada assim é bastante triste.”
Entretanto, dizer palavras doces para uma menina, não era algo que o Rei Demônio faria.
Diablo ergueu seu corpo e tentou dizer algo como: — Não há necessidade em pensar nisso—, enquanto preservando sua majestade.
— Hmph... Tentar me matar, você diz? Não me faça rir. Um ataque daquele nível não faz nem cócegas em mim. Afinal, eu sou o verdadeiro Rei Demônio! Se duvida disso, pode vir me desafiar outra vez. Mas nesse momento, eu não irei mais me segurar. Eu devo lhe tornar em uma pilha de escombros.
Shera e Rem fizeram uma expressão de ansiedade.
— Hau~, eu não quero ver nunca mais vocês lutando, sabiam?
— ... Por favor, se acalmem os dois.
Diablo estava suando frio em sua mente. Poderia ser que sua provocação foi excessiva? Por acaso o seu distúrbio comunicativo ativou outra vez?
Se dissesse: —Vamos lutar já-nanoda!—, ele estaria em sério perigo.
Krum veio voando até ele.
— Uhehe! Isso é bom-noda! Você é bem resistente! Maou lhe elogia!
Ela o abraçou apertadamente.
Talvez pelo fato de ser uma criança, sua temperatura corporal era elevada. Somado ao clima quente de Faltra, esse cobertor de menina era bastante quente.
No pescoço dessa Krum charmosa, um colar metálico estava fazendo barulho.
Rem também possuía um em volta de seu pescoço.
— ... Agora que penso nisso, desde que a magia de escravidão foi colocada em Krum, ela deve ter se tornado incapaz de lutar contra você.
Afim de livrar-se de qualquer dúvida remanescente da mestra da guilda, Sylvie, Krum foi colocada sob uma magia de obediência absoluta. Como prova disso, o [Colar de Ferro] estava atado ao seu pescoço.
Embora seja um pouco diferente daqueles usados por Rem e Shera, ele possui basicamente a mesma função.
Diablo inclinou seu corpo na cama.
— Vamos dormir agora.
— Oka~y!
Shera, quem possui o corpo mais maduro entra elas, era a mais infantil de todas. Ela reclinou seu corpo, de forte apelo sexual, próximo a ele.
E então, como sempre, Krum deitou-se sobre Diablo. Isso fez um pouco de calor.
— Umu, vamos dormir-noda! Embora Maou esteja bem em não dormir também-nanoda.
Rem timidamente deitou-se na borda da cama.
— ... Bem, então, boa noite.
Ela estendeu sua mão até o candelabro na parede, então colocou um pequeno sino acima da chama, para extingui-la.

Quando o quarto ficou escuro, a sonolência os invadiu.
Ilustração da Lightnovel Volume 4 Capítulo 1-1


Diablo pode não ter notado.
Por uma pequena fenda na parede, uma existência aterrorizante os encarava.


Se você gostou deste capítulo, CLIQUE AQUI, solucione o Captcha e aguarde

por 5 segundos, assim estará apoiando a Anime X Novel!



Share on Google+

Faça uma busca aqui por mais Novels e Mangás em nossos Sites Parceiros!

You Might Also Like

Comment Now

0 comentários