Death March Webnovel 17-18

Posted



Death March 17-18
[
Calamidades Cor-de-Rosa
(Fracasso) – Parte 3
]

Ilustração do capítulo 17-18 de Death March to the Parallel World Rhapsody


— Droga, essa coisa é muito forte!
— Mostrem a coragem dos Aventureiros de Classe A!
Em uma das torres nas proximidades do Império Saga, um grupo de aventureiros estava em uma batalha feroz contra um [Semi-Troll de Vanguarda] com seis metros de altura, nos andares intermediários.
— Boa! Consegui cortar!
— Cauterizem a ferida! Não deem tempo pra que se regenere!
O líder imediatamente ordenou ao grupo que ateassem fogo no local onde a espada larga do guerreiro conseguiu ferir a pele do Semi-Troll. Cauterizar ferimentos que poderiam beneficiar o grupo pelo sangramento seria uma ação tola em circunstâncias normais. No entanto, esta era uma ação indispensável quando se enfrentava um inimigo com uma poderosa capacidade regenerativa.
— GUHAA!
— Não chegue perto sem cuidado! Trolls são fisicamente mais fortes que Ogros!
O líder passou um alerta para o novato que havia sido arremessado pela força do troll.
— Haa... essa vai ser uma luta beeeeem longa... — Ele fez uma expressão cansada na medida em que a luta se alternava entre ofensiva e defensiva.
— [Aventureiro-san, nós chegaremos em breve para lhe prestar auxílio, então não fique tão surpreso, por favor.]
De repente, uma voz clara, como se carregada pelo vento, soou em seus ouvidos.
— QUEM É!?
— [Somos as seguidoras do Herói Nanashi, as Cavaleiras de Prata!]
Um grupo de pessoas vestindo armaduras de prata surgiu sem o menor ruído no lado oposto do salão. A aproximação inaudível, ou melhor, silenciosa deles fez com que alguns dos aventureiros entrassem em pânico, mas graças ao rápido comando do líder, “Não entrem em pânico! Elas não são nossas inimigas!”, que foi informado previamente, o campo de batalha escapou de entrar no caos.
— Líder, por acaso essas não são...?
— Sim, é o mesmo pessoal que salvou a gente antes.
Pelo visto, as Cavaleiras de Prata já haviam tomado ação anteriormente.
Elas passaram com agilidade no meio do campo de batalha entre os aventureiros e o Semi-Troll de Vanguarda.
— Merda! Tem um troll emboscando por trás! — O líder gritou um aviso no momento em que viu um Semi-Troll de Vanguarda, que estava escondido, indo por trás das Cavaleiras de Prata.
... [Lâmina Relâmpago em Rede]!
O feitiço composto criado pela combinação de Magia do Vento e Magia do Relâmpago que a Cavaleira de Prata Ar (Zena Marientail) invocou, rompeu imediatamente a barreira mágica do Semi-Troll, paralisando o seu corpo.
— KUUUUNNNGFUUUUUUU KIIIIIIIIIIIIIIIIIIIICK!
A Cavaleira de Prata Kungfu (Karina Muno) saltou para o céu, enquanto deixando um rastro de luz azulada, e enterrou um chuto no inimigo paralisado.
— Kungfu Upper!
Rudy: Curiosamente, Upper é um golpe de Box, não de Kungfu. Se trata de um “Gancho” dado de baixo para cima no queixo de oponente, mas aparentemente ele atingiu foi o abdome do Troll. Ou seja, tá tudo errado!
Recebendo o segundo golpe, o corpo do Semi-Troll se curvou para dentro numa posição de < antes de ser arremessado para cima.
— [Karina-dono, agora!]
Uma voz grossa pode ser ouvida dentro do elmo de Karina.
Uma luz azul envolveu o seu corpo, emitindo flashes por entre as aberturas da armadura.
— Kungfu, [Dança Aérea]!
Ela saltou dando um poderoso chute contra o chão e então colidiu contra o Semi-Troll por várias direções diferentes. Estes ataques usavam o poder total de [Movimento Oscilante] em ultra velocidade e passos aéreos, dando a impressão de que haviam diversos clones atacando.
— Finalizado, desuwa!
Karina assumiu uma pose vitoriosa em frente ao Semi-Troll de Vanguarda que colidia estrondosamente contra o chão. Ao mesmo tempo, luzes vermelhas irradiaram de dentro do corpo dele, atravessando carne e ossos, causando enormes explosões. Este fenômeno se deu pelos estilhaços de [Lâmina Mágica] implantados no corpo do inimigo, que chegaram ao ponto crítico, explodindo.
Os pedaços de carne e fluidos sanguíneos se espalharam pelos arredores, mas Karina em si não foi atingida graças ao campo de força formado por pequenas escamas de luz emitidas pelo [Item Inteligente, Raka] a fim de protegê-la.
Depois de algum tempo, os vestígios do Troll desapareceram em uma névoa escura.
— Pelo visto, o único item de queda desta vez é um [Núcleo Mágico], desuwa.
— Bom trabalho, Kungfu.
Após derrotarem o inimigo, as cavaleiras desapareceram silenciosamente na fenda dimensional que se abriu, como se nada tivesse acontecido.
— Cara, elas são reais...?
— Acabando em um instante com o monstro com que lutamos tão desesperadamente...
— Ei, não fiquem distraídos, seus palhaços! Nós ainda estamos lutando aqui! Por acaso estão querendo ir pro paraíso mais cedo!?
O líder chamou a atenção dos membros do grupo que ficaram distraídos pela vasta diferença de poder entre eles.
[São elas trapaceiras~?]
[Trapaceiras elas são~]
Garotinhas de cabelo rosa riram “kusu kusu”, nas profundezas da escuridão. Enquanto saiam em busca de novas presas, um sorriso sádico brotava em suas faces infantis.


◇◇◇


— Aqui estão.
— Trouxemos os doces com a gente.
— Muito obrigada. Com isso vamos ter menos problemas com os clientes na área dos doces.
Quando Lulu e Satou vieram disfarçados para entregar os novos estoques de doces, Tifaliza mostrou um sorriso com sua beleza intelectual enquanto liderava o caminho.
— Uau, quantos doces, ssune.
Lulu retirou várias caixas de dentro de sua [Bolsa Garagem] e os empilhou na frente de Nell, que se juntou a eles. Estes não eram itens de queda, mas produtos que Satou e Lulu prepararam.
Após receberem o relatório do Instituto Real de Pesquisas apontando o possíveis efeitos de dependência, eles decidiram vender doces de café com um montante ajustado de cafeína e os mais variados sabores de soda através da Firma Echigoya.
Rudy: Soda é o que geralmente nos referimos como refrigerantes.
Para lidar com o aumento no número de pessoas com sinais de irritação, Satou e as garotas começaram a experimentação de alimentos preservados com adição de cálcio, e doces com adição de sais minerais, deixando algumas amostras no estoque.
Rudy: Não sei qual a relação entre irritação e deficiência de cálcio e minerais. 

— Com isso, os nossos problemas deverão diminuir por ao menos seis meses.
— Tifa-san, você está subestimando a tentação dos docesn, ssuyo. Eu me atrevo a dizer que não vai durar nem três ou até dois meses, ssuyo.
Ouvindo o comentário das duas, Satou e Lulu olharam um para o outro. Suas estimativas era que estes doces durassem por um ano.
— É realmente tanto assim?
— Se considerarmos apenas os cálculos de vendas até agora e o número de pessoas que vêm à procura, essa estimativa deve estar correta.
Ouvindo a opinião de Tifaliza, Satou prometeu preparar uma nova leva.
— Ah, sim, entregue a elas, Lulu.
Recebendo o sinal de confirmação, Lulu entregou um conjunto de papéis.
— Tem certeza que está bem entregar as receitas?
— Quanto mais produzirmos, mais postos de empregos a firma abrirá, certo?
— Somos muito gratas pela sua consideração, Kuro-sama.
Tifaliza fez uma reverência.
Apesar de ter havido um influxo de pessoas deixando o trabalho para irem às torres, muitas outras ainda estão em buscas de oportunidades de emprego.
Depois de confirmar que novos doces seriam comprados, Satou foi para seu escritório particular no último andar da firma. Quanto a Lulu, ela foi para cozinha ensinar aos confeiteiros da firma como preparar os novos doces.
— Kuro-sama, obrigada pela espera.
A Gerente Elterina acabara de retornar do Palácio Real.
— Reportei à sua Majestade sobre a última questão que discutimos.
— Aqui estão os documentos fornecidos pelo reino.
Incidentes que envolviam o “aparecimento de monstros errantes nos andares das torres” ocorreram ao redor do mundo, assim como vários relatos sobre “avistamentos de meninas com cabelo cor-de-rosa” e “vozes de crianças”.
— Então outros lugares além do Reino Shiga tiveram problemas semelhantes...Hm?
Satou fez uma rápida leitura dos dados.
— Avistamentos no mesmo dia entre países distantes entre si, hmm...
— Avistamentos simultâneos de meninas com cabelo rosa, é o que dizem.
Satou completou o comentário da Gerente. Ele ponderou na possibilidade dessas crianças poderem aparecer e desaparecer onde bem entenderem ou se haveria um número grande delas.
— Mesmo Kuro-sama não consegue descobrir?
— Infelizmente, não.
Satou e Tama foram em suas armaduras de ouro investigar assim que receberam notícias das aparições, mas não conseguiram encontrar qualquer indício mesmo depois vários dias de buscas.
— No entanto, Kuro-sama. Há relatos da aparição de pequenas garotinhas mesmo sem a presença de monstros irregulares no andar. — Reportou Tifaliza.
— ...Quanto a estes você pode ignorar.
Os relatos que Satou apontou se tratavam de relatos sobre meninas com roupas e mantos cor-de-rosa. Estes se tratavam da Gata Ninja Tama e sua companheira, a Heroína Canina Pochi, explorando as torres.
— ...Já essa aqui foi bem na marca.
Não estava claro se um monstro errante não apareceu ou se algum indivíduo forte de passagem o derrotou, já que não há como ter certeza em torres onde os monstros derrotas não deixam cadáveres.
— Não há qualquer ponto em comum entre as vítimas, ficando difícil dizer se alguém os tinha marcado...
— Talvez simplesmente não tenha sido escrito nos relatórios. Deveríamos investigar mais a fundo as vítimas?
Satou respondeu a sugestão da Gerente com um “Se puder, por favor.”


◇◇◇


— Zena está de volta. Pessoal, preparem-se para o combate.
Chegando aos andares superiores da torre, os membros do time de prata fizeram de uma área aberta sua base de operações para a caça de monstros. Elas estavam acompanhados por oito golens de orichalcum portando escudos largos.
— Há quatro inimigos! Uma mantícora e três leões! — Zena gritou para suas amigas no momento em que entrou no espaço aberto.
Atrás dela, uma gigantesca [Mantícora de Vanguarda] acompanhada por três [Leões Passo-aéreo de Vanguarda] a perseguiam.
O primeiro se tratava de um monstro com a cabeça de um senhor de idade, corpo de leão e asas de morcego, uma poderosa criatura capaz de disparar Magia Avançada de Gelo e Vento.  
Os demais se tratavam de leões que galopavam em pleno ar, usando de movimentos tridimensionais através de barreiras momentâneas que surgiriam de seus rugidos e da habilidade [Movimento Oscilante].
— Golens nº3 a 8, parem os movimentos dos Leões Passo-aéreo de Vanguarda!
Seis golens de orichalcum brandiram suas maças e escudos, e se posicionaram para interceptar os leões.
— M A W Z N!
A Mantícora com rosto humano rugiu e então lanças de gelo se manifestaram ao redor, alvejando os membros do time de prata.
— [Égide Sagrado]!
Sera ativou seu feitiço sagrado que estava em modo de espera, bloqueando facilmente as lanças de gelo e repelindo o avanço da Mantícora.
... [Lâmina Relâmpago em Rede]!
O feitiço composto usado por Zena destruiu a barreira de proteção da Mantícora.
— KUNGFUUUUUUUUUUUUUU KIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIICK!
Karina subiu aos céus e disparou por baixo da Mantícora em pleno ar seu golpe finalizar na base das asas, impedindo-a momentaneamente de voar. Em seguida, os dois Golens restantes que protegiam a Princesa Sistina avançaram para decepar as asas do inimigo.
— Terminamos o encantamento! — Gritaram Zena e Sera.
— Recuar!
No instante em que anunciaram a finalização do feitiço, a Princesa deu a ordem para que Karina e os Golens saíssem da área de efeito.
— ... [Impacto Sagrado]!
— ... [Relâmpago Divino em Área]!
Um poderoso ataque sagrado e uma estrondosa tempestade de raios em ampla área achataram a Mantícora.
— [Karina-dono, agora!]
— Pode deixar, Raka-san!
Seguindo o conselho de Raka após verificar o restante da barra de vida da Mantícora, Karina finalizou o inimigo através do mesmo combo utilizado contra o [Semi-Troll de Vanguarda].
A uma pequena distância dali, um pequeno grupo de meninas entrou em pânico ao ver a Mantícora sendo explodida em pedaços de carne.
[O que é isso! O que é isso!]
[Têm certeza que querem mexer com aqeulas? Não seriam elas más notícias?]
[Notícias más!]
[Super más notícias!]  
Eram as meninas de cabelo cor-de-rosa.
[Acham que elas sejam Heroínas?]
[Como as da Pari-tan?]
[Aquele bando de selvagens só pode ser, não?]
[Talvez.]
[Não tenho a menor dúvida.]
Uma menina de olhar sereno bateu palmas para chamar a atenção das outras.
[Agora não é hora de ficar com medo, mas sim de aplicar uma punição nas trapaceiras! Se nós não fizermos isso, o Mestre não vai nos elogiar!]
[Eu não quero isso~]
[Quero ser elogiada~ odeio ficar sem elogios~]
Elas se moveram para outra localização a fim de capturarem um monstro de alto nível. Seus olhos estavam sobre um [Semi-Dragão de Vanguarda], um monstro de poder inigualável mesmo nos andares superiores.
[O monstro entre os monstros!]
A garota fez sua declaração apontando com a mão estendida para o dragão. Em seu braço havia uma badana com o kanji de [Capitã] escrito.
[Eehh... dragões são más notícias.]
[Não é? Quero dizer, eles são todos selvagens~]
[E mordem no momento em que veem você~]
[E perfuram as nossas barreiras~]
[E não possuem qualquer conceito de “Fofura é justiça”~]
[NÃO É!?] — As demais garotas gritaram em uníssono.
Rudy: Acho que elas estão reclamando que o Dragão não hesitaria de atacá-las mesmo elas sendo tão fofas.
Aparentemente, as outras não receberam bem a sugestão da Capitã.
[Ei, apenas façam isso já!]
Obedecendo ao comando, as outras meninas timidamente caminharam até o Semi-Dragão de Vanguarda. Então, no momento em que começaram a brigar entre si para ver quem iria colocar o sino no pescoço do dragão, ele percebeu a presença delas e deu um grande rugido.
— A N G Y W A A A A A A Z!
[GYAAA!!!] — As meninas correram em pânico para todas as direções.
[Nós avisamos que eram más notícias!]
O Semi-dragão correu atrás delas enquanto mordia as barreiras de proteção.
[Não, não, não! Está rompendo, está rompendo~!]
[As presas! As presas estão batendo me mim~!]
Elas corriam para direita e para esquerda, desesperadas.
[Fujam! Fujam para as colinas, já!]
[Não vamos mais punir os homens maus?]
[Nós vamos ser comidas antes de puní-los!]
[Eehh, então vamos apenas ignorar os homens maus?]
[Vá punir você mesma, então!]
As outras desapareceram em uma fenda que se abriu na torre. A primeira de todas a fugir foi a Capitã.
[Pessoal, vocês são tão cruéis~ eh? O chão parou de tremer?]
A última a restar percebeu que havia alguma coisa estranha. Quando ela mecanicamente se virou, viu que o dragão estava a ponto de disparar o seu sopro.
[GYA!] — Ela então se jogou no buraco também.
Chamas roxo-escuras envolveram o local. Assim que se extinguiram, o que restou foi uma parede escura com fuligem, mas absolutamente inviolada. Mesmo chamas infernais capazes de derreter rochas não poderiam causar qualquer dano à torre, aparentemente.

O dragão continuou a tentar morder a parede, até que se cansou e decidiu voltar ao seu ninho. Por mais irreal que pareça, dragões não agirão da forma que se espera, pelo visto.


Se você gostou deste capítulo, CLIQUE AQUI, solucione o Captcha e aguarde

por 5 segundos, assim estará apoiando a Anime X Novel!





Share on Google+

Faça uma busca aqui por mais Novels e Mangás em nossos Sites Parceiros!

You Might Also Like

Comment Now

0 comentários