Botsuraku Yotei Webnovel 04

Posted




Capítulo 4
  
Uma semana depois de começar os exercícios, os resultados começaram a aparecer, meu rosto ficou um pouco mais fino e eu ganhei um pouco de disposição para correr. Além disso, fiz um bom progresso em relação a magia, consegui mudar a propriedade de minha mana para fogo e água. Minha capacidade mágica também aumentou em uma boa taxa. Parece que, diferente de seus pais, Kururi tinha um bom talento mágico.
Me levantei cedo e fui correr em volta do território. Vendo todos trabalhando tanto desde tão cedo comecei a admirar a população. Me certifiquei de deixar que vissem meu rosto durante a semana. Depois disso, passei o resto do tempo em casa.
Essas pequenas corridas não resultavam mais em tanto cansaço, pelo contrário, minha disposição aumentava e eu acabava querendo correr mais e mais. Como imaginado, o corpo de Kururi tinha um grande potencial. Meus esforços também estavam rendendo bem. Quanto mais me movia, mais leve ficava.
Mas, claro, eu não queria exagerar nisso. Não é bom se esforçar demais durante o período de crescimento, então seria melhor evitar isso. Terminei minha corrida em uma distância bastante decente e retornei para casa, continuando meus estudos na biblioteca.
De qualquer forma, durante a mudança de propriedade da mana, eu fiquei preso em como mudar para o elemento relâmpago. Água e Fogo foram simples, mas este era bastante problemático de invocar.
— Moran-jii, estou com dificuldades.
— Hohoho, a repetição é importante em tudo. Se o senhor continuar tentando, em breve será capaz.
Como esperado, a palavra de alguém experiente possui um peso muito grande. Bem, no final, ainda não fui capaz de mudar a propriedade da mana.
 Depois da ceia, me analisei em frente ao espelho. Hmm... não foi apenas o rosto, mesmo meu corpo mostrou sinais positivos de mudança. Essa era uma boa tendência.
Após continuar a praticar exercícios e magia por mais um mês, meu corpo estava além do reconhecimento. Ele ficou esbelto e flexível, e a face era a de um menino atraente. Também dominei o básico da mudança de propriedade mágica e minha capacidade mágica (MP) aumentou em um ritmo louco.
Meu corpo ficou leve. Era como se eu pudesse sair voando. Dei estrelinhas e mortais a meu bel prazer. Ninguém mais poderia me chamar de balofo ou rolha-de-poço! Nunca mais!
Era o momento de ir até o velho Donga novamente.
Peguei um cavalo no estábulo e o montei. Vamos lá!
Ao mesmo tempo em que o cavalo saiu galopando livremente pelos campos, fiquei para trás. Nunca imaginei que montar fosse tão difícil! Apenas por ter perdido um pouco de peso, superestimei as minhas habilidades.
— Kururi-sama! O senhor está bem?! — o encarregado pelo estábulo correu em minha direção.
— Estou sim. Será que você pode me ensinar a montar?
— Sim, às suas ordens!
Ele me ajudou a levantar, embora eu tenha me sujado de lama.
A parte principal na montaria é a força nas pernas. Se não prender suas coxas firmemente no torso do animal, você cairá. No primeiro dia, caí quando desmontei do cavalo. Minhas pernas estavam fatigadas ao ponto em que eu não conseguia me manter de pé.
— Isso acontece com todo mundo no começo. — o encarregado me confortou gentilmente. Ele era um cara bem legal.
No entanto, um simples cavalo não seria nada em frente ao potencial deste Kururi. Sem perceber, uma semana se passou. Eu fui capaz de montar um cavalo.
Já estava no nível em que eu poderia dizer que iria “dar um pique” sem abandonar meu ar triunfante.
 Agora finalmente poderia ir confrontar o velho Donga.
— Com licença. — elevei minha voz enquanto estava na entrada da loja de armas.
Como esperado, ele não apareceu, então tive que entrar no local.
— Donga-san!!!
— Que foi?! Quanto barulho! É o filho idiota do senhor feudal?
— S-sim, sou Kururi, vim aqui há alguns meses.
— Hoo, você queimou bastante banha. Quase não te reconheci.
— Vim para aprender ferraria.
— Ah é, eu prometi algo assim. Bem, venha. Se eu não puder te usar, então vou chutá-lo daqui.
— Estarei sob seus cuidados!
Ao contrário de sua aparência e jeito de falar, ele me ensinou com bastante cuidado. Quando ele soube que eu poderia usar magia, deixou o forno por minha conta. Após me envolver com a ferraria e fazer alguns trabalhos estranhos por mais de um mês, Donga finalmente me ensinou como forjar.
— Já faz algum tempo que você está aqui. Finalmente parece ter se acostumado com o ambiente, então tente bater um pouco no ferro.
— Entendido! — respondi enquanto limpava a fuligem em meu rosto usando uma toalha.
— Se o ferro for bem batido terá suas impurezas removidas, aumentando a qualidade dele. Além disso, você bate nele para criar o balanceamento correto e misturar metais diferentes. Bem, de qualquer forma, bata bastante. Não há nenhum modo melhor de aprimorar sua técnica.  
— Entendido!
Assim como o velho Donga me orientou, passei cada dia batendo no ferro.
Desde trabalhos estranhos, atender clientes e repor o estoque. Quando percebi, acabei praticamente vivendo dentro da ferraria. Eu mesmo informei aos meus pais, mas eles insistiam em dizer que ‘estavam sempre preocupados sobre essa criança fazer o mesmo todos os dias’.
Esse estilo de vida continuou por mais um ano e recebi uma expressão de aprovação de meu mestre, Donga. ‘Agora você tem o ar de um verdadeiro ferreiro’.
Em contraste com meu corpo esbelto, minhas mãos se tornaram bastante ásperas. Eu obtive incontáveis cicatrizes de queimaduras, bolhas, calos e ferimentos afins. Ah, um ano é bastante coisa.
Em um certo dia, fui chamado pelo mestre.
— Foi você quem fez esta espada? — disse Donga, segurando uma espada que fiz na noite anterior.
— Sim, fui eu mesmo. Por quê?
Ele estava sem palavras.
—  Boa pureza e um balanço quase perfeito. Quando atingi este nível, estava no final dos meus 30 anos. — murmurou.
Esse certamente era um bom trabalho, recentemente eu tinha conseguido manter esse nível de forma consistente. O Mestre apenas não havia percebido.
— Isto é incrível. Kururi, eu não tenho mais nada a lhe ensinar. De agora em diante, esta é uma batalha contra si mesmo. O mundo irá pertencer àquele que buscar seu autodesenvolvimento.
— Eh?!
— Suas habilidades já estão a par das minhas. Você não será capaz de melhorar com os ensinamentos de outros. De agora em diante, sua missão será atingir novos patamares.
— Ehh, bem... bom saber, será que eu seria capaz de me sustentar com minha técnica atual?
— Ah, como teste, vamos colocar esta espada na loja. Estou certo de que irá vender imediatamente.
— Oooh! — Eu consegui. Obtive a minha profissão, não foi!?
— Não há mais nada que eu possa ensiná-lo, mas continue batendo no ferro todos os dias. Se você ficar preguiçoso, sua habilidade decairá.
— Entendido. Muito obrigado Mestre!
— Mas que talento assustador. É um desperdício você ter nascido na nobreza.
Não, isto é algo para ser tomado como boa sorte.
Pela primeira vez em muito tempo, voltei para casa e pedi aos meus pais que construíssem minha própria ferraria dentro da mansão.
— Kururi-chan voltou! — a casa inteira foi preenchida por clamor. Meus pais estavam particularmente felizes e, por isso, construíram uma ferraria mais luxuosa do que o necessário.

Após aquilo, meu estilo de vida se tornou uma alternância entre a ferraria e a biblioteca, acho. Se estivesse fazendo espadas, poderia muito bem tentar fazer outras coisas. Sim, depois perguntaria aos meus pais sobre isso, eles certamente não iriam se opor.


Se você gostou deste capítulo, CLIQUE AQUI, solucione o Captcha e aguarde

por 5 segundos, assim estará apoiando a Anime X Novel!






Share on Google+

Faça uma busca aqui por mais Novels e Mangás em nossos Sites Parceiros!

You Might Also Like

Comment Now

0 comentários