♪♫ Player Rádio J-Hero ♫♪

- Revisado Capítulo 5-Intermissão-4

Acompanhe os capítulos de [WN] Death March Kara Hajimaru Isekai Kyousoukyoku Chapter Revisado Capítulo 5-Intermissão-4 traduzidos para o português brasileiro (PT-BR) aqui na Anime X Novel. Os capítulos podem sempre ser acompanhados em Anime X Novel. Visite nosso site diariamente Anime X Novel para não perder nenhuma atualização e não se esqueça de compartilhar com os seus amigos.

[Reportar Erros de Visualização / Dificuldades de Acesso / Links Vazios]

Publicidade







Death March Web Novel Online 5-Intermissão-4
[O Trabalho do Gerente-san]




Web Novel Death March Kara Hajimaru Isekai Kyousoukyoku / Death March To The Parallel World Rhapsody Ilustração Arco 5

Meu nome é Yusalatouya, um elfo que nascido na floresta de Boruenan.

— Gerente, os preparativos estão completos.

Quem me chamava era a única funcionária da minha loja, a pequena Nadi. Embora ela não chegasse nem até meu joelho quando a conheci, antes que percebesse, ela já estava mais alta do que eu.

Humanos crescem rápido.

— Vamos.

Ela me responde com um energético: “Sim!” e levanta a enorme mochila nos seus pés até o ombro. Depois, me entrega outra mochila, de tamanho médio, enquanto sorria.

Essa é a minha parte da bagagem, huh?

— Assistente.

— Não podemos. Não temos dinheiro extra para isso.

Tentei dizer a ela que queria contratar um novo assistente para carregar a bagagem, mas foi rejeitado. Como ela era responsável pela contabilidade da loja, não a nada que eu possa fazer.

Sem escolha, guardo meus equipamentos favoritos na mochila e a coloco nas costas.

— Preparei alguns figos secos que você tanto adora no seu bento, então vamos fazer isso energicamente!

Hou, é muito raro para a econômica Nadi presentear alguém.

Meus lábios se curvam ligeiramente. Mas como a Nadi sorriu triunfalmente depois de perceber com seu olhar afiado, rapidamente me contive.




◇◇◇




— Vamos entrar na montanha a partir do entorno desta área.

Nadi disse enquanto mostrava o mapa para mim.

Amarramos os cavalos que tínhamos usado até aqui nas árvores. Apenas no caso, borrifo um repelente de monstros para protegê-los.

Estávamos a serviço de um comerciante chamado Satou para entregar um item a uma comunidade pouco desenvolvida no meio das montanhas. Normalmente, eu não aceitaria um trabalho tão aborrecedor, mas como ele estava cuidando de uma garota da minha raça, não pude recusar.

Ou melhor dizendo, ao invés de recusar, deveria tê-lo aceito sem qualquer recompensa, mas uma pessoa de bom coração ele, não aceitou minha oferta e forçou o serviço.

Além disso, ele ofereceu três moedas de ouro como pagamento. Eu queria dizer que não precisava do dinheiro, mas Nadi rapidamente tapou a minha boca.

— Gerente?

— Desculpa.

Eu me perdi em pensamentos por um tempo.

— Por favor.

— Umu

Uso uma arte secreta para atravessar a floresta.

— ■■■ ■■■ ■■■■■■■ [Caminhada na Floresta].

A aura verde envolveeu a nós dois.

Já fazia algum tempo que eu não usava essa magia.

Enquanto avançamos pela floresta nesse estado, galhos e ervas alta como o homem adulto se afastam de nós.

— Não importa quantas vezes eu a veja, sempre fico impressionada com essa magia.

— Mesmo?

Fico um pouco embaraçado com o elogio direto da Nadi. Como um homem maduro, eu precisava permanecer sereno.

Enquanto continuamos, guio a Nadi pelo caminho da montanha, mas com os obstáculos se afastando por conta própria não era muito diferente de seguir em uma estrada.

— Ah, esse é o lírio vaga-lume do vale das flores!

— Não.

Sim, enquanto estivéssemos usando essa magia, não poderiamos ferir criaturas da floresta. Caso contrário, essa magia não sereria utilizável durante uma estação inteira.

— Então é assim... Aah, que pena. Podíamos conseguir cinco moedas de ouro por aquela flor numa loja de alquimia...

Seguro a mão de Nadi e a lidero para seguir o caminho adiante, enquanto ela continuava olhando para trás em remorço.

Eu me pergunto se algum monstro passou por aqui, vendo a quantidade de galhos de árvores e pedras atiradas artificialmente ao redor. Poderia ser alguma criatura de alto nível que se estabeleceu recentemente na região?

Eu ia usar magia para verificar isso, mas depois percebi que minha mão ainda estava unida à de Nadi. Quero separar nossas mãos, mas ela não me deixa soltar.

— Nadi?

— Err, está separado.

Algo raro para a inteligente Nadi. Ela estava realmente interessada na flor antes. Estou preocupado com sua condição, mas tenho que confirmar a segurança primeiro.

— ■■■ ■■■ ■■■■■ [Sussurro da Floresta].

A magia se espalhou pela floresta.

[Não mais.]

[Esteve aqui.]

[Noite.]

[Corrida.]

[Voar.]

[Exterminou o grande javali.]


Os pequenos ecos da floresta continuavam a ecoar.

Um herói em uma floresta tão remota? Deveria haver algum rumor se fosse o herói do império saga, mas talvez um novo herói tenha surgindo entre os Ratkins cinzentos?




◇◇◇




Finalmente chegamos ao assentamento dos Ratkins ao meio-dia, mas infelizmente, parecia que não eramos realmente bem-vindos.

O problema era que eu não entendia a língua deles. Desde que me disseram que eles salvaram Mia, achei que pudessem falar a língua dos elfos, mas minha expectativa estava errada.

— Opinião?

— Sim, é semelhante a língua dos Weaselkins, mas algumas palavras lembram mais o idioma élfico.

Nadi estava improvisando uma conversando usando várias línguas enquanto segurava firme na manga da minha camisa.

Eu sabia que ela era habilidosa quando se tratava de aprender outras línguas, mas para conseguir estabelecer um diálogo no improviso era realmente impressionante. Eu gostaria de usar a Magia da Neutra [Traduzir] que meu tio-avô usava, mas não tenho conhecimento ou confiança que seja possível com o meu nível.

Fiquei observando a Nadi enquanto ela negociava. Na pior das hipóteses, poderíamos simplesmente forçar a entrega da encomenda e partir.

De repente, os Ratkins pareciam ter ficado eufóricos. Será que a Nadi falou algo errado?

Hm? Alguém está sacudindo as minhas pernas.

Quando olho para baixo, as crianças pequenas estão enroladas em volta da bagagem que Nadi e eu colocamos no chão.

Já que seus narizes estão se movendo, eles estariam farejando alguma coisa?

Eu lentamente me agacho enquanto tomo cuidado para não agitar a multidão e abro a grande mochila.

O cheiro forte se espalhou.

Tinha crocretes nesse pacote, hein?

Aparentemente, as crianças estão interessadas nesse cheiro. Eu não sabia o que tinha de tão bom naquela coisa oleosa, no entanto também era popular na cidade.

Nadi provavelmente trouxe para o almoço, mas vamos usá-los para construir amizade com eles.

Havia 10 croquetes no pacote, mas o número de crianças era dezoito. Então, parti os croquetes ao meio e dividi entre elas.

Quando isso aconteceu, várias pessoas que pareciam ser as mães aparecem a partir do meio entre os soldados, e cada uma delas carrega 3-4 crianças que continuam mastigando os croquetes para trás dos homens.

Dei o último pedaço para um rato que olhava para mim melancolicamente. Percebi também um olhar ligeiramente afiado de Nadi.

Mais tarde eu divido os figos com você. Não fique tão chateada.

Não sei se os croquetes fizeram sua parte, mas depois que o Ratkin chefe da vila, que sabia a língua do reino shiga, apareceu as coisas fluíram e o nosso objetivo foi alcançado de alguma forma.




◇◇◇




— Entendo, então meu irmão morreu.

— Segundo a pessoa que esteve presente em seu último momento, foi uma morte heroica.

O patriarca disse enquanto segurava o capacete vermelho que trouxemos. Posso sentir a profunda tristeza em suas palavras.

Quando eu estava prestes a agradecer por terem salvo a Mia e me despedir, Nadi interrompeu.

— Patriarca-san, por que a floresta aqui é a única que parece estar morrendo?

— Também não sabemos o motivo, mas há cerca de meia ano atrás árvores mais antigas começaram a murchar.

Entendo, é isso que a Nadi está querendo dizer.

Não era suficiente agradecer apenas com palavras.

— ■■■ ■■■ ■■■■■ [Evocar Donzela da Floresta (Evocar Dríade)].

De acordo com a minha magia, o espirito desta montanha responde.

Ela parece uma garotinha de cabelos verdes.

— Pergunta.

— Elfo! Já faz algum tempo.

— Floresta da Montanha.

— Você quer saber por que a montanha está morrendo?

— Sim.

— O motivo é que~um humano tentou operar as ruínas forçadamente.

De acordo com a Dríade, as ruínas de uma das invenções do meu tio-avô estavam drenando as veias da terra.

— Medidas.

— Está tudo bem. A ruína parou de qualquer maneira, e eu tomei um monte de mana de uma criança fofa.

Mesmo que ela pareça assim, ela viveu por muito mais tempo do que eu.

— Muito obrigado.

— Está tudo bem, até mais.

A dríade foi para o outro lado do círculo mágico enquanto dizia isso.

Já foi resolvido.

Desde que conversei com a dríade em linguagem élfica, conto o conteúdo da conversa ao patriarca e a Nadi.

Eu me pergunto se minha história foi difícil, de alguma forma Nadi a interpreta para o patriarca.

— Oooh, a aldeia está salva!

— Estou feliz por você patriarca-san.

— Sim, não teremos que nos mudar para uma montanha diferente agora.

O patriarca segura minha mão e diz obrigado muitas vezes.

Embora eu não fiz nada...

— Não foi porque você usou uma magia para desvendar o mistério?

— Entendo.

Agora, o trabalho acabou.

Só quero voltar para a cidade e tirar um cochilo no sofá de sempre.




Tags: [WN] Death March Kara Hajimaru Isekai KyousoukyokuChapter Revisado Capítulo 5-Intermissão-4 [WN] Death March Kara Hajimaru Isekai KyousoukyokuChapter Revisado Capítulo 5-Intermissão-4Revisado Capítulo 5-Intermissão-4 online, Revisado Capítulo 5-Intermissão-4 [WN] Death March Kara Hajimaru Isekai KyousoukyokuChapter Revisado Capítulo 5-Intermissão-4 [WN] Death March Kara Hajimaru Isekai KyousoukyokuChapter, Rudeus Greyrat

Rekomendasi

Comentários (0)

Apoie

Se gostou do capítulo, considere apoiar os nossos projetos. Sua doação é livre e nossas traduções inteiramente gratuitas. Você também pode ajudar visitando todos os dias a nossa página gerando visualizações e adquirindo produtos que sejam do seu interesse de nossos anunciantes. Muito obrigado pela atenção e tenha uma ótima leitura!