♪♫ Player Rádio J-Hero ♫♪

- Capítulo 02

Acompanhe os capítulos de [LN] Death March Kara Hajimaru Isekai Kyousoukyoku EX Chapter Capítulo 02 traduzidos para o português brasileiro (PT-BR) aqui na Anime X Novel. Os capítulos podem sempre ser acompanhados em Anime X Novel. Visite nosso site diariamente Anime X Novel para não perder nenhuma atualização e não se esqueça de compartilhar com os seus amigos.

[Reportar Erros de Visualização / Dificuldades de Acesso / Links Vazios]

Publicidade







Death March Kara Hajimaru Isekai Kyousoukyoku EX | Histórias Curtas

[Preocupações da Liza]




 "Desculpe Liza, eu vou encontrar uma pousada que vai receber demi-humanos o mais rápido possível. Você vai ter que se virar aqui até lá"

"Mestre, isso é mais que o suficiente para nós"

O Mestre parece hesitar quanto a isso, mas é muito comum nós, escravos, dormirmos no chão.

Alguns dos mestres mais gentis dão um pedaço fino de palha para dormir. No entanto, nosso mestre anterior não deu nada, nem mesmo aos escravos humanos.

Receber um belo pacote de palha fresca está além dos meus sonhos mais loucos.

A filha do estalajadeiro atrás do Mestre também murmura sua surpresa.

"Tão suave~?"

"Isso é tão grande nanodesu! Mestre pode dormir aqui também nanodesu!"

Tama e Pochi inocentemente pulam para cima e para baixo enquanto convidam o Mestre para ficar conosco.

Essas duas certamente amam seu mestre gentil e sem preconceitos. Eu também sou assim.

"Vocês duas, não façam pedidos irracionais"

"Sim~"

"Ok, nanodesu"

O Mestre comprou aquelas humanas mais cedo hoje, então ele provavelmente vai se deitar com elas esta noite.

Ele não tem tempo para cuidar dessas duas.

"Boa noite. Deixei um pouco de comida naquela sacola. Sintam-se à vontade para comer um pouco se ficarem com fome"

"Obrigada pela atenção"

O Mestre acena para nós ao sair dos estábulos.

Imediatamente depois, ouço um som farfalhante atrás de mim. Eu me viro para ver a Tama e a Pochi tirando carne seca e queijo da sacola.

"Coloquem a comida de volta no saco"

"Por que~?"

"Mestre disse que poderíamos comer nanodesu"

Parece que essas duas têm a ideia errada.

"Escutem, vocês duas"

Sento-as na cama de palha e conto-lhes o significado das palavras do Mestre.

Ele pretende que a comida seja guardada para uma emergência, quando não conseguirmos uma refeição normal. Não devemos comê-la sem uma boa razão.

Sem mencionar que acabamos de comer o jantar extravagante destinado aos humanos alguns momentos atrás.

"E também..."

Não, contar a elas sobre isso só vai preocupá-las.

Fomos treinadas pelo Mestre no Labirinto e nos tornamos lutadoras decentes. Ainda assim, o Mestre claramente não tem utilidade para nós.

De volta ao labirinto e de volta ao castelo, o Mestre sempre nos tratou como se fôssemos humanas. Mas, se ele mudar de ideia, ele poderá nos vender de volta aos mercadores de escravos a qualquer momento.

Mesmo agora, estamos impedindo-o de encontrar uma pousada.

Aquela garota de cabelo roxo conseguiu ajudá-lo a sair de uma situação ruim, mas não podemos fazer nada assim.

Se o Mestre fosse o tipo de pessoa que tem desejos sexuais por não humanos, então talvez... Não, tais pensamentos são apenas rudes com o Mestre.

"Liza~?"

"Seu estômago dói nanodesu?"

Parece que meus pensamentos estavam escritos em todo o meu rosto.

As duas agarraram minha mão e estão olhando para mim com rostos preocupados.

"Não é nada--"

Eu tento dizer a elas que não é nada, mas tenho dúvidas.

Elas podem ter uma boa ideia para ser útil ao Mestre.

"Eu estava pensando em alguma maneira de ajudar o Mestre. Vocês duas podem pensar em alguma coisa?"

"Combater inimigos~?"

"Pochi pode lutar muito nanodesu"

--Lutar não vai ajudar muito no meio da cidade.

"Reunir pedras~?"

"Pegando núcleos nanodesu"

--Infelizmente, isso só vai ajudar no Labirinto.

"Lavando as costas nanodesu!"

"Tama também~"

--Banhos? De fato, esses foram muito bons. Seria bom entrar em um novamente.

"Encontrando inimigos~?"

"Pochi vai pegar lanches da árvore frutífera nanodesu!"

"Tama vai pegar ratos~?"

--O Mestre não parece ter problemas com dinheiro, mas talvez ajude se pudermos garantir nossa própria comida?

No final, não conseguimos ter boas ideias, e essas duas estão começando a adormecer.

Um cavalo próximo bufa e as duas acordam.

"P-Pochi não está dormindo nanodesu!"

"Tama também~. Tama não está dormindo~?"

Eu acaricio a Tama e a Pochi meio adormecidas e as coloco na cama de palha.

"Liza, cavalinho~?"

Quando me deito na cama de palha, ouço a Tama murmurar algo. Eu gentilmente acaricio o cabelo do par enquanto ouço sua respiração suave.

Algo continua me incomodando com as palavras da Tama e não consigo adormecer.

O que poderia ser?

...Naquela noite, tive um sonho.

Fomos salvas por uma maga. Então, o Mestre nos salvou de ficarmos presas no labirinto. Então, lutamos contra monstros ao lado do Mestre. Então, vivemos maravilhosamente no castelo. Então--

"--Viajar!"

Quando acordo, vejo alguns raios de sol atravessando as paredes do estábulo.

Pochi e Tama pulam de surpresa com a minha voz. Elas começam a esfregar os olhos e alongar o corpo.

"Bom dia~?"

"Bom dia nanodesu"

Eu deixo de responder às suas saudações porque estou muito focada na resposta que encontrei no meu sonho.

"É isso, viajar"

"Viagem~?"

"Não é bom dia nanodesu?"

--Eu me lembro agora.

Quando estávamos no castelo, o Mestre mencionou que queria ver os canais de Oyugok.

Nesse caso, devemos estudar como viajar.

Felizmente, há cavalos aqui.

Devemos ir ao zelador dos cavalos e implorar para que nos ensine. Eles provavelmente vão recusar, mas podemos assumir qualquer tipo de trabalho sujo ou tarefas mundanas.

Aprenderemos o máximo que pudermos e provaremos nossa utilidade para o Mestre.

Conduzo a Pochi e a Tama à entrada do estábulo com uma nova determinação em meu coração.




Death March Kara Hajimaru Isekai Kyousoukyoku EX | Histórias Curtas

[A Princesa Escrava]




 [Ah, Arisa, seu cabelo roxo macio é tão lindo]

[O cabelo preto sedoso do Mestre também é lindo]

Meu mestre de cabelo preto acaricia suavemente meu cabelo enquanto ele sussurra suavemente em meu ouvido.

[Eu amo seu peito liso, seus braços delicados, seu tudo]

[Ah, Mestre...]

Os dedos finos e brancos do Mestre começam a desabotoar minhas roupas.

--Não espere, talvez ele olhe nos meus olhos e vá me beijar. Guhehe, sonhos são os melhores~.

"Guhehehe"

"A-Arisa?"

Opa, eu fui muito dura no devaneio e minha voz interior escapou um pouco.

O lindo rosto da Lulu está um pouco sombrio enquanto ela olha nos meus olhos.

Como sempre, a beleza da minha irmã parece ser suficiente para destruir um país. Para as pessoas a chamarem de feia, algo está seriamente errado com o senso de beleza deste mundo.

"Não é nada, fiquei um pouco feliz porque vi alguém que é meu tipo"

Ao ouvir as minhas palavras, Lulu parece que está prestes a chorar.

"Seu tipo? Não adianta mais isso. Somos escravas agora"

"Está tudo bem, deixe comigo"

Bati a mão no meu peito plano para afastar os medos da Lulu. Afinal, sou a princesa do destino que foi reencarnada por um deus.

Além disso, acabei de ver aquele shota de cabelos pretos com rosto japonês. Ele deve ser um herói ou alguém que foi convocado.

Nós também fizemos contato visual lá também, então essa bandeira está definida.

Agora, ele provavelmente está usando seus poderes de trapaça para juntar dinheiro suficiente para comprar a Lulu e eu.

É assim que funciona nesses cenários isekai.

Estarei esperando por você, meu Mestre.




Death March Kara Hajimaru Isekai Kyousoukyoku EX | Histórias Curtas

[O Mestre da Lulu]




 "Vocês serão levadas a um comprador em potencial. Já que vocês não conseguiram ser vendidas no leilão de escravos, esta é sua última chance"

O comerciante de escravos olha para nós com uma cara assustadora.

Antes que eu percebesse, eu estou tremendo. A pequena mão de outra pessoa segura firmemente minha mão.

"Não se preocupe Lulu, estou com você"

"... Arisa"

Eu sou um fracasso como irmã mais velha. Eu deveria ser a única a cuidar dela. Resolvi em meu coração fazer o meu melhor.

Fomos levadas para uma sala com um jovem de cabelos pretos com uma mulher demi-humana atrás dele.

Ele é uma pessoa de aparência amável, que parece ter a minha idade. Quando olho para o rosto dele, percebo que suas feições têm uma leve semelhança com as da minha mãe.

Com uma expressão de surpresa, ele olha para o meu rosto.

... Muitas pessoas me chamaram de feia, mas esta é a primeira vez que alguém me encara em silêncio por tanto tempo. Achei que já estava acostumada, mas ainda dói um pouco.

De alguma forma, consegui dizer meu nome, mas é o melhor que posso fazer.

--Afinal, estou praticamente nua com esses trapos, mas o jovem não olha para o meu corpo nem uma vez. Seus olhos estão fixos no meu rosto feio.

Não há como tentar me vender em uma situação tão embaraçosa.

Eu já desisti. Ninguém vai me comprar, e serei mandada para as minas.

"Nidolen-dono, tudo bem se eu as tocar?"

"Claro, Satou-dono, faça o que quiser"

--Eh? Eh? Ehhhh? T-to-tocar? Onde?

Com essa mudança repentina de eventos, eu não podia fazer nada além de me preparar. O jovem estende a mão para mim.

E ele acaricia levemente meu cabelo.

Muito gentilmente, como se estivesse acariciando sua amada.

Sua mão continua para baixo até chegar ao meu rosto, e ele traz seu rosto para mais perto do meu.

E-ele vai me beijar? Comparado com algum trabalhador aleatório nas minas, talvez alguém da minha idade seja...

Fecho os olhos e espero o momento.

Meu coração começa a bater rapidamente, o sangue sobe à minha cabeça e meus ouvidos começam a zumbir.

... Mas o momento nunca chegou.

Parece que esperei uma eternidade...

O jovem sussurra alguma língua desconhecida em meu ouvido. Sua respiração permanece em meus ouvidos e meus joelhos começam a ficar fracos.

Percebo sua presença se afastando de mim e abro os olhos. Ele está ali discutindo algo com o mercador de escravos.

Quando olho para seu rosto frio e composto, me sinto um pouco deprimida por algum motivo.

Como se estivesse desconsiderando meus sentimentos, o jovem caminha até a Arisa e sussurra a mesma coisa para ela.

"Gya! Tira isso! Eu odeio aranhas!"

Eu não entendo porque, mas o grito da Arisa foi o fator decisivo e o Mestre acabou comprando nós duas.

"Prazer em conhecê-las"

"S-sim... vou servi-lo com o melhor de minha capacidade"

Esse foi nosso primeiro encontro com nosso gentil e estranho Mestre.




Death March Kara Hajimaru Isekai Kyousoukyoku EX | Histórias Curtas

[Princesa Aprisionada]




 Eu sou Misanaria Bolenan, uma elfa tola. Os adultos me disseram dezenas de milhares de vezes para não sair da floresta.

Mas um dia, quando eu estava perseguindo uma borboleta colorida com a cor do arco-íris, dei um único passo para fora da barreira da floresta.

O mago esquelético estava esperando por mim. Ele controlou as sombras para prender as pixies, e então me levou embora.

"--Bem-vinda à minha tumba"

O esqueleto disse isso quando me amarrou a uma cadeira e começou a realizar um ritual.

Eu me senti estranha, como se estivesse conectada a outra coisa. A energia mágica transbordante começa a surgir por todo o meu corpo.

"Conexão com o Berço--"

O esqueleto começa a dizer alguma coisa, mas perco a consciência antes de ouvi-lo terminar.

Não sei quanto tempo se passou desde então.

Cada vez que abro os olhos, o quarto muda.

Quando cheguei aqui, o quarto não era nada mais do que um campo desolado. Agora está tão limpo quanto a Sala do Conselho da vila.

Inicialmente, eu estava sendo cuidada por bonecas de madeira, mas agora são mulheres homúnculos com o mesmo rosto da minha mãe Ria.

Antes havia apenas uma mulher, mas agora são oito. Todas elas têm grandes seios, exceto uma.

"Princesa"

"... Não princesa"

Essas mulheres continuam me chamando de princesa.

Eu continuo negando, mas elas se recusam a parar.

"No.5, No.7, intrusos detectados. Vamos interceptá-los"

"Aceitando a ordem da No.1, comunico que minha missão está atualizada"

"Aceitando ordem da No.1, informo que a princesa deve permanecer na zona segura"

As mulheres que falam estranhamente foram embora. O esqueleto também foi para algum lugar.

Neste momento, estou sozinha, tenho que escapar.

Eu me esforço para permanecer consciente enquanto saio da cadeira. Desde que cheguei aqui, meu corpo está lento.

Apoiando-me nas luzes fracas do chão, prossigo pelo corredor.

Estou me movendo a passos de lesma, pois tenho que me apoiar na parede para manter o equilíbrio.

As pixies ririam de mim se me vissem assim.

Quando uma boneca de madeira aparece do outro lado do corredor, me esforço para me esconder atrás de uma abertura nas vinhas.

Uma parte das videiras se abre, revelando alguém que eu já vi antes.

"Hm? Criança? Você está perdido?"

"Dríade?"

"Isso mesmo~. Eu adoraria mandá-la de volta para a vila, mas este lugar não está conectado com o exterior"

Eu tinha minhas esperanças, mas era muito cedo...

"Em vez disso, eu vou te mandar para perto da saída. Você me deve uma. Não se esqueça, está bem?"

"Nn"

Antes que eu pudesse agradecê-la, de repente fui teletransportada para um espaço amplo e aberto.

Eu me sinto doente e o zumbido em meus ouvidos está ficando mais alto. [... Misanaria-sama!]

À medida que minha consciência desaparece, a última coisa que vejo é um capacete vermelho.




Death March Kara Hajimaru Isekai Kyousoukyoku EX | Histórias Curtas

[Escolhendo Roupas]




"Sem vergonha"

"Peço que sejam eficientes e confortáveis"

Mia está criticando furiosamente as roupas da Nana.

Nana está tentando se defender, mas elas estão discutindo duas coisas diferentes.

"Eu não iria tão longe, mas a calcinha dela pode ser vista se ela não tomar cuidado"

"É ruim se elas são vistos?"

"Ah! Nana-san, não as exiba assim!"

Nana levanta a saia, revelando sua calcinha branca para todos verem.

As bochechas da Lulu estão vermelhas quando ela olha para a Nana. Enquanto isso, Nana parece não entender nada.

O Mestre parece imperturbável enquanto continua carregando a carruagem junto com a Liza. Talvez ele não esteja interessado em roupas íntimas tão simples ou algo assim.

"Mestre?"

"O que foi, Arisa?"

"Posso comprar algumas roupas para a Nana-san?"

"Claro. Mia não pode usar as roupas velhas da Nadi para sempre, então leve ela com você também"

O Mestre me joga um saco cheio de moedas de ouro sem pensar duas vezes.

Ele realmente vai ficar bem jogando dinheiro assim? Ele provavelmente vai falir sem mim por perto.

Hahaha, acho que terei que ser a esposa sábia apoiando o marido das sombras.

"Mu?"

Mia tem um olhar estranho em seu rosto quando ela finalmente percebe que o Mestre saiu com as meninas-fera para comprar mais suprimentos de viagem.

"Que tipo de roupa você quer?"

"Isto"

"Hmm, esse vestido azul de uma peça só? Essa saia flare não seria melhor?"

"Aqui"

"Ah, então você gosta desses babados no fundo"

Mia escolheu um vestido de uma peça na altura do joelho com babados. A área acima do peito é ligeiramente aberta.

"Nesse caso, acho que essa blusa vai ficar bem com ela. Não é linda?"

"Ah, você está certa"

"Pompom"

Mia aponta para a fita na gola da blusa. A fita tem pequenos pompons semelhantes a dente-de-leão presos às extremidades.

"Eu aviso que isso é muito leve e você vai pegar um resfriado"

"Hmm, esta capa é muito boa. Combinaria muito bem com este cardigã"

"Isto também"

"Wow, eu acho que eles realmente têm meia-calça neste mundo? Elas parecem quentes, mas a elasticidade é muito ruim. É melhor comprar um par para todas"

"Nn"

Enquanto a Mia se dirige ao dono da loja para redimensionar, vou até a Nana para ver quais roupas ela escolheu.

"Arisa, eu desejo essas roupas"

Nana escolheu algumas roupas amarelas.

"Negado"

"Por favor, reconsidere"

Qualquer coisa normal estaria bem, mas essas roupas envergonhariam até uma prostituta.

Parece que cabe a mim escolher a roupa dela.

Hahaha, hora de testar minhas habilidades.


Tags: [LN] Death March Kara Hajimaru Isekai Kyousoukyoku EXChapter Capítulo 02 [LN] Death March Kara Hajimaru Isekai Kyousoukyoku EXChapter Capítulo 02Capítulo 02 online, Capítulo 02 [LN] Death March Kara Hajimaru Isekai Kyousoukyoku EXChapter Capítulo 02 [LN] Death March Kara Hajimaru Isekai Kyousoukyoku EXChapter, Rudeus Greyrat

Rekomendasi

Comentários (0)

Apoie

Se gostou do capítulo, considere apoiar os nossos projetos. Sua doação é livre e nossas traduções inteiramente gratuitas. Você também pode ajudar visitando todos os dias a nossa página gerando visualizações e adquirindo produtos que sejam do seu interesse de nossos anunciantes. Muito obrigado pela atenção e tenha uma ótima leitura!