Isekai Maou Lightnovel 4-Interlúdio-1

Posted



Interlúdio 1


Dentro da floresta
Uma jovem dama estava correndo.
Ela estava ofegante, atravessando uma passagem por entre as árvores. Seu vestido de seda ficou preso nas folhas, as quais o rasgaram em pedaços.
Como seus sapatos de salto alto atrapalhavam, ela se livrou deles. Agora com os pés descalços, a cada passo dado sobre as pedras pontiagudas, o rosto da jovem se contorcia de dor, deixando um rastro de sangue.
A frente desta jovem, estava uma mulher de armadura, Paladina Tolia.
— Por aqui, Lumachina-sama! Uma vez que atravessemos a floresta, chegaremos a cidade!
— S, sim!
— (!) PARE!
Uma explosão abriu o chão.
Estando nos braços da Paladina Tolia, no exato momento do perigo, a jovem Lumachina fora salva.
— Hau!?
— Kuh... em, então eles nos alcançaram...
Tolia sacou sua espada e Lumachina deu um grito.
Um enorme verme de areia surgiu bloqueando o caminho.
O verme possuía uma pele fina e verde-esmeralda, com uma boca que parecia capaz de engolir uma pessoa inteira. A criatura parecia não possuir olhos ou orelhas, mas ainda assim, foi capaz de encontrar precisamente a localização de suas presas.
— Lumachina-sama, por favor, não se afaste de mim!
— Eeu, eu também posso lutar!
Ela apertou firmemente o seu símbolo sagrado.
Tolia sorriu para ela.
— Sim... deixaria o suporte para a senhorita. Embora eu não intente em ser negligente contra um oponente desse nível...!!!
Ela brandiu sua espada e avançou.
E de repente, o chão onde ela estava ruiu.
— O QUE!?
E no fundo da armadilha, uma boca gigantesca se abriu.
— TOLIA!!!
Lumachina gritou por ela.
A Paladina balançou sua espada contra o novo verme que apareceu. A lâmina prateada cortou a boca do monstro.
No entanto, mesmo ferido, a enorme boca ainda fechou-se contra ela.
— Uwah!?
A metade inferior de seu corpo foi comida. Sua armadura esmagada, sua carne cortada e os ossos quebrados.
— KUAAAAAAAAAAAAAAHHH──────────────────────!!!
E assim, o monstro começou a puxa-la para baixo.
Lumachina tentou desesperadamente pegar a mão dela.
— Tolia! Pegue minha mão!
Mas ela não podia.
Se o fizesse, ambas seriam tragadas e devoradas pelo verme.
— Co, corra! Lumachina-sama!
Estas foram as últimas palavras da fiel Paladina Tolia.
Sua figura desapareceu debaixo da terra.
— ...Tolia...
Os ombros de Lumachina tremiam enquanto olhavam para o buraco aberto. Ela já não podia mais ouvir a voz da Paladina. Apenas os tremores do solo eram transmitidos para ela.
Isso e o som de passos.
Eles lentamente se aproximaram por trás.
— Ora, ora... poderia ser que a nossa brincadeira de pega-pega já tenha acabado, Lumachina-sama?
— ...
Ficando de pé, ela se virou.
A figura que surgiu da floresta, foi a de um “homem”, vestindo a armadura de um Paladino, Geibalt.
Ele possuía uma estatura elevada, com um corpo muscular e uma espada longa em sua cintura. Mas ele não a sacou.
Geibalt era um mago, ou seja, um invocador.
— Ara? O que será que aconteceu com a Tolia? Ah, poderia ser, que ela foi comida pelo meu [Verme de Areia]? Nfufu...  no final, ela era apenas uma mulher. Será que a única coisa distinta nela era sua linhagem?
Ele era um homem que falava de forma estranha.
Rudy: Um Okama= Travesti
Lumachina exibiu seu símbolo sagrado e o perguntou.
— Você é capaz de jurar para Kami-sama que as suas ações são justas?
— E eu vou saber? Tudo que sei é que a Igreja me deu uma larga quantia para esta missão, não foi? Maquiagem e vestidos custam muito dinheiro, sabia?
— Seu infiel!
— Ufufufu, eu sou bastante devoto, minha cara. Eu acredito no kami-sama chamado dinheiro! Embora isso seja porque o Deus que vocês veneram seja impotente, então eu não estou assustada.
— Você ousa dizer que Kami-sama é impotente!?
— Bem, eu mesma acredito que seu poder milagroso de cura e boa colheita seja incrível, mas... batalhas são apenas sobre força, afinal.
Paladinos são guerreiros que lutam pela Igreja e normalmente sua devoção a Deus é muito profunda. Mas claramente não há qualquer fé neste homem.
Lumachina abraçou seu símbolo sagrado.
— Kuh... Kami-sama...
Ela se ajoelhou
— Nn? Ohohoho, você vai rezar em uma hora dessas? Implorar por alguma punição divina? Kuahahaaha, que ridículo! É por isso que são tão~! Ahyahyahay... Geho! Geho! Aii~ você está tentando me fazer rir até a morte!?
Rudy: Por alguma razão, a imagem mental que tenho do Gaybalde, digo Beibald é a do —Ai Para— do mundo canibal kkkk
— Oh Deus que estás no céu, permita que minha voz chegue até o senhor. Destrua o mal, traga o fogo da purificação sobre a terra e salve aqueles devotos ao senhor...
O corpo de Lumachina foi envolto em luz.
No entanto, nada aconteceu a Geibalt.
— Isso é perda de tempo. A pessoa que me ordenou a sua morte, Pishas-sama, também fez uma oração, sabia? Ele havia dito que isso era uma [guerra santa] ou algo assim... no final, Deus é algo assim. Tudo que lhe interessa é o número de fieis.
Este era o nome de alguém que ela conhecia.
Suprimindo o seu sentimento de “Em imaginar que seria ele!?”, ela continuou a rezar.
— Oh, Deus, há alguém que não consegue ouvir a sua voz. Por favor, demonstre seu grande poder sobre a terra e ilumine com sua luz de justiça. Como as flores que desabrocham no campo, como os peixes que nadam nos rios...
Geibalt se aproximou enquanto encarava Lumachina, que estava orando ajoelhada. Seus olhos eram vazios.
— Nfufu... que pele magnifica... isso me deixa bastante invejosa. O bastante parar me fazer querer arranca-la!
Ele tomou um cristal em sua mão e o jogou a seus pés.
Com um som de *Kiin*, um familiar foi invocado.
Este foi um monstro do tipo planta, que assumiu a forma de um cogumelo duas vezes mais largo que a própria Lumachina.
Rudy: Eu só queria lembrar que fungos não são plantas. Muito menos animais. Eles são: Fungos!—
De base do fungo, tentáculos sinuosos se espalharam.
Ainda em oração, o corpo dela começou a brilhar.
Geibalt cerrou as sobrancelhas para isso.
— Is, isso é...
— Este é o poder de um milagre? É realmente incrível.
Alguém capaz de produzir tamanho fenômeno apenas com uma oração, outro além dela, Geibalt desconhece.
Não há dúvidas de que Lumachina possua o poder divino capaz de trazer milagres. Os crentes fieis a chamam de “filha de Deus”.
Não é de se admirar que alguém como a Paladina Tolia, foi capaz de trair o alto escalão da igreja para salvar esta menina
— Mas ordens são ordens. E eu já recebi o pagamento adiantado.
Geibalt lambeu seus lábios.
Acima de tudo, ser capaz de destruir uma mulher valorizada a ponto de ser chamada de filha de Deus. Ele ficou extremamente animado com tal desejo obscuro.
— Acabe com ela meu amado [Monstro Cogumelo]!
O familiar estendeu seus tentáculos que cresceram como raízes.
— KYAAA!?
Os pulsos de tornozelos dela foram agarrados por finos tentáculos e seu corpo foi suspenso no ar.
Geibalt tornou-se excitado e começou a ofegar.
— Gufufufu... ótimo! Exatamente assim! Vá e arranque fora essas roupas irritantes!
— O, o que você está fazendo!?
— Se realmente há um Deus nesse mundo, ele deve ser um bastardo de merda. Você nasceu linda enquanto eu nasci com o corpo horrendo de um homem... isso é tão injusto. E é por isso, que irei deflorar esse seu corpo e enviá-lo de volta ao paraíso!
— Eh? Deflorar?
— AHAHAHAHA! Usando uma besta! Um monstro estuprando a filha de Deus, será muito interessante, não acha!?
— Hiii!? ... Não faça tamanha estupidez!
— Ara, ótimo, essa reação. Quão estimulante.
Os tentáculos começaram a rastejar por entre as suas roupas. Suas partes sensíveis começaram a ser envolvidas pelos tentáculos, com isso, seu corpo endureceu na mesma hora.
— Hyah!?
Os músculos ao longo de sua espinha começaram a tremer pelo sentimento de angústia. No entanto, como seus membros estavam sendo atados e ela não podia se mover, não havia como ela usar magia para atacar. Não havia qualquer meio de reagir.
Finalmente, o [Monstro Cogumelo] rasgou seu vestido em pedaços.

— NÃAAAAOOO────────────!!!
How to Not Summon a Demon Lord ilustração Volume 4 Interlúdio 1

— Ufufufufufu... a verdadeira diversão começa apenas agora, sabia? Aah, em pensar que a castidade de uma donzela sagrada seria tomada por um de meus familiares, Eu.Não.Me.Can.So. disso!
Geibalt deu uma risada vulgar.
A mente de Lumachina ficou vazia ao enfrentar a primeira desgraça em sua vida. Lágrimas derramavam pelos cantos de seus olhos.
— Por...favor...pa...re...
— Você tem talento para ser uma prostituta, não tem? Se você fizer esse rostinho assim, poderá seduzir qualquer homem, sabia?
— Eu não tenho tais intenções!
— Bem, seu primeiro e último parceiro será um monstro, no entanto! Agora faça dela sua, meu lindo [Monstro Cogumelo] !!!—
— Não... por favor... Kami-sama... KAMI-SAMAAAAA──────!!


Se você gostou deste capítulo, CLIQUE AQUI, solucione o Captcha e aguarde

por 5 segundos, assim estará apoiando a Anime X Novel!





Share on Google+

Faça uma busca aqui por mais Novels e Mangás em nossos Sites Parceiros!

You Might Also Like

Comment Now

0 comentários