Isekai Maou Lightnovel 8-2-5

Posted



Tentando Ir a um Restaurante Familiar
Parte 5

O sol havia se posto e já era quase hora do jantar. 
Diablo estava sozinho em seu quarto. Rem tinha ido se encontrar com Celes da Guilda dos Magos para relatar que a alma do Rei Demônio havia sido completamente retirada de seu corpo. Edelgart poderia ser a mais admirável entre eles já que ela estava trabalhando na [Peter] hoje novamente. 
Quanto a Krum e Shera, as duas estavam se divertindo no quarto ao lado. Shera queria ensina-la uma música nova que havia criado, além de contar sobre suas aventuras até Greenwood. 
Desde que era sua primeira vez sozinho em um longo tempo, Diablo tinha preparado uma banheira com água quente em seu quarto. 
Curar todo o cansaço da longa viagem — ele não conseguia relaxar o suficiente para dizer isso, mas quando seria a próxima vez em que poderia aproveitar as coisas devagar assim? Se fosse para lavar seu corpo, ao menos que fizesse de maneira adequada. Quando ele estava prestes a tirar a roupa, a porta foi aberta. 
— Mu?
— Aah, então você estava aqui, Diablo!
— O que você precisa?
A pessoa que entrou no quarto sem sequer bater, foi ninguém menos do que Krum. Ela havia escondido o [Colar de Ferro] e sua cauda com roupas chamativas. 
Shera acabou pegando no sono, noda.
— No meio da canção?
— Quando estava contando histórias de sua jornada, ela simplesmente adormeceu, nanoda.
— Ela pode ter acumulado muita fadiga. Afinal, várias coisas aconteceram em sua terra natal.
— Antes de adormecer, ela disse algo que me deixou muito curiosa, noda.
— Fumu.
“Seria sobre o Grande Rei Demônio?” 
Uma vez que soubesse de sua existência, como Krum reagiria? Ele não achava que ela iria unir forças com eles e fazer uma frente unida, mas... O que ela pensaria do grupo de Diablo enquanto eles lutam contra o Grande Rei Demônio?
Krum fez uma pergunta. 
— Casamento é quando um homem e uma mulher das Raças se juntam, certo?
— Então foi sobre isso!
— Maou está enganada?
— Não ...... Bem, você não está enganada. Eu me tornei o Rei de Greenwood e Shera se tornou a rainha.
Provavelmente não havia necessidade de falar sobre como ele falhou miseravelmente na noite de núpcias.
— Então os membros das Raças fazem uma coisa dessas.
— E com vocês é diferente?
— Umu! Os Seres Demoníacos não fazem isso. Ah, mas, como Edelgart disse que "Seres Demoníacos são capazes de gerar filhos", eles então são iguais as Raças, nanoda!
— O QUE VOCÊ DISSE???
Essa foi uma informação que não estava disponível no MMORPG Cross Reverie. Ele não podia sequer imaginar aqueles monstros grotescos criando seus próprios filhos. No entanto Edelgart era uma mulher atraente, mesmo do ponto de vista das raças. Ela também ficaria grávida e daria luz a um Ser Demoníaco? Esse pensamento lhe causou uma sensação de estranheza 
E quanto aos ...... Reis Demônios desse mundo? Eles podem gerar filhos?
— Eu não sei. Maou nunca se casou ou deu à luz uma criança, noda. Maou nunca ouviu falar de algo assim dos outros Maous também.
De acordo com as lendas, os atuais Reis Demônios são fragmentos do Rei Demônio original que foi esmagado por Deus. 
— Então reis Demônios apenas revivem...
— Eu disse isso apenas porque nunca tentei, mas quem sabe Maou poderia surpreendentemente conseguir, não acha? Será que eu deveria experimentar essa coisa de casamento?
— Pode ser o caso.
— Diablo, você sabe o método de gerar filhos, não sabe?
— Fu, fuhahaha! É claro que eu sei!
Ele inconscientemente desviou o olhar. 
— Ótimo! Nesse caso, ensine isso a Maou!
“O que foi que ela acabou de dizer?”
Apesar de ter obtido o conhecimento de diversos para maiores de dezoito, não tendo qualquer experiência real, ele não tinha confiança para ensiná-la sobre isso. Além do mais, embora Krum fosse um Rei Demônio, sua aparência não diferia da de uma criança.
— É impossível para crianças.
— O que você está dizendo? Maou viveu por tantos meses e anos que é impossível contar todos eles. Bem, Maou esteve selada dentro de Rem a maior parte do tempo embora.
— Ah... de qualquer forma... o método para gerar um filho é algo que os adultos fazem e não importa quantos anos você tenha, sua aparência é a de uma criança então…
— Eu já te disse que não sou uma criança! Quando vou aos restaurantes, sou tratada como uma dama esplêndida! Ah, será que Maou deveria perguntar aos companheiros que a tratam assim? — Krum fez beicinho.
— Ei-ei, espere!
— Talvez não seja uma boa ideia. Nesse caso, como eu pensava, você deveria me ensinar!
— … Ah …… Uh …… Eu, eu entendo …… Então, eventualmente, pois estou ocupado agora.
— Umu! É uma promessa, nanoda! — Ela deu um sorriso cativante.
Foi o tipo de sorriso inocente que uma criança faria ao receber a promessa de que lhe comprariam um brinquedo de pelúcia. Para ensinar uma menina que faria esse tipo de expressão sobre como gerar filhos, Diablo achava que isso era algo errado mesmo em outro mundo. 
Dizendo “Agora que penso nisso” ── ela mudou de assunto.
— Parece que há um maldito dizendo ser o "Grande Rei Demônio", não é?
Então Shera também falou sobre isso. Diablo sentiu que este era um assunto mais importante do que a questão do casamento, mas... ele realmente não entendia a ordem de precedência de um Rei Demônio. 
É o [Rei Demônio da Insanidade, Modinalaam]. Parece que ele está absorvendo os outros Reis Demônios.
— Fumu, fumu ...... O método para se tornar mais forte através disso, também foi pensado por Maou, noda.
Essa foi uma grande surpresa.
— Krum, você é capaz de fazer o mesmo!?
— Não tem como aquele cara fazer algo que Maou não possa, noda! No entanto, ao absorver os outros, a coisa conhecida como “eu” iria desaparecer. 
Então, não são apenas suas habilidades, mas até mesmo suas personalidades que se misturam?
— Posso não ter feito, mas possuo o conhecimento. Só que Maou não quer deixar de ser Maou, noda.
— Naturalmente.
— Mas para o [Insanidade] desejar pessoalmente por isso, noda... Não, é exatamente a cara dele, noda.
— Você conhece Modinalaam?
— Nós éramos originalmente um só, afinal.
“Entendo, então a relação deles é algo semelhante a de irmãos”, foi o que Diablo pensou. Se havia uma diferença crucial entre os dois era...
— Modinalaam parecia saber o paradeiro exato dos demais Reis Demônios. Provavelmente ele é capaz de detectar seu poder mágico. Krum, você também? Eu gostaria de saber a localização e os movimentos dele.
— Hmm……
Ela inclinou a cabeça em contemplação e, com um estalo, apontou para a janela.
— Naquela direção, só que bem longe, noda!
— Perfeito! Se chegar mais perto, não esqueça de me avisar e quando eu não estiver aqui... Vamos fazer arranjos para que você possa entrar em contato comigo.
Deve haver pessoas de olho nela a mando da Guilda dos Aventureiros e do Senhor Feudal. Portanto, ele deveria pedir a eles que sirvam como um método de contato no caso de algo acontecer. 


— Se eu notar alguma coisa, pode contar comigo, noda!

— No diz respeito se esta cidade será ou não protegida, deixarei em suas mãos.
A Cidade Fronteiriça de Faltra é um local chave que conecta o território do Rei Demônio e o território do Reino Lifelia. Se este lugar caísse, um grande número de pessoas das Raças seriam vitimadas.
De repente, Diablo sentiu vontade de esclarecer uma série de dúvidas que teve por um longo tempo.
— Os seres demoníacos são consideravelmente fortes mesmo quando estão sozinhos e seguem táticas diferentes daquelas usadas pelas tropas das Raças. Deveria ser possível ignorar a cidade de Faltra, que possui uma barreira protetora contra Seres Demoníacos, e atacar as cidades que estão além daqui. Por que eles sempre decidiram atacar de frente?
Mesmo no jogo, e na história deste mundo, o padrão de invasão do exército do Rei Demônio era imutável.
Krum estufou o peito para responder.
— Isso não é óbvio? Se há um conflito entre duas pessoas, é necessário mostrar quem dos dois é superior. Qual seria o sentido em se esgueirar e atacar sorrateiramente?
Fumu... compreendo.
Usar de esquemas e golpeando covardemente não combinava com um Rei Demônio. Atacando de frente, obtendo a vitória e mostrando força, se tornaria um símbolo de medo.
— Não tenha medo, Diablo! Durante sua ausência, deixe tudo nas mãos de Maou, nanoda! — Krum bateu em seu pequeno peito ainda estufado.
— Colocarei minha confiança em você.
Houve momentos em que ele sentiu desconforto pela diferença no senso de valor entre os dois, mas não havia dúvida de que as habilidades de Krum eram excelentes. Se um grande exército de Seres Demoníacos atacasse, ela não perderia. Além disso, Galford também estaria aqui.
— Colocando isso de lado... O que é aquilo, nanoda?
Krum apontou para a banheira que foi colocada no chão.


◇◇◇


Animadamente, Krum tirou suas roupas.
— Perfeito, eu permito que você me lave!
“COMO FOI QUE AS COISAS ACABARAM ASSIM!?”
Momentos antes, Diablo deu uma explicação sobre a banheira com água. 
— Isto é, algo para lavar o corpo.
— Hou...?
Parecia que ela não havia entendido.
— Apesar de que não estou muito suado, o clima no Reino de Lifélia é bastante árido, então decidi que gostaria de me lavar apropriadamente.
— Fumu fumu ……?
— Para início de conversa, os Reis Demônios deste mundo compreendem o conceito de “Higiene” e “Saneamento”?
— ...Ocasionalmente, você usa palavras que Maou não entende, noda!
─ Como eu pensava... Com uma esfera cultural da Idade Média, ela não entenderia. 
Como germes e vírus ainda não foram descobertos (embora não se saiba se existiam nesse outro mundo), não havia o conceito de esterilização. Mesmo assim, felizmente, a cultura de tomar banho existia Reino de Lifelia. As banheiras não eram popularizadas, mas existiam entre os nobres e em hospedarias de alta classe. Roupa de baixo também eram amplamente utilizadas. 
Que maravilhoso!
Durante a idade média em seu mundo, as pessoas não possuíam banheiros e sequer roupas íntimas. Dizem que eles colocariam uma panela no canto da sala e as atirariam nos becos pelas janelas...
Foi um ambiente muito duro.
Diablo ocasionalmente leria histórias de época onde banheiros existiam, mas na Idade Média real...
Não importa o quão atraente fosse a Heroína principal, mais cedo ou mais tarde, a natureza sempre chama. Além disso, como papel era um item de alta classe, usá-lo para tal fim era algo que não existia e se fossem plebeus, não teriam nem ao menos roupas íntimas — Diablo acabou pensando nessas coisas. 
Foi um ambiente realmente muito duro. 
Colocando isso de lado, ele tentou ensinar Krum sobre o conceito de higiene, mas foi difícil. Ficando cansado disso no meio do caminho, ele simplificou drasticamente. 
— Ah... Em outras palavras, como é algo bom, eu me lavo.
— Entendi, então é algo bom! Isso é importante! 
Ela realmente não entendeu, mas já que ao menos chegaram a algum tipo de consentimento, ele não se importava. No entanto, depois disso, Krum fez uma exigência inusitada. 
— Maou também quer experimentar, noda!
— Mu? Isso, eu não me importo, mas...
— Perfeito! Eu permito que você me levae!
No momento em que ela disse isso, Krum tirou suas roupas. 

Diablo entrou em pânico. 

— O- O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO!?
— Hã, o que estou fazendo? Ao lavar o corpo, você tira a roupa, certo?
— Ce-certo, mas…
Vendo a reação dele, Krum ficou desanimada. 
— Ma-Maou não pode...?
— Ah, na-não será um problema...
Será um GRANDE problema.
Suor começou a escorrer pelas costa de Diablo. No entanto, se ele a proibisse de experimentar, mesmo que ela finalmente tivesse se interessado, Krum ficaria confusa e, além disso, triste.
“Agora que eu penso sobre isso, já que ela ainda é uma criança, apenas lavar o corpo dela não seria um problema, certo?”
Krum era um Rei Demônio, então ela não tinha alguém que pudesse chamar de pai. Havia lendas sobre a origem de todos os Reis Demônios, mas assim como a própria existência de um deus, isso seria tudo questionável. Nesse momento, os membros do grupo de Diablo agiam como substitutos de pais para Krum, então isso não seria apenas cuidado parental? Diablo então reuniu sua determinação. 
— Umu. Não deve haver nenhum tipo de problema. Provavelmente.
— Ótimo! Então, lave Maou!
Krum excitadamente tirou o que restava de suas roupas e ficou completamente nua. Seu peito era completamente esbelto, sem altos ou baixos, e suas costelas foram levemente visíveis. Sua pele não tinha uma única mancha, como a de uma boneca, e era tão perfeita que parecia uma obra de arte. Mesmo em baixo ela era tão suave e completamente diferente da de um adulto, mas Diablo tentou não olhar muito para lá.
“El-Ela é realmente uma criança...”
— O que está errado, noda?
— Ah... não... está tudo bem. É completamente normal depois de tudo! Se houvesse alguém que dissesse que não é normal, então sua cabeça é que não estava normal! Eu estou apenas lavando uma criança, não há nada mais normal do que isso. Agora, sente-se dentro da banheira.
— Fumu, fumu.
Fazendo o que lhe foi dito, ela calmamente se acomodou na banheira. Seria pequeno para Diablo, mas Krum coube perfeitamente nela.
Ele pegou um jarro com água e molhou um pedaço de pano. 

— Será um pouco frio, mas tente resistir.

— Um pouco frio? Tanto quanto uma Magia de Gelo?
— Não tão frio....
Pensando bem, mesmo se ele disparasse o [Zero Absoluto] — um dos mais poderosos feitiços do atributo água, capaz de eliminar toda a energia cinética para sempre — provavelmente não seria o suficiente para afligir Krum. Embora pudesse selar os movimentos dela por alguns instantes.
Diablo passou cuidadosamente o pano umedecido na perna de Krum, e foi quando ela de repente arqueou a cintura. 
— FRIO!
— …… O quê?
— Hyahyah, está frio, noda!
— Des-desculpe... Você é boa contra ataques gélidos?
Eu posso suportar isso, mas coisas frias continuam sendo frias!
— Entendo...
— Além disso, a sua magia não está em um nível onde foi capaz de me arrancar um braço? Pode não ter parecido, mas aquilo foi muito dolorido!
— ... Eu acho questionável como você pode comparar a frieza de um pano molhado com o feitiço [Zero Absoluto].
Nesse mundo, ele ainda não havia lutado contra Rei Demônio completo. Todos os seus oponentes perderam a presença de espírito ou haviam sido selados... Por essa razão, ele estava tendo um sentimento de desconforto pela luta contra o Grande Rei Demônio Modinalaam que se aproximava.
Por hora, Diablo se concentrou apenas no que estava à sua frente e lavou as pernas de Krum com o pano molhado. Parecendo ter se acostumado com o frio, ela agora remexia o corpo parecendo sentir cócegas.
Hyahyah!
— Umu.
Sua linda pele branca como porcelana, era macia e sedosa ao toque. Mesmo que estivesse apenas molhado, o pano deslizou por ela sem a menor dificuldade. Tendo chegado a esse outro mundo, muitas coisas imprevistas aconteceram, no entanto lavar um Rei Demônio era algo que ele não havia considerado nem mesmo em seus sonhos mais delirantes. Ele estava submerso naquele estranho sentimento. 
Depois de suas pernas, ele lavou os braços dela e, desde que ela disse que seria bom molhar o cabelo também, a água lavou todo o pó e areia que haviam se acumulado. Diablo inclusive fez questão banhar os chifres que brotavam da cabeça de Krum. 
“Esses são a coisa real, hein.”
Os chifres de Krum botaram de seu couro cabeludo e se projetavam para fora. No caso de Diablo, tudo não passava de um efeito de seu equipamento, a [Coroa Distorcida] e apenas davam a impressão de serem chifres. Como para averiguar a sensação do material, ele cuidadosamente os acariciou. 
— Hyaun!
— Mu… faz cócegas?
— Umu, isso porque eu não costumo ser tocada tanto por outras pessoas.
— Então seus chifres possuem terminações nervosas...
Ele circulou o dedo pela ponto do chifre e Krum puxou a cabeça para trás. 
— Hafuu …… Pa-pare com isso, noda. Diablo... esse lugar parece um pouco delicado.
— Deixe-me ao menos derramar água nele.
— Uuu~
Os chifres de Diablo eram para decoração, então não havia qualquer sensação neles. Esta era uma boa referência para si, foi o que pensou antes de lavar as costas de Krum.
O corpo de Krum era magro e com pouca carne, sendo possível contar as suas vértebras uma a uma. Ao longo de suas costas, uma cauda escamosa como a de um dragão se revelava. Uma cauda característica que foi bifurcada na ponta.
Como estava balançando para a esquerda e para a direita, Diablo agarrou-o com a mão. 
— Krum, eu lavarei este lugar também, tudo bem?
— Hau …… gentilmente, ok?
— A-Ah...
Ela provavelmente não estava ciente disso, mas essas foram palavras bastante sugestivas. Colocando água sobre ela, a limpou cuidadosamente com o pano.
Os músculos ao longo da espinha de Krum tremiam.
Nn... Kufuu...
— Algo de errado?
— N, não …… Senti um pouco frio …… talvez, nanoda. Faça isso rapidamente, ok?
Diablo deu um sorriso irônico. 
— Mesmo que você possa suportar o meu [Zero Absoluto], ainda está sentindo frio?
— É assim que me sinto, noda. — As bochechas de Krum estavam vermelhas. 
“É apenas cuidado parental, cuidado parental, cuidado parental!”
Enquanto repetia isso como um hino em sua mente, Diablo moveu o pano. Quando ele limpou a base do outro lado de sua cauda, ​​Krum reagiu sobressaltada.
Nnn!
— Muito frio?
— Hafuu… estou bem…
— En-entendo.
Desde que ela era um Rei Demônio, não achava que ela acabaria pegando um resfriado, mas pensando que deveria terminar rapidamente, ele a limpou com mais vigor. 
— Nn... fuu...
— Suponho que com isso tenhamos terminado?
— Faça mais... por favor, faça mais, noda...
Virando-se para ele, Krum levantou o seu quadril e lentamente separou suas pernas que antes estavam fechadas.
— !!!


“AO INVÉS DE BASE DA CAUDA, NÃO É A BASE ENTRE AS SUAS PERNAS!?”

Diablo involuntariamente endureceu. Não no sentido erótico da coisa, mas sim no sentido de paralisado ao ser surpreendido. 
Enquanto olhava por cima do ombro, Krum expressou um sorriso sedutor que não era condizente ao de uma menina.
Fufufu... Mesmo que seja valente ao ir contra Maou, você é um sujeito estranho que fica nervoso em momentos como esse, nada.
— Ugh!? Eu não estou nervoso. Você também, mesmo que seja capaz de suportar a minha magia absoluta, começa a tremer só por causa de um pouco de água fria... Você que é estranha. 
Diablo vacilou por um momento, mas esta era uma parte importante que também precisava de cuidados higiênicos, então sua mão passou por entre as pernas de Krum e ele começou a limpá-la por trás.


— Hmph... Maou não ficaria assim só por causa de um poquinho de... Hyau!?

— Sim, você ficaria.
Is-isso foi diferente, noda! Foi porque você de repente pressionou Maou–! Mais uma vez, com o pano frio, mais uma vez.
— Assim?
— Nn …… Uuu …… O-outra vez.
— Assim, certo?
— Au… Foi porque você acariciou, esse tipo de lugar... Nnn...!
— Su-suponho que seja suficiente?
— VOCÊ NÃO PODE!
Krum trancou a mão de Diablo entre as suas pernas. 
— Es-espere...!?
— Hafuu… Só um pouquinho mais… Não é bom se você não… limpar adequadamente, noda… Nnn!
— Em-embora eu acho que esteja limpo o suficiente…
Os olhos de Krum tinha um sentimento ardente e fascinante neles. Diablo moveu sua mão como ela pediu e a reação dela foi imediatamente retorcer o corpo.
— Nn… fuu… nn… Entendo… Isso é realmente bom… haun… Maou agora compreende… talvez, nanoda.
— O que você entendeu?
— Certamente, lavar o corpo… é bom, fufufu.
— É, É MESMO, NÃO É? TIRAR O SUOR DO CORPO, QUERO DIZER!
— Nn… Diablo… fuu… nn… nn… ah… É bom.
— Umu.
— Ah …… ah …… nn …… A, um pouco mais…
— A, ah...

— Fuu…… Aaa …… Nnn …… Ah.

Krum arqueou sua coluna e endureceu.
“Provavelmente foi porque a água estava fria, eu tenho certeza!”
Ela tremeu e um som de água corrente começou a ser ouvido. De repente, a água na banheira assumiu uma coloração dourada.
Imediatamente Diablo ficou de pé.
— OH!?
— Fuan …… Nnn …… Ah …… Parece que …… saiu.
— Então saiu...
— Nhaa~ Diablo... Lavar o meu corpo... é realmente bom, noda naa.
— Sim... então agora você entende.
— Sim!
Com uma expressão distraída, Krum assentiu. Depois disso, ele a lavou completamente outra vez.


Se você gostou deste capítulo, CLIQUE AQUI, solucione o Captcha e aguarde

por 5 segundos, assim estará apoiando a Anime X Novel!





Share on Google+

Faça uma busca aqui por mais Novels e Mangás em nossos Sites Parceiros!

You Might Also Like

Comment Now

0 comentários