Isekai Maou Lightnovel 7-1-3

Posted



Sylvie Novamente
Parte 3

Calendário do Reino de Lifelia, Ano 164, 30 de Setembro──
Diablo andou pelas ruas da Capital Real.
Apenas Rem estava ao lado dele.
 — … Saindo apenas nós dois, esta é a primeira vez, não é?
 — Mu?  
Ouvindo as palavras dela, de fato, houve diversas ocasiões em que esteve acompanhado por Shera, mas não havia qualquer memória de fazer o mesmo com Rem.
Embora por diversas vezes, os dois acabem sozinhos no quarto da pousada...
 — … Por que, você convidou somente a mim?
 —  Horun está estudando no momento...  Quanto a Rose, além de sua aparência chamativa, ela causaria problemas durante as negociações, no final das contas.  
No caso de Rose, se alguém fizesse uma observação que menosprezasse Diablo, ela imediatamente tentaria usar a força sobre eles. Ela era confiável quando se tratava de lidar com monstros na floresta, mas o mesmo não se aplica sobre as pessoas na cidade.
Quanto a Shera, ela ainda estava acamada.
 — Além disso, parece que Sylvie tinha alguns negócios a tratar.
Ela estava mostrando seu rosto na Guilda dos Aventureiros da cidade. Como tinha poucas chances de vir à Capital Real, aproveitou a ocasião para encontrar um conhecido. Além disso, Sylvie também disse que visitaria o Rei para demonstrar gratidão pelo auxílio dado à Guilda dos Aventureiros, após o incidente do despertar de Krebskrum.
Rem deu um sorriso amargo.
 — ... Que pena. Eu tinha esperança de que foi porque você gostaria de ter um encontro a sós comigo.  
 — O-O quê?  
 — Fufufu… Foi uma piada. E então, o que você quer dizer com negociações?  
Depois de estar estranhamente consciente disso, parecia que suas bochechas estavam ficando quentes.
Diablo lembrou-se de um conselho que circulava na Internet sobre histórias de fracassos cruéis:  Aqueles que levam a sério as brincadeiras de um membro feminino da Equipe, devem morrer.
Diablo escondeu sua agitação e bufou.
 — Hmph… Não diga tolices. Ouça bem, a negociação de que estou falando... É sobre comprar uma carruagem.
Ele havia aprendido de Shera sobre a distância que levaria para chegar ao Reino de Greenwood, mas seguindo a pé, tomaria muito tempo. E então, Blackwood ficava ainda mais longe.
Rem fez uma expressão de desgosto.
 — ... Você não esqueceu que sou fraca em relação a veículos, não foi?  
 — Se for uma carruagem de grande porte, então seria um pouco melhor, não seria?
 — ... Bem, contanto que haja pouco balanço...  
Quando eles viajaram em pequenos barcos de areia e carroças, Rem estava em um alvoroço, mas quando haviam embarcado em um grande navio de areia, ela permaneceu calma.
Parece que há um certo  “balanço” o qual ela não suportava.
Diablo deixou seus ombros caírem.
 — Embora seja um pouco caro, já que agora estaremos com mais pessoas, pretendo comprar uma carruagem de grande porte. Além disso, quando você se torna inútil, os problemas aumentam, afinal.
 — Ah, que tal se todo mundo for correndo até lá? ...... Não, esqueça.
Parece que mesmo ela notou que acabara de deixar escapar algo extremamente ridículo.
Rem limpou a garganta e se corrigiu.
 — … Quando se dirigir para um lugar distante, a melhor escolha seria usar uma diligência, ou acompanhar uma caravana, mas... Já que o Reino de Greenwood parece não possuir uma estrada, não há o que fazer. É irônico como ir a um país das Raças é muito mais problemático do que ir para a Cidade de Torre Zircônia, que fica no antigo território do Rei Demônio.
— Se eu estivesse sozinho, não haveria qualquer dificuldade, embora.  
— ... Diablo, se você estivesse sozinho, então não haveria nenhuma razão para ir até o Reino Élfico, para começo de história.  
— Isso em si seria problemático.
— … Já que estamos comprando uma carruagem, parece que vai demorar um pouco antes de partirmos, correto?
Não foi apenas porque este era outro mundo, carruagens não são veículos que você possa simplesmente tirar do lugar em que se comprou e imediatamente partir.
Incluindo ambos os cavalos e a armação, era necessário algum tipo de preparação.
 — Como Shera ainda não se recuperou totalmente, isso simplesmente vem a calhar, certo?
 — ... Sim.
Incidentalmente, Horun recebeu lições em casa de Lumachina e se trancou em seu quarto na estalagem.
Parece que ela será capaz de se inscrever na Academia de Magia em mais alguns dias. No entanto, desde que o início das aulas do primeiro ano ocorreram no começo de setembro, ela precisava acompanhar esse atraso de quase um mês.
Andando ao lado dele, Rem espiou e voltou seu olhar para ele.
 — ... Naquela época, se eu tivesse conseguido fazer a Invocação sozinha na [Torre da Estrela Cadente], eu me pergunto se estaríamos só nós dois, andado assim pela cidade.
 — Talvez. Poderia ser, que você e Shera ainda estejam discutindo sobre qual das duas me convocou naquele dia?
 — Claro que não… Como você já sabe, eu já entendi. Isso, com certeza, a Invocação foi um sucesso, apenas porque nós duas realizamos a cerimônia. Naquela época, eu achava que Shera era uma mera novata, mas... Aquela garota é um gênio.
 — É o que parece.  
Shera é capaz de enxergar o fluxo de Poder Mágico.
A capacidade que as pessoas com uma boa quantidade de talentos acumulavam em longos períodos de prática e, finalmente, adquiriam, ela era de alguma forma capaz de usá-lo desde a infância.
Rem estava treinando para isso, mas parecia que ainda levaria algum tempo para ela.
 — … Se Shera estudasse corretamente, ela certamente se tornaria uma invocadora de primeira classe. Bem, com seu talento com o arco, sinto que ela poderia se tornar uma heroína com isso, mas... Como é lamentável...
 — Ela confundiu o caminho que deveria seguir.  
Shera era uma excelente arqueira.
Ela não foi medida na Guilda dos Aventureiros, mas seu nível provavelmente estava em torno do 80. Como Elfos tinham uma vida longa, caso se dedicasse a isso, ela teria se tornado uma grande heroína.
Rem abruptamente fez uma pergunta.
 — … Diablo, você se lembra? Eu fui atacada por um Ser Demoníaco em Faltra, certo?
 — Algo assim aconteceu, não é mesmo?
 — Na luta contra o Ser Demoníaco chamado Gregor, eu quase perdi minha vida. Se as coisas tivessem dado errado, Celes também teria sido morta e a barreira que protegia a cidade, perdida.
Naquela época, graças a Emil apressando-se e perseverando, Diablo conseguiu chegar a tempo.
 — E?
 — … Shera não era mais forte que Gregor?
 — Fumu. Dependeria da maneira como lutariam, mas ela poderia ter sido capaz de vencer.
Se fosse agora, depois de ter obtido o Arco Mágico abençoado pela Krum, certamente seria uma vitória fácil.
 — Como eu pensei...
Rem assentiu.
Mesmo se fossem companheiras, tendo sentido a diferença em seus talentos, não havia como impedí-la de sentir-se deprimida.
Pelo contrário, é possível que o fato de serem companheiros é que Rem esteja deprimida.
Diablo colocou a mão no ombro de Rem.
— Você é uma Invocadora de alto nível. Já que também possui o equipamento que lhe concedi, você certamente também ganharia contra Gregor, se lutasse agora.
Rem olhou para ele.
 — ... Às vezes, você é surpreendentemente gentil.
Certamente, animar uma garota triste não combinava como um demônio.
Diablo desviou o olhar.
 — Hmph! Eu apenas afirmei o óbvio. Não se engane.
 — ... Perdoe-me por isso.
Enquanto dizia isso, Rem permaneceu expressando um sorriso de satisfação. A loja de carruagem, que foi recomendada a ele por um funcionário da estalagem, veio à vista.
Era um lugar que ficava na lateral da rua principal, na borda do sexto distrito. Embora estivessem na parte interna da muralha, não havia tantas pessoas e os armazéns estavam claramente visíveis aqui e ali.
Havia uma cerca com altura aproximada de uma pessoa e um gramado espalhava-se dentro dela.
Havia cavalos ali.
Alguns eram acizentados e outros de cor marrom-oliva, com patas grossas e curtas. Eram cavalos de carga.
Embora não fossem tão rápidos, eles se especializaram no transporte de bagagem pesada, podendo caminhar por longos períodos, sendo muito resistentes.
Na borda do local, havia um prédio feito de tijolos. Então essa era a loja. Provavelmente, havia carruagens lá dentro.
Grandes portas, que se assemelhavam a portões de castelos, pareciam ser para o uso das carruagens. Ao lado, havia uma pequena porta de ferro para os visitantes.
Rem bateu na porta.
Depois de um tempo, ouviu-se o som da tranca sendo desfeita por dentro e a porta de ferro se abriu.
Um Anão macho, com uma longa barba, se mostrou. Ele tinha orelhas de cão levemente caídas e uma cauda espessa.
Olhando para Diablo e Rem, ele falou rapidamente.
— Então vocês são aventureiros! Este é um armazém de carruagens. Se vocês estiverem procurando uma diligência ou um táxi a cavalo, vão para a rua principal.
 —  P-por favor aguarde! Nós viemos para comprar uma carroça.  
 — O que, então vocês eram clientes! Bem, vão entrando.
Sua atitude de repente se tornou amigável. Passando pela porta de ferro, o lugar acabou parecendo mais um pequeno bar. Havia um balcão de madeira, onde estavam alinhados cadeiras na altura da cintura. Nas paredes, coisas relacionadas a carruagens como rodas e chicotes, eram penduradas como obras de arte.
O vendedor Anão foi para detrás do balcão.
 — A propósito, quem os recomendou?
 — ... Um funcionário da [Casa da Fênix].
 — O quê!? Vocês estão lá?  
 —  ... Nós ficamos lá por cerca de dez dias.  
 — Estou surpreso! Então vocês são aventureiros famosos. Por acaso descobriram uma montanha de tesouros ou algo assim? Ah, o que gostariam de beber? Cerveja? Vinho? Eu também tenho uísque, se quiserem.
 — Não, o álcool é um pouco… Eu poderia tomar um café?  
Enquanto Rem falava, Diablo olhou ao redor da loja e esperou.
Ele era pobre em conversar. Seu objetivo era confidencial e habilidades comunicativas eram essenciais.
Se vou a uma loja, quero dar uma olhada no catálogo de mercadorias— foi o que Diablo sinceramente desejou.
Infelizmente, as compras nesse outro mundo não eram impessoais, mas foram completadas através do diálogo.
Rem fez uma pergunta.
 — … Você tem um estoque de carruagens? Uma que não agite tanto quanto possível.  
 — Nós temos um estoque inteiro! É porque temos uma escala extensa que vai desde usos militares aos orientados para nobres. A propósito, você realmente não quer algo para beber? Eu também tenho conhaque, sabe?
— ... Café, por favor.  
 — Então, quantas pessoas e até onde?
Finalmente, parecia que eles entrariam nas negociações.
Tendo Rem voltando seu olhar para ele, Diablo respondeu.
 — Estamos entrando na floresta dos Elfos. Já que estaremos indo tão longe quanto o país dos Elfos Negros, Blackwood, queremos uma carroça capaz de embarcar cinco pessoas e carga muito pesada.  
O Anão agitou as sobrancelhas.
‘A Floresta Élfica! Blackwood você diz!? É melhor não ir, a natureza por lá é bastante cruel!  
 — Eu não vou dizer de novo.
Quando Diablo olhou para ele, o vendedor afastou a cabeça.
 — Entendi. Nossos cavalos são capazes de entrar nas florestas, e são espertos o suficiente para não fugirem mesmo que monstros apareçam. Em seguida, é a estrutura do carro. Temos alguns que podem embarcar com seis pessoas. A propósito, o que você quer dizer com carga muito pesada?
Rem assumiu as negociações.
 — … Desde que uma pessoa, é um pouco pesada... Se cadeiras não são possíveis, então uma transportadora de bagagem pode servir também.  
 — O quão pesada ela seria?
 — Por volta de um cavaleiro equipado com armadura completa.
Somado ao peso do cavalo— foi isso o que Diablo anexou em seguida. Antes, quando ele acabou em uma situação em que precisou apoiá-la com as mãos, foi o suficiente para derrubá-lo, mesmo com sua força física de nível 150. Não havia dúvida.
O Anão gargalhou.
— Wahahaha! Isso com certeza é pesado! Mais pesado que uma vaca! Que cara pesado!  
 — ... Sim, isso é verdade.  
Rem deu um suspiro de alívio, pensando  “graças a Deus nós não trouxemos a Rose junto”. Já que ela odiava ser criticada por seu peso, ela teria sacado sua espada de duas lâminas na mesma hora.
Não havia um cavalo que Rose pudesse montar. É por isso que eles precisavam de uma carroça grande.
Rindo ao ponto de ele estar sufocando um pouco, o vendedor finalmente voltou à discussão.
— Eu tenho carruagens que poderiam carregar esse sujeito estupidamente pesado, mas eu recomendo um quadro de quatro cavalos. Quando puxado por menos do que isso, eles ficarão imediatamente esgotados. Já que Blackwood está longe, suas patas não aguentariam.
 — ... Qual seria o preço?
 — O que você quer para o design interno? Para os nobres, eles gastariam muito com isso. Você quer cortinas de renda adicionados?
 —  Por favor, faça o mínimo possível.
 —  Oya? Você tem dinheiro, não tem?
 —  ... Odeio desperdiçar atoa.
 — Não é um desperdício. Um explêndido design de interior enriquecerá o espírito.
 — … Como não possuo um espírito que seja pobre o suficiente para não ser enriquecido com design comum, não, muito obrigada.
 — Wahahaha! Você diz coisas interessantes. Entendi, vou colocar um design simples para viagem. Como seria melhor se proteger do vento e da chuva, colocarei um dossel. Você está bem com bancos cobertos, certo?
 — Tudo bem.
 — E barris de vinho ficarão embaixo dos assentos.  
 — Não, isso não é necessário.  
 — O quê? Então você não vai beber álcool no meio de suas viagens? Então por que está viajando?  
 — ... Porque temos um objetivo.  
Rem segurou sua testa. Realmente, é preocupante dizer se eles ficariam bem com esta loja. O vendedor retirou a planta de uma carroça de debaixo do balcão. Ela era grande o suficiente para seis pessoas e quatro cavalos de tamanho médio.
Ele adicionou alguns memorandos com uma caneta de pena.
 — É melhor colocar as coisas pesadas acima do eixo da roda traseira. Vai tremer um pouco, mas diminuirá o fardo dos cavalos. E então, o ponto de apoio ao embarcar, o chão, o rolamento e as rodas... Os lugares que suportarão a carga pesada deverão todos ser reforçados.
 — … Reforçado, hein.
 — Seria melhor usar partes de carruagens de grande porte. Eles podem carregar dezenas de pessoas e, desde que os militares as usam para transportar soldados, definitivamente será durável.  
 — Entendo. Então, quanto será a estimativa?
 — Bem~, com isso... Incluindo a remodelação, suponho que seja cerca de 20 milhões de Furis ? Se eu fizer os cálculos mais detalhados, pode aumentar um pouco.
Rem congelou.
Diablo assentiu.
 — Nós vamos levá-la.
 — Obrigado pelo negócio!
O vendedor mostrou um sorriso.
Rem deu um salto.
 — P… Por favor, aguarde! Isso poderia comprar uma casa inteira em Faltra!
 — Umu.  
Ele esperava uma grande soma em dinheiro. Foi possível comprar uma carruagem mesmo no MMORPG Cross Reverie. Elas eram pouco mais baratos, mas provavelmente foi devido o preço da remodelação.
Como Diablo enfatizava a eficiência, ele sempre usou a magia [Transferência] e, como ele não viajava com uma Equipe, jamais havia comprado uma carruagem antes, mas...
 — Diablo, você está falando sério? Planeja usar a maior parte da recompensa que recebemos da Lumachina?
 — Porque não há como dizer quanto tempo levaria se fôssemos caminhando até lá.
 —  … Eu não me importo de ter que me esforçar, sabe?
 — Nem eu. No entanto, o próximo movimento que eles farão, tem me preocupado. Por isso, seria melhor terminarmos isso rapidamente e retornar para Faltra.
Dizendo * Ah…… *, Rem percebeu.
O que ele quis dizer com “eles”  naturalmente, era sobre o Exército do novo Rei Demônio que havia despertado.
 — É verdade… Diablo, você tem razão… Seria melhor nos apressarmos.  
O exército do Rei Demônio que tentou fazer um ataque a Torre Zircônia, poderia vir para a cidade de Faltra em seguida. Havia a possibilidade de que a ausência de Diablo levasse a um grande desastre.
Desta vez, houve a coleta de informações de Rem sobre a Magia da Cerimônia, assim como a volta de Shera para casa, mas eles também tiveram que se preparar para a iminente guerra.
Eles pediram ao vendedor um orçamento detalhado.
 — Ótimo, vou calcular isso imediatamente. No entanto, a remodelação levará cerca de dez dias, compreendem? Até os cavalos, vou ter que organizar alguns para viagens longas.  
 — … Eu entendo. No entanto, estarei fazendo uma estimativa com outras lojas de carruagens também.
 — Wahaha! Como esperado de um aventureiro de primeira classe, você com certeza é perspicaz! Mas vou te dizer isso agora, em termos de habilidade, eu sou o melhor.  
 — Fufu... Levarei isso em conta.  
Como ele pensava, Rem era confiável nas negociações.
Desde que a discussão foi resolvida, eles decidiram sair da loja. Assim que abriram a porta de ferro, o vendedor perguntou.

 — A propósito, vocês realmente não precisam dos barris de vinho?  

Se você gostou deste capítulo, CLIQUE AQUI, solucione o Captcha e aguarde

por 5 segundos, assim estará apoiando a Anime X Novel!





Share on Google+

Faça uma busca aqui por mais Novels e Mangás em nossos Sites Parceiros!

You Might Also Like

Comment Now

0 comentários